MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Como lidar com pais inimigos do filho?

Feita por >lisa>. 10 Out 2017 7 respostas  · Terapia familiar

O que a psicologia diz sobre conviver num meio de gente doentia psiquicamente e que prejudica com palavras e ações, inclusive, perante os demais, o próprio filho que já é adulto, mas não me muda por questões financeiras, porém rebate com discussões tudo que sente que o afeta?

filho

A melhor resposta

Lisa, bom dia!
Lendo seu relato da pra perceber que vc descreve um ambiente muito difícil e "pesado". Quando vc coloca "mas não me muda por questões financeiras", houve um lapso na sua memória que ao invés de escrever "se" escreveu o "me". Daí fiquei aqui me perguntando se vc está dizendo sobre vc ou sobre uma terceira pessoa. E se foi um relato pessoal porque não foi escrito desde o começo dessa forma? São questão para vc refletir, parece que existe relações implícitas acontecendo e a terapia/ análise pode ajudar vc nesse processo.
Fixo à disposição,
Suiani Oliveira Fustinoni

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

É preciso investigar, mas a princípio trata se de uma Dependência emocional, sendo que a questão financeira seria o reforço para manter essa dependência, até por que quando se é dependente a pessoa não consegue caminhar sozinho. Procure um psicoterapia vai te ajudar muito.

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

17 OUT 2017

Logo Clínica Transformação Clínica Transformação

17 respostas

441 pontuações positivas

BOm dia Lisa,
o conflito de gerações é um problema, pois os tempos são outros e as necessidades idem. Existem muitos componentes nas gerações antiga que prejudicam as novas gerações. Existem muitos pontos a serem tornados conscientes para que sejam sanados. As gerações antigas, impedem as novas de serem independentes, se auto afirmarem, inclusive pelo fato de que com isso tbm se auto-afirmam. Enfim...existem muitas questões a serem trabalhadas. os casos são específicos e requerem uma atenção e parceria iguais.
Caso queira é possível realizar uma orientação psicológica online, estou disponível!
Att
Thalita Ribeiro

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

15 OUT 2017

Logo Thalita Coutinho Ribeiro Thalita Coutinho Ribeiro

66 respostas

4455 pontuações positivas

Olá Lisa,

Muito do que aparece na família está ligada a questões mais profundas destas. Há filhos que muitas vezes não conseguem se desvincular de país com certos tipos de comportamento sem saberem exatamente porque. Aí que a terapia entra. Pra clarear estas relações, fortalecer o sujeito e fazer com que este aprenda a colocar fronteiras necessárias para que ele consiga dialogar de modo saudável e seguir sua independência.

Espero ter ajudado.

Estou a disposição

Elisa Lengler

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

14 OUT 2017

Logo Elisa Canellãs Lengler Elisa Canellãs Lengler

453 respostas

13031 pontuações positivas

Ola Lisa!
Os funcionamentos familiares costumam encobrir emoções e dificuldades que vão muito além das queixas ou razões que utilizam como justificativa. A melhor maneira para conviver e incentivar mudanças é adotar uma postura passiva e auxiliar na reflexão e comunicação assertiva ao invés de rebater contribuindo para mais discussões.

Fico a disposição

Maitê Hammoud

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

12 OUT 2017

Logo Maitê Hammoud Maitê Hammoud

1270 respostas

36686 pontuações positivas

Olá, bom dia. Esse relacionamento que você descreveu me parece tóxico e abusivo. Há aí uma aparente distorção da realidade e dependência emocional. Cabe, inicialmente, ao filho impor limites nessa relação. É preciso compreender que o outro age com a gente da maneira que permitimos. Sentir-se culpado ou responsabilizado pelos comportamentos destrutivos do outro, por mais que os ame, não mudará a atitude dessa pessoa ou fará com que ela se torne aquilo que desejamos. É preciso olhar para isso de maneira mais profunda, a psicoterapia ajudaria muito nesse caso. Espero que eu tenha ajudado.

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

11 OUT 2017

Logo Psicóloga Cristiane Abreu Melo Psicóloga Cristiane Abreu Melo

207 respostas

2874 pontuações positivas

Olá, Lisa.
Geralmente quando a pessoa, convitve em um ambiente hostil ela se sente oprimida e angustiada.
Se esse for o caso, sugiro que procure um psicólogo para ajudar a entender e a ressignificar os afetos familiares.
Estou a disposição.

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

11 OUT 2017

Logo Fernanda Veronesi de Menezes Fernanda Veronesi de Menezes

546 respostas

3787 pontuações positivas

Perguntas similares

Ver todas as perguntas
Como lidar com o abandono dos pais?

12 respostas, última resposta em 31 Maio 2016

Estresse dos meus pais com o meu irmão tem me afetado. O que fazer?

7 respostas, última resposta em 18 Novembro 2016

Filho de 6 anos e frustrações exageradas

4 respostas, última resposta em 22 Agosto 2017

Regressão pode me ajudar a me encontrar?

5 respostas, última resposta em 13 Agosto 2016

Relacionamento problemático. Qual a minha responsabilidade?

4 respostas, última resposta em 04 Outubro 2016

Me sinto inferior a todos

4 respostas, última resposta em 08 Novembro 2016

Meu marido é agressivo

3 respostas, última resposta em 18 Outubro 2017

Meus sobrinhos estão fazendo sexo, o que eu faço?

1 resposta, última resposta em 29 Março 2018

O que está acontecendo comigo?

10 respostas, última resposta em 13 Novembro 2017