Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

O conto da boneca Julieta

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Conto infantil que trata dos ciúmes entre irmãos, principalmente com a chegada de um bebê em casa.

4 MAI 2016 · Leitura: min.
O conto da boneca Julieta

Era uma vez uma boneca muito feliz, radiante, tagarela e colorida, que se chamava Julieta. Foi comprada por uma menina que gostava muito dela. Sempre se divertiam e a menina mostrava Julieta para todas as suas amigas. Até roupas novas a boneca ganhava de vez em quando.

Certo dia, de tão encantadora que Julieta era, a menina resolveu fazer uma festa de aniversário para ela, pediu para sua mãe fazer bolo e brigadeiro. Chamou suas melhores amigas e juntas cantaram parabéns. Julieta se sentia a boneca das bonecas. Quase não acreditava no quanto era querida pela menina.

O tempo passou, o sol nasceu, a lua tomou seu lugar, muitas coisas aconteceram, e dessa vez, quem fez aniversário de verdade, foi a menina. Uma festa muito animada sucedeu.

A mãe da menina, empolgada com o fato de ela gostar muito de bonecas, deu-lhe mais uma de presente, e essa agora se chamava "meu bebê". Era uma boneca toda rechonchuda com carinha linda de bebê, cheirinho de bebê, roupinha de bebê e até bico ela tinha.

Tanta fofura não passou despercebida. A menina se encantou com o "meu bebê" e mostrou para todas as suas amigas. Gostava tanto do cheirinho dele que até o colocava na sua cama quando ia dormir.

Mas Julieta... vendo aquilo tudo, se entristeceu. Não estava mais radiante, porque as pessoas não olhavam para seus raios como antes. Agora as atenções estavam voltadas para o tal do meu bebê. Ela ficava lá no quarto, aguardando ansiosamente pelo dia em que a menina voltaria a brincar com ela como antes. O problema é que ela queria brincar sozinha com a menina porque ficava com ciúmes do meu bebê.

Os dias passaram e a menina, já um pouco entediada, voltou-se para Julieta e ela, claro, ficou com uma felicidade que mal cabia em seu coração. As amigas chegaram para brincar e colocaram Julieta e meu bebê juntas.

A boneca estremeceu com medo de ser rejeitada. Mas desta vez... a brincadeira foi uma alegria só. A menina disse para as amigas que era a mãe de Julieta e do meu bebê e tinha um amor tão grande no coração que com certeza cabiam as duas lá. Todos acharam tudo muito divertido e até colocaram o meu bebê no colo de Julieta, porque afinal, irmã que é irmã, cuida da outra.

Escrito por

Tânia Maria Magalhães

Ver perfil
Deixe seu comentário

últimos artigos sobre ciúmes