Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Como saber se meu ciúme é doentio?

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

O ciúme é uma resposta emocional natural, desencadeada pelo medo de perder alguém que é importante. Há comportamentos, porém, que estão fora de controle. Aprenda a identificar os sinais.

21 JUL 2017 · Leitura: min.
Como saber se meu ciúme é doentio?

O ciúme é uma resposta emocional que surge quando percebemos que algo ou alguma coisa supõe uma ameaça àquilo que consideramos nossa propriedade. É uma emoção que está relacionada à necessidade de possuir com exclusividade, por medo (real ou não) de perder a outra pessoa.

Ter ciúme não deixa de ser um comportamento natural. Respondemos a impulsos emocionais básicos de medo, raiva ou ciúmes, mas o problema é que nem sempre essas emoções são processadas da forma devida. Quando se perde o controle sobre ímpetos de possessão e submissão, as consequências para o relacionamento não são nada positivas.

São frequentes as cenas de desconfiança, as tentativas de controlar o que essa pessoa faz dentro e fora de casa, perde-se muito tempo imaginando os momentos de traição, há o impulso de revisar e-mails e redes sociais, já que a sensação de estar sendo enganado é quase uma constante.

Sem querer entrar no mérito de se o ciúme tem uma base real, é importante entender que, quando doentio, ele prejudica a ambos envolvidos na relação. Exatamente por isso, deve ser identificado e controlado, a fim de minimizar o mal-estar e permitir que haja cumplicidade e reciprocidade na relação, na presente ou na próxima, caso a situação atual seja irreconciliável.

shutterstock-222732544.jpg

Mas como saber se meu comportamento é "anormal"?

Para saber se seu comportamento, quando está com ciúme de alguém, se encaixa no nível doentio, é importante observar as consequências dos seus atos:

  • Você é capaz de se segurar e não reagir no momento? Sim ou não?
  • Quando o auge do ciúme passa, você é capaz de separar o real do imaginário? Exemplo: Meu namorado parou para conversar com uma mulher, e depois voltou para estar comigo. / Meu namorado está interessado nessa mulher, com certeza acha que ela é melhor do que eu.
  • Você é capaz de perceber que falou coisas que não devia e de pedir perdão? Sim ou não?
  • Você é capaz de conversar com tranquilidade sobre suas suspeitas e escutar o que ele(a) tem a dizer? Sim ou não?

Como é de se esperar, os "não" são prognósticos de que você pode estar caminhando em direção a uma patologia. Quando o ciúme é doentio, a pessoa exagera nas tentativas de controle, sem motivos aparentes. Por estar totalmente insegura e com a autoconfiança abalada, vive tratando de limitar a liberdade do outro. Acaba tentando minar qualquer atividade em que não possa estar presente.

Tudo isso é combustível para brigas intermináveis, e a vida do casal começa a estar por um fio. Quando mais dura essa situação, mais difícil é encontrar uma saída.

Há outros sinais que podem ajudar a medir o impacto das suas reações:

  • Falo coisas que realmente não sinto.
  • Necessito agredir emocionalmente meu companheiro(a) por algo que acho que ele(a) está fazendo comigo.
  • Quando lembro das discussões, não consigo me reconhecer.
  • As pessoas que convivem comigo não entendem meus comportamentos.
  • Me sinto mal pelas consequências dos meus atos.
  • Passo demasiado tempo tratando de explicar e justificar meus atos.

Vale lembrar que todos os comportamentos podem ser alterados, se a pessoa está implicada em fazê-lo e encontra o suporte necessário para consolidar os agentes de mudança.

Como aprender a lidar com o ciúme?

Quem tem ciúme doentio, precisa entender todo o processo que leva à ação, se quiser ficar livre da doença. Há causas que podem estar associadas a experiências prévias, inclusive da infância, que precisam ser descobertas e trabalhadas.

Por isso, a psicoterapia é importante, já que permite centrar os esforços nas causas e nos efeitos. Dependendo do caso, é possível que haja uma abordagem multidisciplinar, com o suporte de medicamentos para controlar os sintomas físicos e emocionais desencadeados pelos ataques de ciúme.

Precisando dividir sua história com pessoas que sabem o que você está sentindo?

__________________________________

Os quadros de ciúme doentio são mais frequentes do que imaginamos. Normalmente, vêm de comportamentos aprendidos em casa, sendo difícil entender e aceitar que algo que sempre se teve como normal e natural é, na verdade, um comportamento fora do padrão. Se precisar de ajuda para compreender seu funcionamento, entre em contato com psicólogos especializados em ciúme.

Fotos: por MundoPsicologos.com

psicólogos
Linkedin
Escrito por

MundoPsicologos.com

Deixe seu comentário

últimos artigos sobre ciúmes