MundoPsicologos.com
MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Quando procurar por terapia?

É necessário melhor compreender os motivos e necessidades de se fazer terapia, principalmente pelo momento em que o ser humano se encontra, na tentativa de fortalecer seu ego.

14 Abr 2016 Terapias e abordagens - Leitura: min.

Ribeirão Preto São Paulo

1 Recomendação

Muitas vezes nos perguntamos aos nos olharmos no espelho ou quando estamos paralisados no trânsito caótico ou quando simplesmente paramos por alguns instantes a correria do dia: "Alguma coisa está acontecendo comigo, mas, de onde vem isso?".

Então, de repente, por breves intervalos de tempo, uma lágrima rola lentamente por nossa face, toca nossos lábios e nos damos conta de que estamos chorando. Nos damos conta que algo está acontecendo, mas não sabemos exatamente do que se trata e quando de modo "intuitivo", sabemos, fingimos que não é nada, que não é algo que realmente valha a pena se preocupar, pois, precisamos dar seguimento na vida e o trabalho nos espera, afinal, sempre temos muitas contas a pagar.

E assim, vamos seguindo nossa vida. Em um dia qualquer, percebemos que a nossa forma de falar com as pessoas, de lidar com elas em casa, no trabalho, com os filhos, os amigos, muda. Nos tornamos mais agressivos ou até mesmo mais distantes e novamente sentimos aquele "algo estranho" que já havia nos visitado um tempo atrás e pensamos: "Preciso de ajuda! ".

O tempo passa, os dias se vão e temos a mania de "omitir" aquilo que verdadeiramente sentimos e, novamente, voltamos ao trabalho desenfreado, à vida sem tempo, à correria que nos absorve completamente. Em um dia qualquer, pegamos um livro para ler ou estudar e do nada, mais uma vez, surge aquele "algo estranho" a preencher nossos pensamentos e nos pegamos em lágrimas muitas vezes, compulsivas, de algo que, aparentemente, desconhecemos e temos a perspectiva de que algo acontece, mas não sabemos exatamente do que se trata e, depois de alguns minutos, retornamos às nossas atividades como se nada tivesse acontecido.

Quantas vezes passamos por momentos assim? Quantas vezes já nos pegamos a indagar sobre várias coisas em relação ao nosso eu mas, que, por algum motivo, fazemos questão de esquecer? Quantas vezes paramos no trânsito, no caixa do mercado, na fila do banco e pensamos sobre a nossa vida e de repente, é chegada a nossa vez de passar o sinal verde, a nos apresentarmos ao caixa do mercado ou até mesmo a nos dirigirmos ao caixa do banco?

A terapia não deveria ser procurada apenas em momentos como esses, mas ela deveria ser procurada por todo e qualquer indivíduo que busque por um "encontro" consigo, com suas dificuldades, percepções, dúvidas, pensamentos; um encontro que possa ser marcado com tudo aquilo que compõe o nosso eu e com a nossa forma de pensar, agir e ser.

E é justamente nesse "encontro" consigo que teremos a possibilidade de descobrir a nossa verdadeira essência e a nossa "verdade" frente a nós mesmos, ao outro e à vida. Procurar por um psicólogo é a tentativa de passar o sinal verde, mas tendo a possibilidade de trazer conosco o movimento de uma profunda reflexão sobre tudo aquilo que nos compõe o ser.

Uma profunda reflexão de melhor compreender o modo como realmente somos, o que temos de verdadeiramente positivo e/ou negativo. Uma verdadeira possibilidade de termos e mantermos um "encontro" altamente profundo com quem somos, quem fomos e quem poderemos ser!

Foto: por Argazki Salazarillo (Flickr)

0 Curtir

Deixe seu comentário

INFORMAÇÃO BÁSICA SOBRE PROTEÇÃO DE DADOS
Responsável: Verticales Intercom, S.L.
Finalidades:
a) Envio de solicitação ao cliente anunciante.
b) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços próprios.
c) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços de terceiros de diferentes setores de atividade, podendo implicar repasse dos dados pessoais a esses terceiros.
d) Segmentação e elaboração de perfis para fins publicitários e para prospecção comercial.
e) Gestão dos serviços e aplicativos oferecidos pelo Site ao Usuário.
Legitimação: Consentimento do interessado.
Destinatários: Está previsto o repasse dos dados aos clientes anunciantes para atender suas solicitações de informação sobre os serviços anunciados.
Direitos: Tem o direito a acessar, retificar e eliminar os dados ou se opor ao tratamento dos mesmos ou a alguma das finalidades, bem como outros direitos, como se explica na informação adicional.
Informação adicional: É possível consultar a informação adicional e detalhada sobre Proteção de Dados em br.mundopsicologos.com/proteccion_datos

Você não pode deixar de ler...