MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

O que é histeria e quais os principais sintomas?

Segundo a psicanálise, a histeria é uma manifestação sintomática que faz parte da neurose. Neste artigo trataremos da conceitualização do sintoma e suas principais causas e manifestações.

31 Out 2015 Problemas psicológicos - Leitura: min.

psicólogos

A psicologia estuda o comportamento humano e seus processos mentais, assim como o que os motivou. Parte do preceito de um mundo subjetivo de cada um, respeitando a existència do outro como única.  

A histeria começou a ser percebida e estudada por Freud entre 1895 e 1969. Naquela época, não existia uma explicação plausível ou alterações orgânicas que a justificassem. Ela foi, então, encaixada no grupo das neuroses. Neste artigo falaremos sobre sua definição e de como ela se manifesta. 

O que é a histeria?

Segundo a definição de Freud, que conformou a teoria da psicanálise, a histeria é uma variante anormal do comportamento, com origem totalmente psíquica. É marcada por uma atitude exagerada e escandalosa.

A pessoa tem reações emocionais que beiram o teatral e é capaz de converter conflitos psíquicos em problemas físicos. Normalmente, a histeria está associada a mulheres, mas também pode se manifestar em homens.

O histérico finge doenças inexistentes, sabe que seu sofrimento não é real, mas o utiliza para escapar de uma situação que para ele é insuperável ou apenas para satisfazer uma necessidade.

Segundo especialistas, a histeria surge na adolescência. A partir daí, a pessoa vai intercalando períodos de tranquilidade e calma com surtos histéricos.

Ao longo de suas observações e estudos voltados principalmente para o famosos caso "Ana O.", Freud identificou que as manigestações físicas eram conversão de lembranças reprimidas de grande intensidade emocional. Nos dias atuais, este mecanismo de conversão facilmente seria entendido através do conceito de psicossomática. Vale ressaltar que as manifestações histéricas de alguém, embora demonstrem muita teatralidade, não são voluntárias e nem controláveis. Aquele que sofre de uma crise de histeria pode enfrentar inúmeros prejuízos físicos, psíquicos e sociais, até que seja possível, no processo da psicoterapia, a elaboração de seus conteúdos reprimidos, sentidos como perturbadores. 

Quais são os sintomas da histeria?

Uma das características da histeria é a capacidade de imitar os sintomas de praticamente qualquer doença. Em estágios mais avançados pode até resultar em quadros de paralisia, surdez ou cegueira.

flickrsendmeadrift2.jpg

Os sintomas da histeria podem ser divididos em dois grandes grupos:

  • dissociativos: quando acontece uma espécie de rompimento com a consciência, causando desmaios, amnésias, automatismos, entre outros.
  • conversivos: são as manifestações físicas dos conflitos psíquicos. Podem aparecer sob a forma de contraturas, perda da fala, tremores, espasmos, tiques, entre outros.

Há algo em comum a todos os histéricos: procuram sempre chamar a atenção para si, seja provocando ciúmes, compaixão ou enaltecendo sua superioridade. Para tratar um histérico é preciso recorrer a um psicólogo especializado

E, dependendo da gravidade do caso, será necessário ainda o acompanhamento com um psiquiatra, para aliar o uso de medicamentos antidepressivos e ansiolíticos à terapia.

Fotos (ordem de aparição): lanier67 e Send me adrift. (Flickr)

1 Curtir

Deixe seu comentário

INFORMAÇÃO BÁSICA SOBRE PROTEÇÃO DE DADOS
Responsável: Verticales Intercom, S.L.
Finalidades:
a) Envio de solicitação ao cliente anunciante.
b) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços próprios.
c) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços de terceiros de diferentes setores de atividade, podendo implicar repasse dos dados pessoais a esses terceiros.
d) Segmentação e elaboração de perfis para fins publicitários e para prospecção comercial.
e) Gestão dos serviços e aplicativos oferecidos pelo Site ao Usuário.
Legitimação: Consentimento do interessado.
Destinatários: Está previsto o repasse dos dados aos clientes anunciantes para atender suas solicitações de informação sobre os serviços anunciados.
Direitos: Tem o direito a acessar, retificar e eliminar os dados ou se opor ao tratamento dos mesmos ou a alguma das finalidades, bem como outros direitos, como se explica na informação adicional.
Informação adicional: É possível consultar a informação adicional e detalhada sobre Proteção de Dados em br.mundopsicologos.com/proteccion_datos

Comentários (5)

Você não pode deixar de ler...