Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Personalidade narcisista: saiba mais sobre o transtorno

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

O narcisista é aquela pessoa de ego desmedido, capaz de se apaixonar por si mesma. Seria somente isso? Descubra no artigo a seguir por que conviver com um narcisista pode ser arriscado.

10 OUT 2017 · Leitura: min.
Personalidade narcisista: saiba mais sobre o transtorno

Quando pensamos em pessoas narcisistas, logo nos vem à cabeça a imagem de alguém beijando seu próprio reflexo no espelho, com o ego inflado e apaixonado por si mesmo.

Essa imagem pré-construída realmente condiz com a pessoa narcisista. O que normalmente não imaginamos é que a pessoa que sofre desse transtorno de personalidade vai bem além. Entenda melhor a seguir, neste artigo da psicóloga Maitê Hammoud!

Principais indícios da personalidade narcisista

Quem tem essa desordem, chama a atenção pelo padrão de grandiosidade expresso em suas fantasias e comportamentos. Estão sempre em busca da admiração daqueles que o cercam. Muitas vezes, são considerados arrogantes ou insolentes, além de carecerem de empatia.

O narcisista também é facilmente identificado pelas características a seguir:

  1. Sua percepção e discurso estão sempre voltados para valorizar excessivamente sua importância.
  2. Exagera ao falar de suas conquistas e talentos. Sua percepção de autoimagem distorcida faz com que enriqueça acontecimentos, conquistas ou habilidades, tornando-os grandiosos e memoráveis. Trata de passar a impressão de um "super-herói" ou de ser superior.
  3. Quando não recebe o retorno esperado, demonstra-se incomodado e tende a desvalorizar contribuições reais daqueles que ajudaram de alguma maneira seus projetos, conquistas ou sucesso. É o tipo de pessoa que costuma levar o mérito sem que se importe com a perda das amizades ou mágoas que poderão provocar.
  4. Por se sentir único e fabulosamente especial, costuma se comparar com pessoas famosas ou privilegiadas, e aceita se relacionar apenas com pessoas que acredita estar no mesmo nível que o seu.
  5. Diante da necessidade de buscar um profissional como um advogado ou médico, o narcisista não poderia agir diferente: aceita ser atendido apenas por profissionais renomados ou famosos, podendo deixar de buscar atendimento na ausência de recursos financeiros ou contrair dívidas por sua vaidade.shutterstock-507391510.jpg
  6. A busca excessiva por admiração demonstra, na verdade, o quanto sua autoestima é frágil. Por isso, tendem a se relacionar com pessoas que possuem baixa autoestima e possam oferecer segurança por sua fragilidade, garantindo a admiração e manipulação que o narcisista necessita.
  7. Sempre espera que sua presença seja celebrada.
  8. A necessidade de receber elogios faz com que tenha uma postura sedutora.
  9. Fica furioso quando não é tratado como acredita merecer. Esperar em filas, não contar com atendimentos privilegiados ou regalias é algo que não faz parte das possibilidades do cotidiano do narcisista. Quando isso ocorre, costuma desencadear comportamentos agressivos ou arrogantes.
  10. Busca posições de poder em seus grupos sociais e profissionais, para receber a serventia e dedicação daqueles que o cercam. Neste sentido, é comum, inclusive, que chegue a explorar aqueles que se encontram em posições submissas.
  11. Com frequência, inicia relações afetivas e de amizade com a esperança de o parceiro ou amigo valorizar sua autoestima e imagem.
  12. Carece de empatia e não se importa com os sentimentos do outro. Seus discursos costumam ser longos, detalhados e voltados para suas necessidades e preocupações; verdadeiros monólogos para monopolizar o foco e a atenção de seu expectador.
  13. Chamam atenção por sua frieza emocional e falta de reciprocidade.
  14. Suas ambições e planos para o futuro estão sempre voltados para o sucesso ilimitado, poder, brilho, beleza e amor ideal.
  15. Por se achar especial, acredita merecer absoluto respeito e admiração.
  16. Sua percepção irreal sobre si mesmo leva a pensar que possui direitos ou privilégios, algo que o diferencia dos demais.
  17. É invejoso, mas jamais vai admitir esse sentimento. Projetam nos outros a inveja, e em seu discurso as queixas sobre a inveja daqueles que o rodeia está sempre presente, vitimando-se por ser alguém tão especial e bem-sucedido.

shutterstock-495936970.jpg

Tratamento para o transtorno de personalidade narcisista

A manifestação desse quadro costuma ocorrer no início da vida adulta e se mostra presente nos vários contextos da vida: profissional, social, afetivo e familiar.

A personalidade narcisista afeta maiormente pessoas do sexo masculino. As estatísticas revelam que são responsáveis por 50 a 75% dos casos diagnosticados.

Pessoas que possuem esse transtorno de personalidade, além de serem desagradáveis no cotidiano, oferecem riscos de prejuízos emocionais, financeiros e acadêmicos, por carecerem de empatia e não estar preocupados com causar danos a terceiros.

O tratamento pode envolver acompanhamento psicológico e psiquiátrico, devendo ser avaliado individualmente por um profissional da saúde mental.

Leia mais: Personalidade antissocial: saiba mais sobre o transtorno

Leia mais: Personalidade histriônica: saiba mais sobre o transtorno

Leia mais: Personalidade borderline: saiba mais sobre o transtorno

Leia mais: Personalidade dependente: saiba mais sobre o transtorno

Leia mais: Personalidade evitativa: saiba mais sobre o transtorno

Leia mais: Personalidade paranoide, esquizoide ou esquizotípica: saiba mais

Leia mais: Personalidade obsessivo-compulsiva: saiba mais sobre o transtorno

Fotos: por MundoPsicologos.com

Escrito por

Maitê Hammoud

Psicóloga Número do CRP: 06/112988

Psicóloga clínica com curso de aperfeiçoamento em psicanálise, é especialista no atendimento de adolescentes, adultos e terceira idade. Seguindo a abordagem psicanalítica e da terapia breve, atua com foco em transtornos emocionais e comportamentais, relacionamentos interpessoais e questões familiares.

Ver perfil
Deixe seu comentário
1 Comentários
  • Evellin Davilla

    Há mais de 30 anos eu convivi com essa personalidade dentro da minha família. Hoje a família está completamente DESTRUÍDA pq ela conseguiu fazer isso. E ainda por cima levou a minha filha pra perto dela. Plantou a sementinha do mal no coração dela e hoje não nos falamos. Já tem mais de 1 ano e meio que não vejo ela.

últimos artigos sobre transtornos personalidade