Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Mitos e verdades sobre o sonambulismo

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

O sonambulismo geralmente é tratado com humor no cinema, mas se trata de um distúrbio do sono que precisa de cuidados e atenção. Conheça alguns dos principais mitos e verdades sobre o tema.

9 AGO 2017 · Leitura: min.
Mitos e verdades sobre o sonambulismo

O sonambulismo é um distúrbio do sono que já fui muito abordado nas telas do cinema, e até mesmo em desenhos infantis. Porém, nem tudo é como se vê na ficção.

Existem muitos mitos sobre o sonambulismo, o que leva algumas pessoas a acreditarem sofrer com o problema. Em grande parte, isso é causado pela falta de conhecimento adequado sobre o assunto, sintomas, como se manifesta e quais os problemas associados.

É importante ressaltar que o sonambulismo, sim, é real. Pessoas com o distúrbio podem levantar enquanto dormem e realizar atividades simples, como trocar de roupa, caminhar pela casa e ligar a TV, por exemplo. Para que você possa entende um pouco melhor, separamos alguns mitos e verdades sobre o assunto.

O sonâmbulo está inconsciente

Verdade. O sonâmbulo pode até mesmo estar caminhando pelo quintal de casa, mas se encontra totalmente inconsciente do que está fazendo. Por isso, é natural que não se lembre de nada quando acordar.

O sonâmbulo corre riscos

Verdade. Como a pessoa está 100% inconsciente, os riscos estão associados a possíveis quedas de lugares altos, manipular objetos cortantes, conseguir sair de casa sem ser percebido, etc. O indicado é que haja proteção em portas e janelas, como redes e cadeados. Além disso, é importante evitar que facas e outros objetos do tipo fiquem expostos.

O sonâmbulo não pode ser acordado

Mito. A pessoa que sofre com o distúrbio pode, sim, ser acordada, mas é preciso que isso não seja feito de forma brusca. Como o sonâmbulo está dormindo, pode se assustar ao ser despertado. O mais habitual sempre é tentar levar o sonâmbulo de volta para o quarto, para a cama; ele geralmente não oferece resistência.

O sonâmbulo fica muito tempo em crise

Mito. Os especialistas costumam afirmar que a crise de sonambulismo dura cerca de 5 minutos. Por isso, ao invés de acordar a pessoa, o ideal é apenas observá-la e evitar que faça algo que lhe ofereça risco.

shutterstock-369866501.jpg

O sonâmbulo costuma ser criança

Verdade. O distúrbio é comum em crianças de até 5 anos, podendo chegar a uma incidência de 40%. Na adolescência, a observação de casos de sonambulismo cairia para 30%, e na fase adulta, somente 1%.

O sonâmbulo responde o que for perguntado

Mito. Normalmente, as frases ditas pelo sonâmbulo não estão relacionadas com a realidade, e podem ser bastante desconexas. Isso não os impede, por exemplo, de fazer alguma referência a algo que ocorreu durante o dia.

O sonâmbulo caminha de braços abertos e olhos fechados

Mito. Apesar de ser a cena mais comum no imaginário coletivo, o sonâmbulo caminha com os olhos abertos. Por isso, se locomove com facilidade, manuseia objetos sem grandes problemas. No entanto, seu cérebro está em estado de sono.

O sonambulismo é temporário

Verdade, para a maioria dos casos. Não é à toa que o distúrbio se manifesta mais na infância, quando justamente o sistema nervoso está amadurecendo o processo do sono.Porém, em algumas situações pode ser duradouro, demandando tratamento médico e, inclusive, terapias.

O que fazer com um caso de sonambulismo?

O sonambulismo não tem cura, mas tem tratamento. É normal que as crises sejam mais frequentes quando a pessoa passa por momentos difíceis, como situações stress, depressão, cansaço e ansiedade. O uso de alguns medicamentos também pode acaber interferindo no sono.

Diante de situações assim, o mais indicado é que a pessoa procure a ajuda de um profissional.

Fotos: por MundoPsicologos.com

psicólogos
Linkedin
Escrito por

MundoPsicologos.com

Deixe seu comentário
1 Comentários
  • Tati Rocha

    Tive sonambulismo na infancia na mesma epoca que sofria abuso sexual e ninguem sabia, so o abusador que morava na mesma casa, achei interessante a explicacao do texto sobre desenvolvimento do sistema nervoso e passando por momentos de estresse, odeio quando dizem que e normal, nao acredito que seja normal, ao menos problemas espirituais! Obrigado!

Últimos artigos sobre Problemas psicológicos