Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Tecnologia: uma aliada no relacionamento familiar

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Um estudo realizado recentemente aponta que os modernos meios tecnológicos podem sim contribuir para melhorar relacionamentos entre pais e filhos.

11 NOV 2014 · Leitura: min.
Tecnologia: uma aliada no relacionamento familiar

As novas tecnologias vêm mudando a forma com que nos relacionamos uns com os outros. Há quem critique a comunicação virtual, acusando-a de afastar as pessoas e de tornar o trato interpessoal mais frio. Mas um estudo realizado recentemente aponta que os modernos meios tecnológicos podem sim contribuir para melhorar relacionamentos.

O objetivo dessa pesquisa, realizada pela Universidade de Kansas, era de analisar como os canais de comunicação influenciam no relacionamento entre jovens adultos e seus pais. Os resultados apontaram que esses jovens adultos utilizavam em média três canais para se conectarem com seus pais. Além do mais, quando há mais de um canal de comunicação, há um considerável aumento na qualidade e na satisfação com a relação pais-filho.

A frequência na comunicação também foi um fator julgado como importante, concluindo que mais é melhor. Mesmo que a informação trocada não seja extremamente importante, vale um simples um "bom dia" ou "boa noite" para manter contato.

Para a realização do estudo, foram entrevistadas 367 pessoas entre 18 e 29 anos, questionando quais métodos de comunicação eram utilizados para se conectarem com seus pais, com que frequência se comunicavam e o quanto estavam satisfeitos no relacionamento com pai e mãe. Esses canais de comunicação poderiam mensagens instantâneas, e-mails, chats, chamadas por vídeos, redes sociais e redes de jogos online.

flickrministerioticcolombia.jpg

Oportunidade para quem tem problemas de comunicação

Pais que já são bons comunicadores podem não ver a diferença em adicionar um meio de contato para se relacionarem com seus filhos adultos. Mas especialistas afirmam que aqueles que têm problemas com comunicação podem ser fortemente beneficiados por essa estratégia.

A doutoranda da Universidade de Kansas que realizou o estudo, Jennifer Schon, reconhece que muitos pais podem ser resistentes às novas tecnologias, não conseguindo visualizar suas vantagens. Mas afirma, com base nos resultados, que o trabalho de aprender a utilizar novas plataformas de comunicação pode valer a pena quando se tenta ter um bom relacionamento com os filhos jovens.

O estudo realizado sugere que as novas tecnologias seriam grandes aliadas no processo de aproximação entre pais e filhos e também no desenvolvimento de habilidades de comunicação. Esse cenário vai contra ao que até então era tido como verdade única, de que as redes sociais e as novas plataformas de comunicação acarretavam o isolamento do indivíduo em um mundo virtual.

Fato é que essa alteração no relacionamento interpessoal afeta diretamente a área da psicologia. A forma das pessoas se comunicarem vem sofrendo o impacto da evolução tecnológica e a estratégia para administrar conflitos de relacionamento também necessita passar por transformações. Esse é um campo a ser explorado, já que as necessidades do indivíduo vêm se modificando, assim como os critérios que definem a felicidade em um relacionamento entre pais e filhos.

Foto: por Ministerio TIC Colombia (Flickr)

psicólogos
Linkedin
Escrito por

MundoPsicologos.com

Deixe seu comentário

últimos artigos sobre terapia familiar