MundoPsicologos.com
MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Agressividade na Primeira Infância

Muitos pais me procuram desesperados por não saberem mais o que fazer. E na grande maioria relatam: "meu filho pensa que é dono do Mundo"!

27 Jan 2015 Crianças e adolescentes - Leitura: min.

psicólogos

Os profissionais da área de saúde mental infantil têm percebido um aumento na quantidade de crianças abaixo de cinco anos que chegam em seus consultórios. Alguns encaminhados pela escola e outros trazidos pelos pais, com queixas de comportamentos inadequados, falta de disciplina e algumas vezes agressividade.

Quando os pais não conseguem lidar com as questões de seus filhos, gera uma angústia ou um sentimento de incapacidade, e tudo isso reflete no gerenciamento da rotina diária da casa e das crianças.

E aí surgem então as perguntas:

  • Criança agressiva e prepotente é normal?
  • Aonde será que nós (pais) erramos?
  • Qual é o problema do meu filho?

Vamos aqui a uma reflexão dos padrões esperados no comportamento infantil. De acordo com o Centro de Excelência para o Desenvolvimento na Primeira infância (2010):

"O período pré-natal e da primeira infância precisa ser cuidado com qualidade, pois isso ajuda no desenvolvimento do cérebro para controlar comportamentos agressivos."

A agressividade é um impulso normal no ser humano. À medida que vai sendo administrada pelos pais, passa a construir vínculos afetivos e a desenvolver seu relacionamento interpessoal.

O papel dos pais é tão importante, que eles nem se dão conta como a sensação de ser protegido, ter cuidados e limites, vai criando bases na personalidade de seus filhos.

Hoje em dia, a sociedade apresenta um padrão estrutural diferentes do padrão dos nossos avôs e, atualmente, não são muitas crianças que podem contar com a base sólida e tão importante chamada família. Algumas crianças são criadas sem referências básicas que possam ser seguidas.

Quando procurar ajuda de um psicólogo?

  • Queixas escolares;
  • Quando seu filho apresentar um temperamento difícil e impulsivo;
  • Excesso de energia mal canalizada;
  • Necessidade de experimentar limites;
  • Falta de tolerância a frustrações;
  • Deficiências físicas e ou mentais que geram desconfortos sociais.

Caminhos para a prevenção dos comportamentos infantis inadequados:

  • Qualidade de vida durante a Gravidez;
  • Respostas adequadas às agressões da criança;
  • Tipo de abordagem disciplinar;
  • Observar os ganhos que a criança pretende obter quando se comporta agressivamente;
  • Interações com outras crianças supervisionadas;
  • Ajudar a criança a encontrar outras formas de obter o que deseja sem recorrer à agressão;

E o mais importante:

Garanta que o comportamento negativo infantil não seja recompensado com presentes ou qualquer tipo de ganho que incentive a reincidência do mesmo!

No mais, o acompanhamento de um profissional da área de saúde, aumentará as chances do sucesso de todo processo educacional. Além das técnicas educacionais traz uma orientação aos pais e adequação das práticas na disciplina, tendendo para um caminho equilibrado na saúde mental da criança.

Foto: por sokabs (Flickr)

1 Curtir

Deixe seu comentário

INFORMAÇÃO BÁSICA SOBRE PROTEÇÃO DE DADOS
Responsável: Verticales Intercom, S.L.
Finalidades:
a) Envio de solicitação ao cliente anunciante.
b) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços próprios.
c) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços de terceiros de diferentes setores de atividade, podendo implicar repasse dos dados pessoais a esses terceiros.
d) Segmentação e elaboração de perfis para fins publicitários e para prospecção comercial.
e) Gestão dos serviços e aplicativos oferecidos pelo Site ao Usuário.
Legitimação: Consentimento do interessado.
Destinatários: Está previsto o repasse dos dados aos clientes anunciantes para atender suas solicitações de informação sobre os serviços anunciados.
Direitos: Tem o direito a acessar, retificar e eliminar os dados ou se opor ao tratamento dos mesmos ou a alguma das finalidades, bem como outros direitos, como se explica na informação adicional.
Informação adicional: É possível consultar a informação adicional e detalhada sobre Proteção de Dados em br.mundopsicologos.com/proteccion_datos

Você não pode deixar de ler...