Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Você sabe o que é o TDAH?

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

O transtorno do déficit de atenção com hiperatividade normalmente é diagnosticado na infância, quando surgem comportamentos marcados pela desatenção ou inquietude. Saiba mais!

30 OUT 2015 · Leitura: min.
Você sabe o que é o TDAH?

O transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) é um problema neurobiológico que surge na infância, porém seus efeitos perduram por toda a vida, ao menos para a maioria dos pacientes.

Quem tem esse problema tem um comportamento que mistura desatenção, impulsividade e inquietude motora (hiperatividade). Veja a seguir os principais sintomas deste transtorno, suas causas e tratamento.

Tipos e graus do TDAH

O transtorno não se manifesta da mesma forma em todas as pessoas. Há três tipos de TDAH, que são classificados segundo a manifestação dos sintomas:

  • predominantemente desatento: não se preenche o critério de hiperatividade, apenas de desatenção.
  • predominantemente hiperativo/impulsivo: não se preenche o critério de desatenção, apenas de hiperatividade.
  • sintomas combinados: ambos os critérios são preenchidos.

O especialista em TDAH considera que uma criança preenche um critério quando apresenta 6 ou mais sintomas. No caso dos adolescentes e adultos, bastam 5 sintomas. Normalmente, se avalia os últimos 6 meses.

Uma vez diagnosticado o tipo de TDAH, é preciso saber qual o grau do transtorno, se leve, moderado ou grave. Normalmente, é o neurologista ou o psiquiatra quem diagnostica a doença, mas também há casos de identificação do transtorno por parte do psicólogo.

A melhor forma de enfrentá-lo é com uma abordagem multidisciplinar, aliando ainda profissionais da psicopedagogia e fonoaudiologia.

Quais são os sintomas do TDAH?

Tudo vai depender do tipo de TDAH. Nos casos de critério desatento, os sintomas mais comuns são: problemas para manter a atenção, dificuldades para participar de tarefas que exigem um esforço mental mais prolongado, distrair facilmente, cometer erros na escola por falta de atenção, dificuldade para organizar tarefas, etc.

flickrguoqi.jpg

Nos casos de critério hiperativo, o sujeito fala demais, não consegue brincar com tranquilidade, não consegue esperar a sua vez (falar, jogar, participar, etc.), fica incomodado ao estar parado por muito tempo, se intromete nas conversas dos demais, entre outros comportamentos impulsivos.

Quais as causas do TDAH?

Apesar de ser um dos transtornos mais estudados em todo o mundo, ainda não há um consenso sobre as causas do problema. Fala-se das influências genéticas como desencadeador do problema (transtorno inato), mas também de fatores ambientais (transtorno adquirido), que poderiam ser tabagismo na gestação, nascimento muito abaixo do peso, histórico de abuso infantil, negligência, entre outros.

Diagnóstico do TDAH

Segundo as estatísticas brasileiras, o transtorno afeta de 3 a 5% das crianças, aparecendo como um dos transtornos mais comum entre as crianças e os adolescentes que estão em acompanhamento psicológico. Afeta mais os meninos que as meninas.

Alguns profissionais defendem que há inclusive um excesso de diagnóstico de TDAH, quando crianças "agitadas" são taxadas com TDAH sem o devido respaldo dos exames neurológicos e de uma exaustiva avaliação comportamental.

Se você ainda ficou com dúvidas, envie sua pergunta aos especialistas do portal.

Fotos (ordem de aparição): por chefranden e Guo Qi (Flickr)

psicólogos
Escrito por

MundoPsicologos.com

Deixe seu comentário
Comentários 2
  • Vania franco bueno d lucca

    Meu filho desde as 3 anos vi que ele n era como o irmão e e muito triste pois a sociedade descrição e doi muito aos pais em.mim bem.mas ele e inquieto n faz as tarefas de escola em casa ele n para

  • ana paula da silva santos

    Esclareceu bastante, pois tenho um menino assim, muitas vezes esculto as pessoas dizerem que é mal educado e eu já ensinei...