Não consigo ter autoestima, o que fazer quando se sente assim?

Feita por >Malu Queiroz · 28 nov 2017 Autoestima

Sou filha de pais separados e passei a morar com a minha avó aos 6 anos de idade. Sempre fui uma criança sensível e infelizmente quem me criou não teve essa compreensão, mas eu não a culpo. Desde a minha infância sofri bullying na escola, por conta de ser gordinha. Mesmo emagrecido continuei a sofrer por não me enquadrar na forma corporal que a sociedade impõe. Somado a isso e outros fatores cheguei na vida frustada. Hoje tenho 20 anos, não consigo ter uma vida normal, pois não tenho autoestima. Iniciei uma faculdade, mas não consigo me enturmar bem, por conta disso. Vida amorosa, social, âmbito de trabalho, etc. Não tenho sucesso e sempre pelo mesmo motivo. Não consegui superar tudo que já passei e ainda passo às vezes. Ano passado estava passando por muitos problemas e cheguei ao ápice e pensei seriamente em suicídio, mas não tive forças o suficiente e procurei ajuda psicológica. Desde então, passei a tomar antidepressivo. Fui atendida pelo sus e sabemos que a demanda é grande o que faz com que não venha ser disponibilizado um atendimento adequado e infelizmente não tenho condições de fazer terapia. Isso é triste!

Penso frequentemente em abrir mão da minha vida.... Mas no fundo eu sei que só quero dar fim as minhas dores e não na minha vida. Me sinto insuficiente para as pessoas, me sinto inútil, vazia, sozinha e sem perspectiva. É difícil ter que continuar assim :(

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta 30 NOV 2017

Ola Malu, só posso começar essa resposta dizendo que você me parece ser uma pessoa sumamente inteligente é perceptível. Lamento muito que tenhas tido experiencias dolorosas em seu desenvolvimento humano, e sim ... seu mal estar e o sentido de inadequação muito bem apontado por você é em grande oarte reflexo disso. Mas estas no caminho certo, em mudar sua situação e nao em interromper a vida. Ha algumas instituições de ensino ou ONGs que oferecem atendimento terapêutico a valores acessiveis. Procure ajuda sim, porque voce vai sim superar tudo isso e construir um caminho com mais felicidade.

Maria das Graças da Silva Psicologia Psicólogo em São Paulo

14 respostas

141 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

23 JAN 2020

Começo minha resposta com uma pergunta: o que realmente importa pra você? Pensa bem, sem pressa de responder, espera um pouco, se tiver uma resposta continue a ler. O que importa pra vc é gostar de vc não? Se não tem auto estima é porque como o nome já diz vc não se estima o suficiente. Mas de onde vem isso? Vem de você ou vem dos outros? Ou da sua infância, do seu ficar sozinha, se sentir esquecida, num canto? Da escola, de não pertencer a um grupo, de não se destacar? Agora pensa bem, isso é legal né, mas importa tanto assim? Importa tanto ao ponto de vc achar que nada tem valor? Importa tanto pra vc querer desistir porque não consegue se encaixar? Acho que voce deve primeiro e profundamente pensar sobre o que REALMENTE IMPORTA... talvez aí encontre algo dentro de vc que não depende nem um pouco do outro, do olhar do outro, da aceitação ou reconhecimento do outro. Não que o outro ou as pessoas não importem. Sim elas importam, pois vida é relacionamento. Mas não importam quando se trata de virar parâmetro para seu bem estar e seu valor. Espero ter ajudado. Sou do RJ, atendo online, e faço um preço especial pra voce, caso queira. Boa sorte

Frederico Augusto Max Martins Psicólogo Clínico Psicólogo em Niterói

20 respostas

44 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

30 NOV 2017

Malu, imagino o sofrimento o qual você tenha passado e esteja passando, mas concordo com você quando diz que só quer dar fim a essas dores emocionais. É bem isso. Você precisa de terapia sim, e pode conseguir de forma gratuita. Existe as clínicas escola das faculdades de psicologia. Procure faculdades de psicologia na sua cidade, eles oferecem atendimento gratuito para a população. Além disso existem os CAPS. Se estiver em crise, se sentindo muito mal você pode ligar para o CVV gratuitamente, 141. Cuide-se.

Leonardo Viana de Vasconcelos Martins Psicólogo em Fortaleza

1038 respostas

29216 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

30 NOV 2017

Malu, entendo o quanto esteja sendo difícil passar por tudo isso é relembrar o passado, recomendo a você que busque as Faculdades de Psicologia, lá você poderá fazer tratamento.
Quanto às ideias suicidas, elas não resolvem essa dor que sente, você poderá até agravar mais.
Encha-se de coragem e se ame, goste de você como você é, seja hoje os pais que vc não teve.
Não importa o padrão que a sociedade criou, você não é como um gabarito que tenha que caber em determinado lugar, você é você, tal qual se apresenta. Viva o hoje.
Espero que tenha conseguido lhe ajudar
Estou a disposição
Abraço
Vera Pelizzari

Vera Pelizzari Psicóloga Clínica Psicólogo em São Paulo

295 respostas

5148 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

30 NOV 2017

Bom dia, Malu sei que está enfrentando um momento difícil, mas se já procurou ajuda quer dizer que está no caminho certo para resolver seus problemas, sugiro que procure na cidade onde você mora ajuda de Universidades e Faculdades que realizam atendimento social para fazer psicoterapia gratuita para você tratar de todas as questões que te afligem e resignificar suas experiências e ter qualidade de vida, fortalecendo sua autoestima, voltar a estudar e fazer planos para o futuro, você pode também pensar em realizar alguma atividade que goste, artesanato, culinária, trabalhos manuais, pintura, jardinagem. Um forte abraço. Boa sorte.

Eliane Weber Psicólogo em Salvador

545 respostas

965 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

29 NOV 2017

Malu, boa tarde, o seu relato é muito profundo e sério, posso perceber sua dor, e digo a você que existe sim uma outra saída para essa dor e sofrimento, é necessário sim fazer o acompanhamento psicológico juntamente com o psiquiátrico, existem psicólogos que fazem valores sociais e acessíveis financeiramente, e se ainda sim continuar inacessível para você, procure universidades na sua cidade que tenha clínicas psicológicas para atendimentos gratuitos e de qualidade.
Continue se cuidando, no início do tratamento com medicamentos deve-se ter um cuidado maior até a adaptação e ajuste das doses medicamentosas.
Qualquer dúvida ou necessidade eu estou a sua disposição.
Psicóloga Clínica: Marijara Pereira.

Café, Psicologia e Mulher Psicólogo em Araguari

67 respostas

899 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

29 NOV 2017

Olá querida ! Muitas coisas te fizeram ficar assim neh? Importante cuidar do que você pode ! Importante pensar que sua vida vai além do que te aconteceu , ela é aquilo que você faz com o que aconteceu contigo ! Sobre a psicoterapia , necessária sim! Procure faculdades que tenham curso de psicologia elas geralmente têm serviço de atendimento gratuito ! Isso vai ser bom pra você !

Psicóloga Eva Karine Psicólogo em Caruaru

27 respostas

136 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

29 NOV 2017

Você mencionou não ter condições para o tratamento. Algumas faculdades oferecem psicólogos sem custo ou custo símbolico. Algumas ongs também fazem o mesmo. Procure se informar no cras de sua cidade ou nas faculdades próximas. O suporte será necessário.

Psicólogo Jéferson Cardoso Psicólogo em Apucarana

8 respostas

50 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

29 NOV 2017

Olá Malú,
Me parece que em seu contexto familiar apesar de ter recebido os cuidados de sua avó, oque desejava realmente era o amor de seus pais.
Mesmo separados podem não ter elaborado de firma que lhe suprisse o âmbito de suas reais necessidades emocionais, porém, nem sempre estas posturas são percebidas pelos familiares de crianças que anseiam por maior acolhimento, vamos criando nossas defesas e enfrentando a vida conforme se consegue.
No seu caso com um imenso vazio.
Necessário ser acompanhada em psicoterapêutico a fim de se ver com maiores perspectivas e possível retomada de sua auto estima.

Cristiane Evangelista Psicólogo em Taboão da Serra

5 respostas

53 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Autoestima

Ver mais psicólogos especializados em Autoestima

Outras perguntas sobre Autoestima

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 14300 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 12200

Psicólogos

perguntas 14300

perguntas

respostas 42800

respostas