A psicologia pode ajudar a tratar a insônia?

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Quem sofre de insônia tem dificuldades para dormir, o que provoca cansaço, irritabilidade e dificuldade de concentração. Mas quais são as causas deste problema?

31 Out 2015 · Leitura: min.
A psicologia pode ajudar a tratar a insônia?

O sono é um momento revigorante, em que o corpo se relaxa, descansa das atividades do dia e reúne forças para a nova jornada. Mas há pessoas que têm dificuldades de ter uma noite tranquila de sono, porque demoram muito a adormecer e, quando isso acontece, nunca é contínuo.

Trata-se de um quadro de distúrbio do sono, popularmente conhecido como insônia. Neste artigo falaremos das causas deste problema e como é possível enfrentá-lo. Confira!

Quais são as causas da insônia?

Os episódios de insônia podem ser provocados pelo consumo excessivo de substâncias como café, nicotina e outros estimulantes. Também podem aparecer se a pessoa tem o costume de comer muito tarde e em grandes quantidades.

A insônia pode ainda ser efeito colateral do consumo de determinados medicamentos, entre eles remédios para controle da pressão, antialérgicos e antidepressivos.

Mas a maior parte dos casos de insônia tem sua origem em outros problemas, especialmente depressão, ansiedade e stress.

Vale lembrar que os distúrbios do sono são ainda mais comuns em idosos, que com o passar dos anos vão diminuindo a quantidade de atividade diária, tendo mais tempo livre para as sonecas durante o dia, o que contribui para uma noite mal dormida.

Quais as consequências da insônia?

Quem não consegue dormir bem tem seu ritmo biológico alterado. Os primeiros sintomas a aparecer são cansaço diurno, falta de energia e mal humor. Mas há ainda outras consequências:

  • dores de cabeça
  • dificuldade de concentração
  • problemas gastrointestinais
  • irritabilidade
  • ansiedade
  • risco de acidentes

flickrbark.jpg

Quem tem distúrbio do sono pode ser dividido em dois grandes grupos: os que sofrem de excitação mental e o que sofrem excitação somática (o corpo é agitado). Exercícios para respiração e técnicas de relaxamento são uma ótima opção para amenizar os problemas de insônia em ambos os casos.

Como tratar a insônia?

Em casos crônicos é fundamental o acompanhamento médico. O paciente precisará da ajuda de medicamentos para recuperar um padrão de sono saudável.

O suporte de um psicólogo especializado em distúrbios do sono, entretanto, é indispensável para atacar todos os sintomas que provocam a insônia, já que, na maioria dos casos, são de fundo psíquico.

Para encontrar um especialista perto de você, clique aqui. E se você ainda ficou com dúvidas sobre o tema, envie sua pergunta aos psicólogos do portal.

Fotos (ordem de aparição): por Alyssa L. Miller e bark (Flickr)

psicólogos
Escrito por

MundoPsicologos.com

Deixe seu comentário
Comentários 1
  • Raquel

    Nunca imaginei que a psicologia poderia ajudar no tratamento da insônia.