MundoPsicologos.com
MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Você tem medo de mudanças? Veja como reagir

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

O medo de mudança faz com que muitas pessoas deixem de experimentar situações que podem contribuir para seu desenvolvimento pessoal e profissional.

8 Set 2016 · Leitura: min.
Você tem medo de mudanças? Veja como reagir

Mesmo tentando manter o controle, a vida muitas vezes vai por caminhos inesperados. Isso pode significar oportunidades, tanto na esfera profissional como pessoal. Para muitos, é fonte de entusiasmo e adrenalina, um motivo para reunir energias para enfrentar os desafios que se apresentam.

Porém, nem todos conseguem encarar as mudanças dessa forma, e o medo, sentimento constante, acaba sendo um obstáculo difícil de superar. O desconhecido pode criar um imaginário no qual será difícil a adaptação, limitando o poder de reação, como explica a psicóloga Ussénade Maria de Oliveira:

"A vida é feita de escolhas e de mudanças, o que sempre traz certo desconforto emocional, certa ansiedade. Isso por nunca estarmos preparados para o novo e porque temos que sair da zona de conforto para nos aventurar no desconhecido. Às vezes, cria-se um bicho maior do que ele é, se é que existe um bicho."

Um dos primeiros passos para superar o medo de mudanças é compreender sua origem. Também é preciso analisar até que ponto o sentimento é motivado, de fato, por questões reais, como diz o psicólogo Rodrigo Carvalho:

"Se as ideias ou pensamentos que produzem medo forem verdadeiras ou prováveis, elas lhe servem para adotar medidas preventivas e tornar sua vida mais segura. Se não forem prováveis nem verdadeiras, tente dar andamento nos seus projetos enquanto lida com os medos."

Mas como reagir e combater o medo diante das mudanças? Veja a seguir dicas simples e fáceis de aplicar.

1) As mudanças são necessárias

Se as mudanças não fossem necessárias, ainda estaríamos nos comunicando por cartas e ouvindo novelas na rádio. O mundo evolui e você precisa entender que as mudanças fazem parte, que são necessárias e que também podem significar crescimento.

Não se trata de ver a mudança com ilusão exarcebada, mas, sim, analisar com critério e perceber tudo o que pode trazer de positivo para a sua vida.

shutterstock-408870586.jpg

2) Se prepare para o novo

Claro que nem sempre isso é possível, já que a vida também é feita de surpresas. No entanto, mesmo se for de maneira inesperada, se prepare para os próximos passos. Como lidar com o fim da relação? Quais as opções no mercado diante da demissão? Ou seja, você pode até ser pego de surpresa, mas isso não lhe impede de olhar o mundo ao redor, se preparar e agir.

3) Veja o lado evolutivo

Mudança pode significar evolução profissional e pessoal, já que traz consigo a necessidade de adaptação e a absorção de novos conhecimentos. Isso lhe ajudará a lidar com desafios que surgem cotidianamente, lhe dará preparo e mais serenidade.

Além disso, veja onde as mudanças lhe levarão e que portas podem lhe abrir no futuro. O fim de uma relação pode ser dolorido, mas pode ser responsável pelo início de um processo de maior autonomia e a chance de colocar alguns planos individuais em dia. Se a mudança por profissional, pode significar menos um degrau na carreira.

4) Pense em acertar, não em falhar

As falhas fazem parte do curso natural da vida. No entanto, algumas pessoas se apegam somente a elas e se esquecem de ver e valorizar os acertos que tiveram. Isso acaba tendo um reflexo negativo na autoestima e na autoconfiança, o que vem a prejudicar o desempenho diante de mudanças que antes eram normalmente contornáveis.

Por isso, não pense que irá falhar, mas acredite que irá acertar. Confie no seu potencial e, se tiver pensamentos negativos, se pergunte se eles realmente têm base.

shutterstock-231366088.jpg

5) Converse com outras pessoas sobre as mudanças

Dialogar e expor a angústia para outras pessoas é importante para compreender o que a mudança pode oferecer e como lidar com ela. Converse com pessoas que já passaram por situações semelhantes e escute suas experiências. Isso lhe ajudará a clarear as ideias e traçar planos de atuação.

Em alguns casos, buscar o auxílio de um psicólogo pode ser passo importante, já que o profissional poderá lhe ajudar a ter uma perspectiva mais completa de toda a situação. Desta forma, você poderá trabalhar metas para superar o medo e garantir que esse sentimento não lhe impeça de seguir adiante.

Fotos: por MundoPsicologos.com

psicólogos
Escrito por

MundoPsicologos.com

Deixe seu comentário
Comentários 1
  • Giovani santos da silva

    Amei o texto, sou uma pessoa que tenho uma visão de que se possível estar focada nas coisas boas e administrar as possíveis coisas negativas mas nunca deixar algo que aconteceu aleatória mente na sua vida de ruim dominar você, uma mudança é importante na nossa vida e sempre que vamos mudar vai ter alguém que nunca se arriscou a mudar dizendo que não vai dar certo temos que focar que vai dar certo, a falha se acontecer tem que estar em segundo plano pensar positivo gera ânimo de vitória pelo menos eu penso assim.