Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Como enfrentar um problema de sonambulismo?

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Não é nada fácil lidar com um quadro de sonambulismo. A pessoa levanta pela noite, caminha e, no dia seguinte, não é capaz de recordar nada. Veja como enfrentar esse problema.

1 NOV 2015 · Leitura: min.
Como enfrentar um problema de sonambulismo?

O sonambulismo é um transtorno do sono, que faz com que a pessoa levante da cama e caminhe pela casa sem se despertar realmente. Pode parecer estranho e está curioso. Porém, conviver com esse problema não deixa de ser estressante, tanto para o paciente como para os familiares.

Mas qual é a causa dos episódios de sonambulismo? Como é possível enfrentar este problema? Neste artigo respondemos essas e outras dúvidas. Confira e compartilhe sua experiência na seção de comentários.

As causas do sonambulismo

Quem tem sonambulismo tem um despertar desequilibrado do cérebro. Isso quer dizer que as funções motoras estão ativas enquanto a consciência permanece "dormindo". Por isso a pessoa é capaz de caminhar, fazer tarefas simples como escovar os dentes, ir ao banheiro, procurar comida na geladeira ou assistir televisão. Tudo isso sem ter consciência do que está fazendo.

Os episódios podem se repetir mais de uma vez durante a noite. Trata-se de um transtorno relativamente comum, especialmente entre crianças e adolescentes. Com o passar dos anos, as manifestações vão ficando menos intensas, porém não deixam de ser preocupantes, já que normalmente estão associadas a outros problemas de ordem neurológica.

Ainda há divergências na hora de determinar as causas do sonambulismo. Os especialistas, entretanto, trabalham com uma série de fatores que podem aumentar as possibilidades de ter o problema:

  • depressão
  • stress
  • cansaço
  • mudanças constantes na rotina do sono
  • uso de determinados medicamentos
  • quadros prévios de problemas como apneia, síndrome das pernas inquietas, narcolepsia, traumatismo craniano, entre outros.
flickrtroistetes.jpg

Principais sintomas do sonambulismo

A pessoa num episódio de sonambulismo pode não responder ou comunicar com os demais, é difícil de ser acordada e normalmente está confusa e desorientada ao despertar.

Ela não se lembrará de nada na manhã seguinte, mas, em função das perturbações do sono sofridas na noite anterior, terá sono diurno, nervosismo e mau humor.

Apesar de o sonâmbulo ser capaz de fazer várias coisas no estágio de consciência inativa, dificilmente sai de casa, dirige, age de forma violenta ou agressiva.

Como tratar o sonambulismo

O tratamento deste transtorno pode requerer o uso de medicação, mas em todos os casos é importante um acompanhamento psicoterapêutico, para amenizar tanto causas como consequências psíquicas do sonambulismo.

Para entrar em contato com um psicólogo especializado em questões de sonambulismo e transtornos do sono, clique aqui.

Fotos (ordem de aparição): por practicalowl e Trois Têtes (Flickr)

psicólogos
Linkedin
Escrito por

MundoPsicologos.com

Deixe seu comentário

Últimos artigos sobre Problemas psicológicos