MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Hora de balanço anual

O período de Festas costuma ser difícil para muitas pessoas: seja porque perderam ou estão afastadas de pessoas queridas, seja porque o que se planejou para o ano não foi atingido.

1 Dez 2018 Família - Leitura: min.

Rio de Janeiro (cidade) Rio de Janeiro

Na época das Festas de final de ano, psis recebem uma grande procura de pessoas em sofrimento. Os telefones do CVV em todo o mundo não param nos plantões de Natal e Révéillon. Mas o que faz com que esta época seja tão sofrida para algumas pessoas, enquanto outras a aguardam ansiosamente?

Para algumas pessoas, encontrar a família pode ser bem ansiogênico. (Re)encontrar e confraternizar com pessoas que causa(ra)m mal estar, foram ofensivas ou abusivas, desperta sentimentos adormecidos, desconfortáveis, contrários ao clima festivo. Dar-se conta do fato de que se está distante de pessoas queridas (por morte ou outro tipo de separação) também pode ser doloroso.

Em 2018, no Brasil, as Festas podem ser ainda mais tensas, pois o processo eleitoral dividiu muitas famílias. Muitos clientes relatam que não irão este ano aos encontros familiares.

Fora a questão política, que este ano foi atípica, quem não se encontra em uma boa situação financeira pode se sentir inferior, por não ter o mesmo poder aquisitivo. A situação pode ser mais desagradável para quem, por exemplo, esteja sem emprego. Testemunhar o sucesso das pessoas à volta pode aumentar a sensação de fracasso, de ser 'loser'.

Quem não conseguiu estabelecer um vínculo amoroso satisfatório pode querer evitar o contato para fugir às perguntas e cobranças familiares Afasta-se das festas, isola-se (às vezes até viaja para longe). Porém, ao se esquivar, não supera a situação, que pode se repetir ano após ano.

E o que se pode fazer para mudar?

A aceitação de que este período passa - e ainda mais rápido se não atribuirmos um peso maior - facilita bastante. Aceitar que se tem pensamentos e sentimentos negativos também. Logicamente, não se precisa ter um comportamento negativo, disfuncional. Porém, a aceitação, simplesmente observando, se 'desfundindo' do que é pesado e não se autocriticando ou auto-julgando por não achar tudo tão divertido é um bom começo.

E o balanço do que se fez e onde se quer chegar também são muito importantes. Conhecer seus valores pessoais e agir de forma compromissada com eles são o caminho para construir uma vida mais realizada. E, para isto, a psicoterapia ajuda muito.

2019 está aí a frente, cheio de desafios. Encare o que não deu certo este ano e que entristece você. Descubra o que você pode fazer para mudar na direção dos seus valores e ter uma vida mais plena e realizada. Comece o ano bem, comece fazendo psicoterapia.

0 Curtir

Deixe seu comentário

INFORMAÇÃO BÁSICA SOBRE PROTEÇÃO DE DADOS
Responsável: Verticales Intercom, S.L.
Finalidades:
a) Envio de solicitação ao cliente anunciante.
b) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços próprios.
c) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços de terceiros de diferentes setores de atividade, podendo implicar repasse dos dados pessoais a esses terceiros.
d) Segmentação e elaboração de perfis para fins publicitários e para prospecção comercial.
e) Gestão dos serviços e aplicativos oferecidos pelo Site ao Usuário.
Legitimação: Consentimento do interessado.
Destinatários: Está previsto o repasse dos dados aos clientes anunciantes para atender suas solicitações de informação sobre os serviços anunciados.
Direitos: Tem o direito a acessar, retificar e eliminar os dados ou se opor ao tratamento dos mesmos ou a alguma das finalidades, bem como outros direitos, como se explica na informação adicional.
Informação adicional: É possível consultar a informação adicional e detalhada sobre Proteção de Dados em br.mundopsicologos.com/proteccion_datos

Você não pode deixar de ler...