Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Você tem problemas para dormir bem?

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Você tem problemas para dormir? Não está sozinho nisto, tenha certeza! O problema é que muita gente acha que basta tomar um comprimido que tudo estará resolvido. Cuidado!

12 MAR 2014 · Leitura: min.
Você tem problemas para dormir bem?

Muitas pessoas nos grandes centros urbanos relatam problemas de sono: custam a dormir, ou acordam várias vezes durante à noite. Com o excesso de oferta das indústrias farmacêuticas, muita gente acha que é só tomar um comprimido que o problema está resolvido.

Porém, vários remédios, se adotados e usados a longo prazo, podem causar dependência, dentre outros efeitos colaterais. Portanto, é mais racional – e certamente muito mais saudável – mudar hábitos. Com os hábitos certos, medicamentos podem até ser dispensados. Mas, atenção: caso você esteja usando algum procure quem o prescreveu para orientação da retirada gradual do medicamento. Ah, sim: e nunca se auto medique, principalmente nestes casos.

Mas o que causa dificuldade para dormir?

Afastadas as causas orgânicas (hipertensão, diabete e a obesidade – que aumenta a possibilidade de apneia, bem como a HPB), que atrapalham a profundidade e continuidade do sono, alguns hábitos podem ajudar bastante a dormir melhor. Dicas de conhecimento popular são organizar o seu quarto para que fique o mais escuro possível. Nenhum som ou ruído também facilitam. Isto inclui desligar o celular – ou pelo menos desconectá-lo da internet: alerta de emails, torpedos ou whatsapp podem acordar e dificultar conciliar o sono de novo.

Talvez o mais difícil seja convencer a abrir mão do hábito de assistir à televisão no quarto. Por vezes até cair no sono, se assiste a programas de conteúdo violento ou tenso. Mesmo sendo ficcional (e muitas vezes, não é) o conteúdo do que se assiste contribui para aumentar a tensão e a ansiedade. A mente não para e não autoriza o corpo a relaxar – o que pesa na dificuldade de um sono tranquilo.

Dicas para melhorar o sono

Portanto, atenção também à qualidade do que você faz, vê e ouve, próximo à hora de dormir. Caso você tenha tv no quarto, tente desligá-la pelo menos uma hora antes de dormir. Se não conseguir mudar tanto assim, pelo menos, selecione programas mais tranquilos: nada de noticiário, filmes de guerra ou ação. Por mais que você, racionalmente, ache que 'dá conta', não é isto o que muitas vezes acontece. A mente, superestimulada, fica alerta.

Por este mesmo motivo, exercícios físicos à noite também superestimulam a mente. Deve-se evitar ao máximo, pelo menos três horas antes de dormir, segundo as pesquisas indicam. Se for inevitável, procure atividades mais light, como yoga, pilates ou alongamento.

Ainda sobre a apneia, este problema é agravado pelo excesso de peso. Também há uma maior incidência em quem se deita logo após uma lauta refeição ou após ingerir de bebidas alcoólicas. Existem lugares em que se pode fazer um exame, durante a noite, mensurando a qualidade do sono.

Outra boa forma de melhorar o sono são os exercícios respiratórios ou meditação. Procure se informar sobre estas técnicas e adote um estilo mais saudável. Noites bem dormidas melhoram os relacionamentos conjugais, profissionais e também contribui para combater a obesidade – você sabia?

Escrito por

Thays Babo

Ver perfil
Deixe seu comentário

Últimos artigos sobre Dicas de psicologia