Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

7 erros mais comuns depois de uma separação

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

O processo de separação pode ser desgastante e nunca é uma experiência agradável. Neste artigo, compartilhamos algumas dicas para evitar que o sofrimento se prolongue desnecessariamente.

16 JUL 2018 · Leitura: min.
7 erros mais comuns depois de uma separação

Separar não é fácil, principalmente se o relacionamento foi longo e intenso. Mas é possível passar por essa experiência e sair dela com os recursos necessários para começar uma nova etapa da sua vida.

Para isso, é fundamental evitar cometer aqueles erros que acabam tornando o processo mais doloroso. Sabe a que nos referimos? Não? A seguir, listamos os 7 erros principais:

1) Não tente apressar a recuperação

O fim do relacionamento geralmente não chega de comum acordo. Na maioria dos casos, há uma parte que toma a decisão de colocar o ponto final e a outra que não deixa de ser pega de surpresa. É um momento de sentimentos desencontrados, e você precisa se permitir o tempo necessário para digerir o fim.

Não tenha medo de sofrer, de sentir saudade, de lamentar o desfecho ou até mesmo ter começado o relacionamento. Não queira forçar uma rápida melhora, pulando para outro relacionamento sem que a ferida esteja devidamente cicatrizada. Se você ceder a esse impulso, acabará prejudicando sua real recuperação.

2) Mantenha as devidas distâncias

Sabe aquele impulso de pegar o telefone e mandar uma mensagem, revisar as redes sociais, para tentar descobrir como o outro está lidando com a separação? Francamente, o recomendável é tratar de controlá-lo.

Mesmo se o fim do relacionamento ocorrer de forma amigável, seguir alimentando o contato, com encontros eventuais e conversas, acabará sendo nocivo. Você precisa de tempo e espaço para pensar em suas prioridades, analisar em que ponto está e onde quer chegar, tanto em relação à sua vida amorosa como a outros aspectos da sua vida.

3) Não se isole

Especialmente se a decisão de terminar não foi sua, é natural sentir-se perdida/o, sem chão, com pouca disposição para sair e conversar. Porém é importante reforçar os laços com amigos e familiares, evitando dar espaço ao isolamento.

Estar com pessoas que têm estima por você, que valorizam suas qualidades e aceitam seus defeitos, é um dos melhores antídotos para a tristeza que caracteriza este momento.

shutterstock-725426836.jpg

4) Não queira ser vítima

Se você cai na armadilha de estar constantemente se lamentando, repetindo o quanto está sofrendo pela separação e por tudo que aconteceu até este desenlace, pode não conseguir sair mais desse círculo vicioso.

Você acabará alimentando a amargura, algo que limita (e muito) suas possibilidades futuras. Estar aberto para a novidade e o imprevisível é importante, pois atrai coisas positivas.

5) Não confunda saudade com desejo de reatar

Sentir falta do companheiro/a, da vida que levavam juntos, é algo normal, principalmente durante o tempo em que está se acostumando/a a ficar sozinha de novo. Os relacionamentos nunca são perfeitos, mas se duram, é porque havia conexão e sentimento.

Porém, sentir saudade não quer dizer que você deseja ou deva voltar. É importante dar-se tempo, tratar de entender se há algo de idealização do passado, superar a frustração. É a forma de ver as coisas com mais claridade.

6) Não tente provocar ciúmes

Você precisa reservar toda a sua energia para você, para seus projetos e para começar uma nova etapa da sua vida. Nela, não deveria haver espaço para fazer algo simplesmente para incomodar o outro, provocar o outro. Este não é o caminho que te leva à felicidade.

7) Acredite no amor

Uma reação natural diante da decepção é tentar se preservar de desilusões futuras, evitando se abrir a novas experiências. É importante que você rompa essa inércia e, quando se sinta preparada/o, retome sua fé no amor.

Para que um relacionamento valha à pena, não precisa durar para sempre. Você somente precisa dar-se a chance de conhecer pessoas interessantes, que marcarão você positivamente e colaborarão para definir quem você é.

psicólogos
Linkedin
Escrito por

MundoPsicologos.com

Deixe seu comentário

últimos artigos sobre atualidades sobre psicologia