Autoestima, como desenvolver?

A autoestima está relacionada a forma como nos enxergamos e não tem formula mágica para desenvolve-la.

4 AGO 2021 · Leitura: min.

PUBLICIDADE

Autoestima, como desenvolver?

A autoestima está relacionada a forma como nos enxergamos e não tem formula mágica para desenvolve-la. Todos os dias devemos fazer um pouquinho (ação comprometida) com algo que nos ajude a conquistar um olhar orgulhoso de nós mesmos, de quem somos e do que somos capazes.. De forma mais técnica a autoestima possuí quatro pilares.

1. Autoconceito - Relacionado ao que pensamos sobre nós mesmo, tem a ver com nossa visão sobre o nosso caráter e quem somos.

2. Autoimagem - Relacionado a nossa opinião sobre nosso corpo e aparência física.

3. Autoeficácia - Relacionado ao quanto acreditamos e confiamos em nossa capacidade para realizar atividades e conquistas na vida.

4. Autoreforço - Relacionado ao quanto nos premiamos nos pequenos passos rumo ao que desejamos e nos gratificamos.

Para desenvolver sua autoestima você precisará de empenho e dedicação. Todos os dias ter comportamentos (ações) engajadas em melhorar o seu autoconceito, a sua autoimagem, a sua autoeficácia e o seu autoreforço.

Comece com sua autoimagem, o que em você não te agrada? Ressalto aqui, que nesse pilar estamos falando de como você vê o seu corpo, sua forma física. Não estamos falando de padrões sociais de corpo, mas, como você desejaria se ver proporcional ao empenho que você esta disposto a ter, lembre-se que a proporcionalidade aqui é importante.. Seja sincero consigo e perceba o que é possível ser modificado dentro do quanto está disposto a se esforçar. Muito esforço é igual a muito resultado, baixo esforço é igual a baixo resultado. A sinceridade consigo aqui é muito importante para que não se frustre.

A medida que se esforça para melhorar sua autoimagem você muda e por consequência percebe o quão capaz você é, reforçando a experiência de confiar em sua capacidade em realizar atividades que antes pareciam tão distantes (autoeficácia). Outro ponto importante é você comemorar os seus pequenos grandes passos, por exemplo: consegui ler 1 capitulo do livro que me comprometi a ler, pois o assunto vai me ajudar na faculdade, me aproximando do profissional que desejo ser... maravilha! Comemore genuinamente esse passo importante.

Conceitua-se então, que a autoestima equivale ao querer bem a si mesmo e que quando diminuída pode se refletir como complexo de inferioridade, sentimento de incapacidade, apatia, desânimo, e outros sintomas que refletem indiferenças para com os seus próprios valores, para com aparência pessoal tanto física quanto mental, e que geralmente se apresenta como um estado de tristeza. Quando ocorre uma ampliação em demasia da autoestima a consequência se faz presente mais como ansiedade, como angústia ou mesmo como medo (EGITO,2010).

A busca por desenvolver uma versão melhor de você, te torna uma pessoa melhor a cada pequeno passo, melhorando o seu autoconceito e enfim uma autoestima em dias.

Para ter sempre a autoestima elevada, é preciso manutenção. Dê manutenção no que mais importa na vida. Você!

PUBLICIDADE

Escrito por

Brenda Lima

Ver perfil
Deixe seu comentário

PUBLICIDADE

Comentários 1
  • amanda sold

    não me ajudou em nada continuo feia!!!!!

últimos artigos sobre autoestima