Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Ter temperamento agressivo é um problema?

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Há pessoas que, normalmente, reagem aos problemas de forma agressiva. Esse tipo de temperamento pode ser até normal, se não é exagerado. Caso contrário, pode indicar um transtorno.

28 OUT 2015 · Leitura: min.
Ter temperamento agressivo é um problema?

Cada pessoa tem sua personalidade e uma maneira individual de se comportar e reagir diante das situações da vida. Há temperamentos mais extrovertidos, mais reservados, pessoas mais sensíveis ou mais agressivas.

As características inerentes a um indivíduo não têm por que serem modificadas, desde que haja um equilíbrio. A agressividade, por exemplo, é um importante mecanismo de defesa. O problema aparece quando passa a ser excessiva.

Uma pessoa com temperamento muito agressivo normalmente perde o controle da situação com facilidade, o que provoca problemas em suas relações pessoais e profissionais. Isso afeta de forma negativa a qualidade de vida desse indivíduo, abrindo portas para outros problemas psíquicos, entre eles os transtornos de personalidade.

Ataques de raiva podem ser doença?

Quando a agressividade é impulsiva pode ser indício do transtorno explosivo intermitente (TEI). A pessoa que tem esse problema é instável e não consegue controlar suas ações, que são sempre desproporcionais.

Os contínuos episódios de agressividade exagerada, que se manifestam verbalmente e fisicamente, provocam constrangimento e isolamento social. Daí a necessidade de buscar ajuda de um psicólogo especializado em agressividade, que possa diagnosticar o transtorno explosivo intermitente e tratá-lo como é devido.

Quais os sintomas do TEI?

Quem tem o TEI frequentemente tem ataques de destruição de objetos, agride fisicamente pessoas quando confrontado, xinga em excesso, briga no trânsito e em outros locais públicos. Os ataques são seguidos de um sentimento de alívio, mas, em seguida, vem o arrependimento.

A pessoa, entretanto, sempre afirma ter razão, por mais inadequadas que podem haver sido suas reações. Quem tem o transtorno explosivo intermitente nunca age de forma premeditada, por isso a culpa após os ataques de raiva. Sem um acompanhamento psicológico, esse indivíduo acabará tendo ainda um quadro de depressão.

Agressividade na infância é normal?

Que uma criança se expresse com atos agressivos é totalmente normal, até mesmo porque são seres mais emotivos que racionais. Porém, quando os atos deixam de ser isolados e passam a ser frequentes, eles devem ser observados com cuidado.

Os especialistas coincidem que a agressividade permanente e a hostilidade no comportamento de uma criança indicam um problema familiar, que está afetando negativamente seu desenvolvimento. Além de facilitar o diálogo, os pais devem buscar suporte psicológico, tanto para eles como para a criança.

Foto: por joshjanssen (Flickr)

psicólogos
Linkedin
Escrito por

MundoPsicologos.com

Deixe seu comentário
1 Comentários
  • Evelyn lacsko

    Me envolvi com uma pessoa exatamente comas cacteristicas do TEI, porém ele nunca me agrediu diretamente apenas me mordeu, como diz ele para me conter pois ele estava me segurando pq não queria me deixa sai do carro! Ele tbm foi assim com uma ex namorada e assim como fez com ela fez comigo, ele me convenceu a tirar um carro para ele, convenceu a minha mãe emprestar um dinheiro de auto valor a ele, a mesma nhã mãe comprar um aparelho fisioterapuco super caro e prometeu pagar, mas não pagou nada, não me deixava trabalhar e até o dinheiro da pensão da minha filha ele queria. Hj estou esperando um filho dele não estamos mais juntos, porém ele não para de ligar para querendo se acertar e dizendo que me ama e que vai mudar... O que eu faço???

últimos artigos sobre agressividade