Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Livrai-nos do ciúme, amém!

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

“O aspecto mais poderoso e profundo do relacionamento é a emoção. Se aprendemos a mudar as emoções, podemos mudar todos os nossos relacionamentos.”

26 MAI 2017 · Leitura: min.
Livrai-nos do ciúme, amém!

"O aspecto mais poderoso e profundo do relacionamento é a emoção. Se aprendemos a mudar as emoções, podemos mudar todos os nossos relacionamentos."

Superar o ciúme é como mudar qualquer reação ou comportamento emocional. Se inicia pela consciência. A consciência permite que você veja que as histórias projetadas em sua mente são fantasias, portanto não são verdadeiras. Quando você tem essa clareza há uma mudança de comportamento diante dos cenários que sua mente cria, fazendo com que tenha mais controle sobre suas atitudes, como por exemplo, evita uma crise de raiva.

É muito importante alterar seus pensamentos, checar em que você está acreditando –verificar o que sua imaginação está projetando para poder eliminar reações emocionais destrutivas. Mesmo quando há justificação para a reação, ciúmes e raiva não são maneiras positivas de lidar com a situação e obter o que queremos.

Importante saber que esforçar-se para mudar seu estado de raiva ou o ciúme, quando você está na emoção, é como tentar controlar um carro derrapando no gelo. Sua capacidade de lidar com a situação será muito melhor se puder ter uma orientação clara do perigo antes de chegar lá. O que eu estou querendo dizer neste caso, é que significa abordar as crenças que desencadeiam o ciúme em vez de tentar controlar suas emoções.

Para dissolver permanentemente as emoções, como raiva e ciúmes nos relacionamentos é necessário alterar as crenças centrais de insegurança e projeções mentais sobre o que seu parceiro está fazendo.

As etapas para dar cabo a estas reações negativas são:

1) Recuperar o seu poder pessoal – isto fará com que você possa obter o controle de suas emoções e assim eliminar o comportamento reativo.

2) Mudar o seu ponto de vista - faça uma revisão da história em sua mente. Isso lhe dará um intervalo de tempo onde você poderá fazer outras coisas, o que evitará uma reação ciumenta ou irritada.

3) Identificar as crenças negativas que desencadeiam a reação emocional.

4) Tomar consciência de que as crenças em sua mente não são verdadeiras - ter consciência bem diferente de "saber" intelectualmente que as histórias não são verdadeiras.

5) Desenvolver o controle sobre sua atenção para que você possa conscientemente escolher de que forma a história vai influenciar em sua mente e que emoções sente.

Há uma série de elementos que criam a dinâmica do ciúme. Como tal, soluções eficazes contém múltiplos elementos de crenças, ponto de vista, emoções e poder de vontade pessoal. Se você deixar de lado um ou mais desses elementos, deixará a porta aberta para que essas emoções destrutivas e comportamentos retornem.

Ao praticar alguns exercícios simples você pode retroceder da história que sua mente está projetando e abster-se da reação emocional. Se você realmente tem o desejo de mudar suas emoções e comportamento com certeza poderá fazê-lo. É preciso apenas a vontade de aprender habilidades eficazes. Faça uso das dicas acima e se precisar, procure um profissional de psicologia. Terapia é extremamente eficaz para o autoconhecimento, ressignificação de crenças, regular crises de ciúmes ou raiva.

Escrito por

Psicóloga Elaine Mardegan - NeoLiv

Ver perfil
Deixe seu comentário

últimos artigos sobre ciúmes