3 maneiras de aproveitar o tempo livre

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Temos que concordar: é impossível ser produtivo constantemente. Ter tempo livre é essencial para o nosso bem-estar mental e físico.

29 Jul 2019 · Leitura: min.
3 maneiras de aproveitar o tempo livre

Vivemos em uma sociedade que está constantemente se esforçando para fazer algo produtivo: o ócio parece um absurdo e uma verdadeira perda de tempo. Se tivermos cinco minutos livres, checamos nosso e-mail, se tivermos algumas horas, aproveitamos a oportunidade para nos dedicarmos a uma atividade pendente. O desejo de ser produtivo não está relacionado apenas ao trabalho, mas também à nossa vida privada. Raramente, conseguimos passar um tempo sozinhos e fazer uma pausa como se merece.

O tempo livre, ainda que subestimado, é composto por atividades de significado profundo que promovem a inclusão social e convidam à expressão de si mesmo.

É assim que Clara Inocencio, uma estudante de doutorado em psicologia social da Universidade de Kent, explica a importância do tempo de lazer.

Pare de se sentir culpado

Embora o lazer tenha uma enorme importância para o nosso bem-estar, nos faz sentir culpados, como se cada minuto do nosso dia tivesse um propósito e como se tivéssemos que nos lembrar constantemente da nossa lista de tarefas. Por quê? Porque poderíamos usá-lo nos dedicando a atividades mais "produtivas".

Então, acabamos gastando muito tempo no trabalho, comendo na frente do computador ou, ou até mesmo, reduzindo nosso horário de almoço, porque temos muitas coisas para fazer. Você acha que isso nos torna mais produtivos? Não, simplesmente ficaremos mais cansados ​​e frustrados.

Nos sentimos culpados quando não somos produtivos, mas isso é um erro. Se, por exemplo, deixarmos de cumprir um prazo, não devemos sentir que somos fracassados ou que não somos bons em nada. Devemos pensar que somos seres humanos, que precisamos descansar e que provavelmente estamos sobrecarregados. Cabe a nós definir em posição estamos.

Mas como usar o tempo livre?

Segundo a psicóloga, há três maneiras de usá-lo que nos ajudaria a controlar o stress:

  • tempo livre para confortar: esse termo se refere a atividades como correr ou caminhar. São atividades que ajudam a se livrar do stress e a reorganizar pensamentos
  • tempo livre para melhorar o humor: nos referimos aos momentos que nos deixam de bom humor, como participar de atividades recreativas ou ir a um show de comédia
  • tempo livre para passar com os outros: obviamente, nos referimos ao tempo que dedicamos a estar na companhia de outras pessoas, como um jantar em família ou uma confraternização com amigos

Não há uma maneira melhor que outra para gastar o tempo livre. De acordo com a psicóloga, é importante que seja algo ativo e não passivo, como assistir TV. Nesse sentido, é melhor dedicar o tempo apreciando uma exposição de arte, por exemplo. Aqueles que realizam esse tipo de atividade teriam menos ansiedade e um melhor humor.

Além disso, atividades recreativas geralmente reduzem o stress, a ansiedade e o risco de desenvolver demência ou Alzheimer. Se essas atividades estiverem relacionadas a exercícios físicos, os benefícios para a saúde são multiplicados.

Quando temos nossas melhores ideias?

Normalmente, as melhores ideias chegam enquanto tomamos banho ou enquanto caminhamos. Coincidência? Não. Isso acontece porque nos distanciamos de uma determinada atividade ou do problema que nos perturba. Isso mostra que tomar o tempo livre é importante para aumentar nossa criatividade e que sua falta leva a bloqueios criativos.

Já aconteceu com você que, concentrando-se demais em algo, ficou bloqueado? Aqui está a explicação: nosso cérebro detecta mudanças e a atenção excessiva ao por muito tempo só dificultará a execução de uma tarefa. Portanto, é melhor fazer pequenas pausas mentais, especialmente quando estamos diante de um problema criativo.

Como a psicóloga explica, é precisamente quando estamos descansando que somos capazes de resolver os problemas mais difíceis. Achamos que precisamos nos manter focados o tempo todo, em vez disso, precisamos nos distanciar do que estamos fazendo e retomá-lo mais tarde.

Lembre-se, portanto, que há um tempo para tudo. Há tempo para se dedicar ao trabalho e, em geral, para ser produtivo, mas também é preciso dedicar tempo para si mesmo.

psicólogos
Escrito por

MundoPsicologos.com

Deixe seu comentário
Comentários 4
  • VIVIANE SANTANA

    Gostei muito preciso fazer quase tudo para melhorar o bem estar da minha vida e ser mais feliz!!!!!

  • Nadia Karoline Galvão Fontinele

    Muito Bom! Estes artigos vem me ajudando bastante.

  • fernando silva sales

    Muito bom este artigo.

  • Marcio

    Excelente artigo. Essa é a famosa produtividade do ócio.