MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Esgotamento emocional: quando estamos psicologicamente exaustos

O esgotamento emocional não é um processo silencioso, como a maioria das pessoas chega a pensar. Neste artigo abordamos os principais sinais, suas causas e como tratá-lo.

5 Fev 2019 Atualidades sobre psicologia - Leitura: min.

psicólogos

O conceito de estar exausto não é novidade para ninguém, mas você já se perguntou o que significa estar psicologicamente esgotado? Especialmente nos dias atuais, com tantas exigências e pressões, seja no trabalho ou na vida privada, o stress muitas vezes assume o controle e começa a desencadear uma forte sensação de mal-estar.

A primeira a ser nocauteada é a motivação. Fica cada vez mais difícil encontrar energia para executar as tarefas rotineiras. A pessoa vai perdendo o interesse por praticamente tudo que a cerca, e é como se vivesse em piloto automático.

O quadro de aborrecimento e esgotamento começa discreto, mas não demora muito a ir ganhando força, especialmente porque a maioria das pessoas insiste em ignorar os primeiros sinais. A falta de momentos adequados para o relaxamento e o respeito às necessidades individuais é o que eleva esse quadro a seu ápice: o esgotamento emocional.

shutterstock-1181047081.jpg

Apesar de os resultados desse problema afetarem primeiramente o lado físico, são os sentimentos de vazio, de desolação e a dificuldade para gerir as emoções o que mais pesa.

Quais são os principais sinais do esgotamento emocional?

Os sintomas de um quadro de esgotamento emocional podem estar relacionados a diferentes transtornos, por isso, nem sempre é fácil chegar a um diagnóstico. O mais importante é buscar ajuda especializada sempre que você ver que vários dos sinais listados abaixo estão presentes na sua rotina, de forma persistente:

  • sono que não é reparador
  • cansaço persistente
  • instabilidade de humor
  • dificuldade para se concentrar
  • lapsos de memória
  • insônia ou excesso de sono
  • falta de motivação
  • perda de interesse pelas atividades sociais
  • nervosismo e ansiedade
  • dores de cabeça e problemas gástricos
  • tristeza
  • pensamentos negativos recorrentes

Ignorar esses sinais significa permitir que o mal-estar avance e se cronifique. De acordo com os especialistas, um quadro assim nao desaparece sem o devido tratamento, colocando em cheque não somente o equilíbrio emocional da pessoa, como também comprometendo seu desempenho profissional, a qualidade dos seus relacionamentos e a satisfação com os papéis que desempenha na esfera privada.

Como lidar com o esgotamento emocional?

Esse tipo de exaustão está intimamente relacionado com a forma como a pessoa lida com as frustrações do dia a dia, e do quão resiliente consegue ser na hora de enfrentar as diversidades.

Normalmente, as principais causas do esgotamento emocional são:

  • excesso de responsabilidade
  • excesso de perfecionismo
  • dificuldade para controlar as emoções
  • necessidade de agradar a todos
  • excesso de cobrança
  • necessidade de ter tudo controlado

shutterstock-708884863.jpg

Para ser capaz de romper com essa inércia e colocar um ponto final ao esgotamento emocional, é fundamental, além de buscar o apoio de uma psicoterapia, colocar em prática estratégias que promovam um entorno mais ameno e relaxado:

  • reconheça que você tem limites, sendo assim, também os têm as responsabilidades e obrigações
  • não abra mão de passar um tempo com os familiares e amigos, fundamental para desconectar e relaxar
  • diminua o tempo que você dedica a revisar e pensar nas preocupações
  • ao invés de fazer várias coisas ao mesmo tempo e lidar com a frustração de nunca terminá-las, faça uma lista de prioridades e realize e conclua tarefas aos poucos
  • esforce-se para expressar suas emoções, positivas e negativas. É importante para o seu processo de autoconhecimento
  • faça as pazes com a sua autoestima 

Fotos: MundoPsicologos

5 Curtir

Deixe seu comentário

INFORMAÇÃO BÁSICA SOBRE PROTEÇÃO DE DADOS
Responsável: Verticales Intercom, S.L.
Finalidades:
a) Envio de solicitação ao cliente anunciante.
b) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços próprios.
c) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços de terceiros de diferentes setores de atividade, podendo implicar repasse dos dados pessoais a esses terceiros.
d) Segmentação e elaboração de perfis para fins publicitários e para prospecção comercial.
e) Gestão dos serviços e aplicativos oferecidos pelo Site ao Usuário.
Legitimação: Consentimento do interessado.
Destinatários: Está previsto o repasse dos dados aos clientes anunciantes para atender suas solicitações de informação sobre os serviços anunciados.
Direitos: Tem o direito a acessar, retificar e eliminar os dados ou se opor ao tratamento dos mesmos ou a alguma das finalidades, bem como outros direitos, como se explica na informação adicional.
Informação adicional: É possível consultar a informação adicional e detalhada sobre Proteção de Dados em br.mundopsicologos.com/proteccion_datos

Você não pode deixar de ler...