Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Mãe ausente: comemore com boas lembranças

Especialmente quando se aproxima o Dia das Mães, é difícil não se sentir triste pela perda da sua mãe. Por que não tentar algo diferente e celebrar a ausência com boas lembranças?

6 MAI 2016 · Leitura: min.
Mãe ausente: comemore com boas lembranças

O Dia das Mães está chegando e isso é motivo de alegria para a maioria das famílias. Passar o dia juntos, ter uma conversa agradável ao redor da mesa, compartilhar. Porém, para quem precisa lidar com a perda e o luto, a ocasião transforma-se em um momento de dor e tristeza, algo totalmente natural e compreensivo.

A intensidade deste sentimento varia de pessoa a pessoa, assim como a forma de manifestá-lo. Se a perda é recente, o vazio faz-se ainda maior. E é difícil não sentir um pouco de raiva, por ver tantos reclamos de que é dia de celebração, na rua, na TV e nas redes sociais, e a cada um lembrar que, na verdade, você não tem o que celebrar.

A experiência do luto é inevitável. Quem ainda não precisou lidar com tudo o que acarreta a perda de um ente querido, irremediavelmente terá que o fazer em algum momento. Mas se você está passando por isso agora, porque sua mãe já não está, tente um comportamento diferente este ano: comemore o Dia das Mães com boas lembranças.

Não se trata de tentar esconder a dor ou de se negar um momento de tristeza. O desafio é encontrar um tempo para relembrar bons momentos vividos com ela. Reviver e, por que não, compartilhá-los com irmãos, pai e outros familiares. Você poderia provocar um efeito dominó.

Lembranças que puxam lembranças, que falam de momentos alegres, que permitem sentir-se feliz por ter participado da vida desta pessoa, por ter tido a oportunidade de conviver, ainda que não pelo tempo que você gostaria.

Comemorar a ausência com boas lembranças não deixa de ser uma bela forma de homenagear quem já não está. E lembre-se: uma das coisas que ajuda a passar pelo processo de luto é entender e reconhecer que o vazio sempre existirá.

Sua mãe sempre será uma das pessoas mais importantes na sua vida e não há porque tentar preencher seu lugar. Aceitando o vazio, será mais fácil alcançar a serenidade necessária para seguir vivendo sua vida da melhor forma possível, mantendo sempre viva a memória da sua mãe.

Foto: por MundoPsicologos.com

psicólogos
Linkedin
Escrito por

MundoPsicologos.com

Deixe seu comentário

últimos artigos sobre luto