Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Tenho obsessões e manias

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

O termo obsessão é definido como "um distúrbio emocional produzido por uma ideia fixa" ou "uma ideia que com persistência domina a mente".

2 SET 2019 · Leitura: min.
Tenho obsessões e manias

No entanto, costumamos usar o termo "manias" e não "obsessões", porque pensamos que as manias são até certo ponto normais e todos temos as nossas.

Assim, dizemos "tenho o hábito de contar os passos que dou quando caminho", "tenho o hábito de somar os números das placas dos carros", "tenho o hábito de verificar várias vezes se fechei a porta da garagem", "tenho o hábito de lavar as mãos várias vezes durante o dia", "tenho o hábito de ler o que estou lendo duas vezes", etc. Esses seriam alguns sintomas obsessivos aos quais nos referimos com a palavra "manias".

Esse é o seu caso? Faça o teste e descubra:

A verdade é que nem todos os sintomas chamados "obsessivos" são igualmente graves, mas é preciso levar em conta sua intensidade e frequência e, especialmente, se estão causando prejuízos na vida pessoal e social. Existem diferentes níveis de obsessão, que variam dos menos graves, que corresponderiam à presença de traços obsessivos, aos mais graves, consistindo em um transtorno da personalidade obsessiva ou um transtorno obsessivo-compulsivo.

Quando falamos de traços obsessivos, estamos nos referindo à pontualidade, ordem, responsabilidade, autoexigência e meticulosidade, características que são altamente valorizadas socialmente e, mais ainda, no mundo laboral. Assim, esse padrão de comportamento é sinônimo de bom trabalhador, que cuida dos interesses da empresa e coloca em segundo plano os da família. Isso geralmente significa que a pessoa é altamente valorizada por seus chefes e se mostre muito complacente, responsável e autoexigente em seu trabalho. No entanto, em sua vida familiar, é provável que se comporte de maneira rígida e intransigente.

Transtorno da personalidade obsessiva

Poderíamos também falar em transtorno da personalidade obsessiva quando as características acima são exageradas e comprometem significativamente o ambiente familiar, social e laboral. As pessoas com esse distúrbio geralmente são caracterizadas por uma preocupação excessiva com ordem, organização e horários; dedicação excessiva ao trabalho, deixando de lado as obrigações familiares, sociais ou de lazer; inflexibilidade e perfeccionismo, a incapacidade de delegar a outros ou a dificuldade de ver outros pontos de vista que não os seus.

Transtorno obsessivo-compulsivo

O transtorno obsessivo-compulsivo seria o nível mais grave, em obsessões e compulsões (rituais) apareceriam como os exemplos que estabelecemos no início do artigo, podendo causar uma grande incapacidade de desenvolver a vida cotidiana, apesar do fato da pessoa, em muitos casos, estar ciente de que seus pensamentos e comportamentos possam ser absurdos.

Apesar das "manias" nem sempre refletirem um distúrbio, é preciso ficar atento a alguns sinais. Se certos pensamentos e rituais ou "manias" ocupam uma parte importante do dia, se eles representam várias das características descritas acima e, sobretudo, se causam prejuízo a uma ou várias áreas de sua vida, é necessária a intervenção profissional, seja psicológica ou psiquiátrica. Para uma melhor qualidade de vida, é importante estar atento, sem se obcecar, a determinados comportamentos que não são escolhidos por nós e que tiram nossa liberdade.

psicólogos
Linkedin
Escrito por

MundoPsicologos.com

Deixe seu comentário
3 Comentários
  • Paulinha Sá

    Mujto interessante gostei.

  • Mirene Mota

    Muito bom esse site. Pq muitas vezes a pessoa desconhece que precisa de ajuda

  • Solange lopes Ramos

    Muito útil isso nos faz pensar um pouco mais sobre nossos atos e nossas atitudes perante o que é normal e anormal.

últimos artigos sobre toc