Aceitar críticas, uma questão de autoconfiança

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

O principal motivo para que as críticas afetem negativamente é um problema de insegurança. A falta de autoestima por si só já seria um problema e não um efeito de outras questões.

22 Nov 2013 · Leitura: min.
Diante de uma crítica, é preciso saber relativizar e pensar no que verdadeiramente é possível mudar
Nem todos reagem da mesma forma quando são criticados. Estudiosos são capazes de separar três grupos gerais de comportamento: as pessoas que não aceitam a crítica de forma produtiva e se sentem agredidas (cerca de 70% do total), aqueles que recusam a crítica negando sua pertinência (cerca de 20% do total) e o menos representativo dos grupos, o que reage de forma positiva diante de uma crítica, assimilando-a e refletindo e é necessário uma mudança de atitude (apenas 10% do total).

O principal motivo para que as críticas afetem negativamente, no final das contas, é um problema de insegurança. A falta de autoestima por si só já seria um problema e não um efeito de outras questões. Por isso, um estado de ânimo e mental pouco favorecido acaba provocando uma má imagem pessoal. Quando uma pessoa não está confortável consigo mesma refuta, esconde ou nega as críticas que são feitas pelos demais.

Estratégias para aqueles que não aceitam críticas

Ninguém está imune de passar por um mal momento, tanto na vida pessoal como na profissional, uma fase em que são incapazes de confiar neles mesmos, panorama agravado pelas pressões externas por resultados e determinadas ações desse entorno. Se esse é o seu caso, o primeiro fator a considerar é que o sujeito que faz a crítica não está criticando sua pessoa, mas sim a imagem que tem de você.

Além disso, é preciso entender que todos se equivocam e que o grande valor está em admitir o erro ou reconhecer que existe uma forma melhor de se portar. Ao invés de demonstrar fraqueza, essa capacidade ressalta um poder de reflexão e um desejo de melhorar sempre.

Viver no presente e deixar de lado o passado

Muitos especialistas estão de acordo em dizer que, para lidar melhor com as críticas, não é fundamental voltar ao passado, onde as coisas já não têm solução. O melhor é trabalhar o presente, centrando-se nas dificuldades atuais para manejar determinado tipo de situação. Assim, é possível tratar a atualidade de forma mais eficiente, descobrindo como somos afetados e como afetamos. Buscando uma harmonia nesses processos, a autoestima virá sem grandes problemas.

Saber separar pessoal do trabalho

Quando uma pessoa é capaz de lidar com seus problemas de forma segura e autoconfiante, também sabe separar o mundo pessoal do profissional. E mais: aproveitará seus limites para convertê-los em pontos fortes.

Caso contrário, quando os colegas de trabalho percebem que alguém no grupo recebe as críticas com prepotência, está na defensiva ou inseguro, a reação evidentemente sempre será negativa. E isso não faz mais que piorar o problema da autoconfiança, numa típica situação: “já sabia que meus colegas não me suportam”.

Cada crítica é subjetiva e é preciso considerar que essa vem influenciada por crenças, estados emocionais e pautas de comportamento do sujeito que a faz. Exatamente por isso nunca será totalmente objetiva. Sabendo disso, é preciso saber relativizar e pensar no que verdadeiramente é passível de mudança: aprender a pedir opinião dos demais, saber escutar a opinião dos demais, ser sempre educado, entre outros pontos.

Como fazer as críticas num entorno de baixa autoestima?

Deixar de criticar determinada atitude ou um trabalho mal feito simplesmente porque a pessoa está passando por um momento de falta de confiança em si mesmo e baixa autoestima não deve ser uma solução. A preocupação deve residir em transmitir tais críticas de forma respeitosa, sem rodeios nem condescendência, mas de forma racional e educada.

O protecionismo seria uma forma de agravar as limitações desse sujeito, que confirmaria sua percepção negativa de si mesmo. Isso porque demasiada indulgência é contraproducente, já que tal pessoa, ainda que com um mal comportamento, obtém benefícios. Ela já não encontraria qualquer estímulo para mudar.

psicólogos
Escrito por

MundoPsicologos.com

Deixe seu comentário
Comentários 13
  • Maria Oliveira

    Muito importante esse tema a depressão também pode interferir na aceitação de uma critica somatizando a baixa estima que já existe.

  • ROSÂNGELA

    Bom dia, ninguém gosta de ser criticado, mas todos criticam; esse é o fato. Eu sou muita criticada e algumas pra derrubar ou destruir, mas aprendi a lidar bem com todas elas, porque sempre tem as críticas que é para o meu bem. ser humano faz criticas até sem pensar devido a nossa imperfeição, ele faz por inveja ruim, ou por um sentimento ciumento de você; ai que deve interpretar se é por amor ou quer te ajudar dai cabe a você saber lidar.

  • Márcia Silva

    Recebi críticas de um colega de equipe porquê falhei uma única vez. Depois disso ele passou a fazer piadas do tipo: você já era... nunca mais vai conseguir... fulana é melhor do que vc... Isso me afetou muito a ponto de tentar desistir. Foi quando resolvi sair da equipe e seguir sozinha, pois assim consegui manter o foco no êxito e não na derrota, avaliei onde falhei para não falhar mais. Mas só consegui quando me afastei do indivíduo que tirava o foco, resumindo, críticas que não trazem benefícios é melhor não abrir a boca para falar, se não tem sensibilidade de lidar com o próximo cale-se, pois pode acabar com a vida de uma pessoa que não está bem. Críticas destrutivas eu não aceito e também não faço.

  • Flavio Braga

    Essa análise me ajudou muito... tenho pessoas assim na minha equipe e as vezes me comporto assim...Obrigado pela ajuda!!!!

  • Flavio Braga

    Essa análise me ajudou muito... tenho pessoas assim na minha equipe e as vezes me comporto assim...Obrigado pela ajuda!!!!

  • Claudia brondani

    Devemos aceitar e tirar algo de proveitoso, mesmo ficando chatada, nada como um dia após o outro.

  • Luciana

    No momento da crítica quase nunca levo numa boa, mas baixando a poeira sempre chego a alguma conclusão se realmente aquela crítica é sobre algo sólido e pertinente ou apenas uma tentativa de "te derrubar" por maldade ou inveja

  • Sandra Ribeiro

    Estou assim...me sinto agredida o tempo todo pelas pessoas, a minha auto estima está zero.

  • Elisabete

    Que as pessoas só querem ser elogiadas na verdae . Eu simplesmente não gosto de elogio ,prefiro uma critica ;elogio vem sempre com varias formas ,intensão de algo ,e verdadeiro ou falso . critica sempre vem com uma finalidade.

  • Fausto Andre

    É um tema muito pertinente, tendo em conta que todo ser humano de uma forma ou de outra passa por situações onde recebemos e fazemos críticas, mas o importante é saber geri-las de uma forma positiva, um exemplo é de mim mesmo, que em certas situações tenho dificuldade de aceitar críticas, mas trabalhado bastante com certas técnicas, uma delas foram mencionadas nas dicas postadas. Portanto imenso porque é mais um estímulo para mudança comportamental.


Carregando...