Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Falando sobre TDAH

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é caracterizado por desatenção, inquietude e impulsividade é um distúrbio neurobiológico que aparece na infância.

29 ABR 2016 · Leitura: min.
Falando sobre TDAH

O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é caracterizado por desatenção, inquietude e impulsividade é um distúrbio neurobiológico que aparece na infância e é comum acompanha o individuo por toda a vida.

Dentre os sintomas mais comum estão: desatenção e hiperatividade-impulsividade. Os pais e professores são um dos primeiros a relatar indícios do problema por identificar dificuldades na escola e no relacionamento com as demais crianças.

Os meninos tendem a ter mais sintomas de hiperatividade e impulsividade que as meninas, mas todos demonstram-se desatentos. Crianças e adolescentes com TDAH podem apresentar dificuldades com regras e limites.

Em adultos, os problemas de desatenção irão lhes acompanhar, atrapalhando seu desenvolvimento do trabalho e na sua rede social, é comum esses indivíduos recorrem ao uso de drogas e álcool, como fuga das suas ansiedades, baixa autoestima e depressão.

Causas: além da predisposição genética, podemos citar os comportamentos aprendidos através dos pais e/ou cuidadores, ou seja, as influências ambientais, a criança aprende a se comportar de um modo "desatento" ou "hiperativo" por observar seus pais se comportando desta maneira.

Como o professor pode ser de auxilio ao aprendizado de uma criança com TDAH?

Na medida do possível, o professor deve se posicionar próximo ao aluno enquanto apresenta a matéria. Ter um quadro bem visível com as rotinas e comportamentos desejáveis em sala de aula. O professor deve tornar o processo de aprendizado o mais concreto e visual possível, as instruções devem ser curtas e objetivas. Se assegurar de que o aluno escutou e entendeu as explicações e instruções.

O tratamento do TDAH requer uma abordagem multidisciplinar, de forma que vários profissionais da saúde, médicos, neurologistas, psicólogos e psiquiatras possam orientar os pais ou responsáveis pela criança com o diagnóstico do transtorno.

Geralmente, o TDAH é percebido por um médico pediatra que irá encaminhar o paciente para um psicólogo e se necessário, para um psiquiatra.

Foto: por Lucélia Ribeiro (Flickr)

Escrito por

Psicóloga Glória Libanio

Ver perfil
Deixe seu comentário

últimos artigos sobre tdah