Foi deixado? Saiba superar a separação se você ainda ama

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Não há fórmula mágica para enfrentar uma separação. Entretanto, há questões que você deveria ter sempre presente, especialmente se não foi você quem decidiu terminar o relacionamento.

22 Fev 2018 · Leitura: min.
Foi deixado? Saiba superar a separação se você ainda ama

eparação nem sempre significa que o amor acabou, pelo menos para uma das partes. Os casos de relacionamentos que chegam ao fim com um dos envolvidos se sentindo completamente apaixonado pelo outro são bastante frequentes.

Se identificou? Se a resposta foi sim, com certeza sua rotina não tem sido nada fácil. Enfrentar a ruptura é sinônimo de sofrimento, ainda mais porque há muitas lembranças e pessoas que fazem você pensar nesse relacionamento e no que você está perdendo.

Mas quer saber a boa notícia? A superação é possível. E para ajudar você nesse processo, compartilhamos algumas dicas sobre como enfrentar a separação se ainda há muito sentimento em jogo.

1) Não busque retaliações

É natural numa situação assim sentir desejo de "vingança", querer fazer com que o outro sinta o mesmo sofrimento que você está sentindo. Porém, é importante que entenda que isso não alivia a sua dor e que a satisfação que você poderá chegar a sentir é bastante fugaz.

Querer fazer o outro pagar não contribuiu para uma separação menos traumática. Trate de resistir a esse impulso, e prefira se resguardar, evitando se expor em rompantes físicos e emocionais.

2) Não alimente brigas

Obviamente, manter a calma numa situação assim nunca é fácil. Porém, é possível, se você entender tudo o que está em jogo.

Há muitas lembranças e um respeito mútuo que seguramente não sobreviverá a uma separação marcada por gritos, ofensas, perseguições e ameaças. A decisão de manter a calma, de não alimentar brigas, no final das contas é uma forma de cuidar da sua autoestima.

Uma vez terminado o processo, você olhará para trás e sentirá admiração por você mesmo, por suas posturas. Deixar o outro ir, quando ele já manifestou a sua vontade, é sinal de amor-próprio.

shutterstock-232804528.jpg

3) Dê tempo ao sofrimento

Apesar de haver uma pressão social para ser feliz e realizado o tempo todo, é importante se permitir viver um período de "luto". Sem ele, será impossível avançar; aliás, você também perderá a oportunidade de aprender lições valiosas para a sua vida.

O tempo é o que permite analisar com calma tudo aquilo que levou à ruptura. Possibilitará corrigir falhas e identificar momentos em que você se afastou da sua essência. O tempo ajuda a consolidar o aprendizado pela experiência vivida.

4) Busque seu próprio caminho

Muitas vezes, refletir sobre os vínculos que você criou ao longo da relação serve para perceber que, em boa parte das vezes, eles estão localizados na relação em si, e não necessariamente na pessoa.

Ou seja, não é raro que, no fundo, a pessoa tema mais ficar sozinha do que perder o companheiro em si. Encare essa transição como uma oportunidade de encontrar sua verdadeira motivação, descobrir coisas que você poderia estar fazendo e não está, por acomodação ou inércia. Reencontre-se e empreenda um caminho mais alinhado com sua individualidade.

5) Se há dependência, procure ajuda

É fato que nem todos os relacionamentos são tão equilibrados como deveriam. A convivência e a intimidade podem ter servido para alimentar uma relação de dependência, algo que nunca é saudável.

Em casos assim, é importante reconhecer que romper o ciclo sem ajuda especializada muitas vezes é impossível. O apoio da psicoterapia é fundamental para entender aquilo que causou e nutriu a dependência, bem como encontrar formas para evitar que essa situação se repita em relacionamentos futuros.

Fotos: MundoPsicologos

psicólogos
Escrito por

MundoPsicologos.com

Deixe seu comentário
Comentários 13
  • Felipe Correa

    Sabe eu tenho 32 anos, fui casado por quase 13 anos, estou a quase 2 meses separado, e tenho meus altos e baixos, fico mau por saber q realmente n terá volta, tanto por minha parte quanto a dela.... O pior eh vc gostar muito de uma pessoa e saber q nunca irá dar certo.. Mas uma pessoa q conviveu uma boa parte da sua vida com vc, faz falta... E essa eh a luta q travo todos os dias... Mas o ruin eh a ansiedade q isso passe, pois a certeza eu tenho q vai passar, pois as mudanças acontecem na nossa vida aos pouquinhos. E as oportunidades tb, temos q aproveitar essa fase complicada, para realmente nos conhecermos de verdade, e aproveitar de todas as maneiras a vida.. Tenho minhas recaídas e me sinto triste, mas sei q eh uma fase natural e entendo isso... A tristesa vai embora, sabe pq? Pq eu to buscando a felicidade.. E quem sempre busca, sempre alcança..

  • Carla.c.mt

    Amei esse texto ajudou muito

  • Nidy Brito

    Lili quer converar comigo ? Passei pela mesma situação; mas estou me curando à duras penas O tempo ajuda bastante.... Abrcs

  • Lili

    Eu moro nos Estados Unidos quase 02 anos, em Janeiro eu fui a Nova York e nao suportei o frio, entao estava no hotel decidindo se voltava para o Texas ou para Florida, e recebi a mensagem dele no tinder, eu nao o conhecia..., enfim eu voltei para o Texas e esqueci que tinha um encontro, entao no mesmo dia que cheguei, nos conhecemos e foi inevit'avel..., foi explosivo e intenso demais..., em Marco eu resolvi ir embora para o Brasil e nos despedimos ...., ele veio a Miami despedir-se e dois dias antes de meu embarque eu recebi a proposta de irmos viver juntos ..., eu deixei tudo, todos meus familiares me esperando e gastei a maior grana com advogados de imigracao para me manter legal no pa'is , entao fomos voei ate o Texas outra vez e vivemos um conto de fadas..., que durou um dois meses...., foi muita perseguicao da familia dele..., muitas incoerencias..., uma briga muito feia e dois dias depois ele alegou que nao me amava que eu fosse embora. EU tentei...., tentei ..., mas nao houve mais nada que o fizesse voltar atras. Esotu completamente devastada. Eu so queria mesmo morrer... Nada mais tem sentido .... :-(

  • Juliana

    Olá meu nome e Juliana eu me separei faz 3anos uma separação difícil fui traída,não é fácil mas o tempo tem me ensinado muito umas delas a me amar mais,fiquei com minhas filhas as vezes dói mas com elas me sinto bem,e se não fosse Deus não tinha superado tudo.

  • Peter Ribeiro

    Acabei de se separar da minha esposa ela me disse que não sente mais nada por mim embora ainda a ameaça muito temos uma filha ela inventou que eu estava doente e que precisa viajar para me curar nisso ela já estava com os papéis do divórcio pronto não aceitei alguns pontos agora virou um inferno fica usando a criança como troco entre outras coisas não aceita dividir a casa enfim estou sozinho e privado de ver minha filha enquanto não sai a sentença

  • Priscila herlinger

    Olá sou priscila herlinger.estou passando por um luto parecer não ter fim estou morando com meus pais, mais a dor da separação ta difícil de suportar ainda mais sabendo que o meu marido me mandou embora sem nenhuma causa simplesmente por causa da irmã dele. Sei que parece louco isso mais ainda estou casada nos papéis ele não quer separa porque não quer pagar um advogado eu estou desempregada.mais estou tentando tocar minha vida mais ta difícil de saber que tudo que era lindo acabou .

  • marilda rosemeire barbosa

    Fui Casada por 41 anos e a 5 anos ele mudou um pouco mas nunca deixou eu perceber nada, e de uma hora pra outra eu descubro, e ele disse que gosta dela e ela gosta dele,estou sem chao,sem saber o que fazer estamos nos divorciando ,mas me sinto só desesperada sem saber oque fazer

  • marilda rosemeire barbosa

    gostaria que tudo isso passa-se maseu amo e ele gosta da outra,estou sofrendo nao sei o que fazer esta dificil , gostaria de esquecer o amor,ele sempre disfarçou muito bem foi uma bomba,de uma hora pra outra o perdi, ele ate tem algum sentimento por mim mas nao fica sem a outra

  • Jennifer Monah

    Estou separada a 2 anos e ainda sim não consigo entender. Tudo me faz lembrar ele. Tudo . Olho meus filhos e vejo q sou culpada porque eu não fui suficiente pro pai deles .


Carregando...