Não pode se deslocar a nenhum consultório?
Encontre um psicólogo online
Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Como superar a frustação?

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Nem sempre é fácil manter a calma quando as coisas não saem como o previsto. Muitas vezes, o mal-estar e a sensação de injustiça acaba tomando o controle. E você? Tolera bem a frustração?

15 OUT 2018 · Leitura: min.
Como superar a frustação?

O sentimento de frustração é uma resposta natural e instintiva, quando as coisas fogem do controle ou têm um final diferente do que você imaginava. A forma como cada um reage em situações assim, entretanto, têm muito a dizer sobre seus hábitos, as barreiras auto-impostas e limitações.

Como você reage à frustração? É tolerante ou simplesmente perde a cabeça? Faça o teste e descubra o resultado:

Segundo especialistas em desenvolvimento pessoal, se a frustração está constantemente presente na rotina, ela tem um efeito bloqueante, que impede o progresso nas diferentes esferas da vida da pessoa. Ela cria uma onda de pessimismo, impede ver as coisas em perspectiva. A frustração constante amplia a memória de expectativas frustradas, condicionando um olhar limitado diante das perspectivas, que consequentemente influencia uma visão pessimista e impacta na autoestima questionando sua capacidade de realização.

Se a pessoa tem baixa tolerância à frustração e não dá a devida atenção ao impacto negativo que esse comportamento está trazendo, pode acabar debilitando seu equilíbrio emocional e abrindo espaço para problemas como stress, agressividade e depressão.

frustracion.jpg

Romper esse círculo vicioso depende da força de vontade da pessoa e também pode requerer acompanhamento psicológico. Através do processo do autoconhecimento, é possível repensar o motivo pelo qual a pessoa não se permite fracassar ou porquê la teme sua capacidade. É importante compreender que, em doses controladas, a frustração tem a capacidade de fazer você avançar, já que provoca incômodo e é esse mal-estar que desencadeia uma reação de superação, de adaptação, de resiliência.

Quando bem administrada, a frustração desperta a vontade de tentar, de seguir adiante, com uma dose extra de motivação. Porém, para que essa seja a tônica, é fundamental assumir o controle, manter uma atitude positiva, sem cair na armadilha do vitimismo. Quer algumas dicas para colocar em prática essa mudança de atitude?

Dicas para tolerar a frustração

O segredo para enfrentar a frustração, aproveitando a parte positiva, sem deixar que ela tenha controle sobre você, é começar a usar suas reações e comportamentos a seu favor, não contra você.

Tudo começa por evitar o sentimento de pena e abatimento, por ter fracassado, por não ter alcançado um objetivo, por não ser capaz de concluir uma tarefa. O próximo passo é analisar seu comportamento em busca daqueles sinais que costumam ser as primeiras demonstrações da frustração em você.

Por que isso é importante? Porque somente conhecendo-os você será capaz de impedir que tomem proporções exageradas. Quando você sabe como reage à frustração, é mais fácil controlar as emoções associadas.

Feito isso, é importante avançar no processo de reflexão, se perguntando por que você tem se sentido frustrado, o que na sua rotina não está funcionando como deveria e que tipo de atitude você deveria tomar para evitar que o panorama siga igual.

shutterstock-351628937.jpg

Nesse momento, você será capaz de vislumbrar com mais claridade se tem sido parte do problema ou da solução. E a partir daí traçar novas estratégias de ação, que permite redirecionar sua energia em prol dos seus objetivos e seus interesses.

Chegado a este ponto, é importante trabalhar a capacidade e expandir seus horizontes, evitar seguir fazendo as mesmas coisas, do mesmo jeito. Comece por pequenas mudanças na rotina e arrisque-se a provar coisas totalmente novas, sem medo de errar ou de não gostar. Todas essas experiências são válidas e servirão para ampliar seu sentimento de vitalidade e disposição.

Outro ponto importante para evitar a frustração é, no momento de criar metas, usar o seu conhecimento para avaliar se as estragégias e expectativas adotadas são proporcionais e reais. Quando almejamos grandes conquistas sem dimensionar o que necessitamos para que elas sejam alcançadas, estamos fadados à frustração. 

Por último, não perca o foco. Para que você consiga ir alcançando suas metas e desfrutando do sabor da conquista, é fundamental não ter várias frentes de ação abertas ao mesmo tempo. Com foco, é mais fácil lograr seu objetivo, superando os obstáculos e corrigindo os eventuais erros cometidos ao longo do processo.

Fotos: MundoPsicologos.com

psicólogos
Linkedin
Escrito por

MundoPsicologos.com

Deixe seu comentário
2 Comentários
  • Amanda

    Amei um site muito eficaz para a saúde mental.

  • Carmirene Lins

    Gostei ,pois me ajudou bastante a me conhecer melhor.

últimos artigos sobre desenvolvimento pessoal