Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Loucos de ciúmes: faça o teste e veja em que nível você está

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

O resultado deste teste deve ser levado em consideração apenas como hipóteses a serem melhor investigadas. Por isso se detectar “um sinal de alerta”, procure um profissional especializado

22 MAR 2016 · Leitura: min.
Loucos de ciúmes: faça o teste e veja em que nível você está

Comportamentos compulsivos, como examinar bolsos, carteiras, recibos, contas, roupas íntimas e lençóis, ouvir telefonemas, abrir correspondências, verificar registros de ligações e mensagens no celular, além de fazer visitas surpresas para confirmar suspeitas. Estes são apenas alguns indícios da "síndrome do ciúme", alimentada pela ilusão de que é possível controlar o que o outro sente e faz.

Um exemplo disso é o caso descrito por um terapeuta sobre uma paciente que chegava a marcar o pênis do marido com caneta para conferir a presença desse sinal no final do dia. Parece absurdo, mas há pessoas que fazem muito pior.

A pessoa que é ciumenta trava uma batalha consigo própria e não contra quem ama ou contra quem cobiça o bem amado. É no próprio núcleo do amor "ciumento" que se engendra a inquietação e cresce a biotoxina que a envenena. O ciumento permanece ambivalente entre o amor e a desconfiança de seu parceiro, tomando-se perturbado, com labilidade afetiva e obcecado por triangulações.

Estas pessoas precisam de constante reafirmação de seu amor-próprio. Em geral, desconfia de seu próprio valor e, por isso, tende a julgar que não é tão importante e nem bastante amada.

Especialistas do Laboratório Integrado dos Transtornos do Impulso (PRO-AMITI) do Instituto de Psiquiatria da Universidade de São Paulo (USP) elaboraram um teste com cinco perguntas que avaliam o nível de ciúme. Resposta afirmativa a maioria delas pode indicar ciúme excessivo e necessidade de ajuda profissional (fonte: Revista Mente e Cérebro, edição especial n0 48).

Faça o teste e veja em que nível você está:

1- Você pensa frequentemente que seu (sua) parceiro (a) pode ou é infiel a você?

2- Costuma mexer dos pertences dele (ou dela) em busca de informações sobre as suspeitas de infidelidade?

3- Já agrediu ou foi agredido (a) fisicamente por causa de ciúme?

4- Evita situações nas quais ele (a) possa conhecer alguém por quem possa se interessar (como jantares, festas, etc.)?

5- Já cogitou espioná-lo (a)?

O ciúme excessivo nada mais é do que o medo da perda, baixa autoestima e insegurança emocional, por isso é preciso ter atenção aos indícios de sua presença.O resultado do teste acima deve ser levado em consideração apenas como hipóteses a serem melhor investigadas. Por isso, se detectar "um sinal de alerta", procure um profissional de sua confiança.

Escrito por

Psicóloga Elaine Mardegan - NeoLiv

Ver perfil
Deixe seu comentário
1 Comentários
  • sol souza

    Minhas respostas foram todas sim.

últimos artigos sobre ciúmes