Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

É ruim se tornar uma pessoa mais seletiva e menos sociável?

Feita por >Lêh · 22 mai 2020 Desenvolvimento pessoal

Sou uma pessoa que sempre fui muito sociável e tolerante em vários momentos, porém percebi que houve uma mudança em relação a qualquer tipo de relacionamento. Me sinto menos tolerável, seletiva com amizades e até com pessoas de família. Estou me priorizando muito mais. Até que ponto isso seria saudável? Estou agindo de forma egoísta?

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta 23 MAI 2020

Lêh,
Não, não está sendo egoísta. Está se conhecendo, se descobrindo e satisfazendo a si mesma.
Cada um de nós é único, diferente, veio aqui para se realizar e não para satisfazer os outros.
Veio aqui para realizar muitas experiências e se definir o que quer e da maneira que quer.
Cada um deve ser artífice de si mesmo.
Claro que está num meio, numa sociedade e para conviver com os outros, temos que aprender fazer concessões, ter flexibilidade, diplomacia, respeitar o ser de cada um, mas nunca renunciar a si mesma em favor dos outros.
A felicidade e a realização é uma conquista sua, não são os outros que te dão.
Estranha porque, possivelmente as pessoas te cobram esta postura tua.
Ouça e pensa se está se excedendo, mas o rumo é este mesmo.

Geime Rozanski Psicólogo em Brasília

652 respostas

347 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

23 MAI 2020

Olá Lêh! Grato por participar. Cuidado: selecionar é um processo que acontece com as pessoas, conforme vão ficando mais velhas. O problema é que a seleção contém critérios pessoais do selecionador, normalmente é direcionada por percepção parcial da pessoa excluída. Claro que temos que escolher pessoas que nos acrescentem, que tenham hábitos saudáveis e éticos, pessoas que nos respeitem, que respeitem a elas mesmas e queiram crescer. Isso no entanto, pode gerar a radicalização do afastamento de outras pessoas, que no momento, não apresentam essas qualidades. Acontece que as pessoas são dinâmicas, modificam. Uma pessoas pode não ser boa para ser um colega de estudos, por exemplo, mas pode ter um papel necessário para a nossa vida. Por exemplo: o policial, o médico, professor, comerciante, pedreiro, vizinho, etc. Repense o ser tolerante, sociável. É bem mais fácil temperar melhor essa questão, quando se é mais jovem. Cuidado com o preconceito e com a visão muito parcial das pessoas. As pessoas são maravilhosamente ricas de possibilidades e potenciais. Você pode correr o risco de ficar com poucos vínculos e sem acesso a essa riqueza que há dentro das pessoas. Estou à disposição para aprofundamentos. Abraços virtuais (em tempos de pandemia, saia de casa, somente para o que for necessário, com máscara, higiene e distanciamento físico: uma morte a mais evitada, vale toda a vida preservada!) Ary Donizete Machado - psicólogo clínico.

Ary Donizete Machado Psicólogo em Limeira

1308 respostas

637 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

23 MAI 2020

Olá Lêh, tudo bem?

É o seguinte, como você disse em seus relatos você está se priorizando mais, e ainda bem, porque se quisermos ajudar outras pessoas e fazermos outras coisas, primeiramente temos que estar de bem com nós mesmos

E outro ponto que você tocou que está sendo menos tolerável, pois bem, a partir do momento que vamos amadurecendo em nossas vidas tendemos a não querer mais passar, ou passar menos, frustações com as pessoas. Isso pode ser por vários motivos como: não querer se estressar por qualquer coisa, preservar nossa energia psíquica ou física, não querer mais mudar a outra pessoa, e até mesmo preservar nossa saúde mental

Então para que tudo isso aconteça tendemos a escolher pessoas próximas que nos fazem bem, nos tragam alegria, paz, levante o nosso ânimo e humor, que tenham ideias e percepções semelhantes as nossas, e nos aceitam como realmente somos. E tendencialmente nos afastamos de quem não se encaixa em tais quesitos

Abraços
Murilo Vital

Murilo Vital Psicólogo Psicólogo em Limeira

68 respostas

28 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Desenvolvimento pessoal

Ver mais psicólogos especializados em Desenvolvimento pessoal

Outras perguntas sobre Desenvolvimento pessoal

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 8650 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 10750

Psicólogos

perguntas 8650

perguntas

respostas 30100

respostas