Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Saiba mais sobre a ansiedade

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Sabe aquela dor no peito do nada? Ou quando essa dor vêm quando estamos passando alguma dificuldade que não sabemos enfrenta-la? Tudo isso pode ser sintomas de ansiedade. Veja mais no artigo

30 DEZ 2019 · Leitura: min.
Saiba mais sobre a ansiedade

Sabe aquela dor no peito do nada? Ou quando essa dor vêm quando estamos passando alguma dificuldade que não sabemos enfrenta-la? Aquela suadeira sem motivo? Aquele esquecimento do nada, uma amnésia instantânea, aquela "pressão na cabeça" que não te deixa pensar, tudo isso pode ser sintomas de ansiedade.

A ansiedade é boa até certo ponto, e também ela está sempre presente em nossas vidas, e é até normal a sentirmos quando vamos enfrentar algo que não fazemos todo dia, que não estamos acostumados a fazer na nossa rotina como provas de escola, falar em público, apresentar trabalhos, essas coisas.

Nesse sentido é normal sentir ansiedade, ela só começa a prejudicar quando a sentimos a todo momento e sem motivo nenhum. Isso pode atrapalhar nosso rotina e nos paralisar para fazer coisas simples.

Normalmente quando a ansiedade prejudica a pessoa ela pode ficar pensando em que num futuro próximo ou distante que tudo pode dar errado com ela, que ela não deve ir em alguns lugares pois pode passar vergonha e humilhação.

Se a ansiedade ficar com a pessoa por muito tempo a pessoa poderá paralisar quando tiver que ir a alguns lugares, a se expor, porque em vez de curtir o momento ela fica pensando no que pode dar errado, e daí fica ligada, nesse estado de alerta, de tensão, e parece que a qualquer momento vai tocar uma sirene na cabeça, e isso pode fazer muito mal, porque a pessoa não consegue relaxar nunca.

Quando a pessoa está nesse ponto pode ser que a ansiedade está desajustada, e que é preciso fazer alguma coisa para que se possa controlá-la.

Sintomas da ansiedade

  • coração acelerado: quando a pessoa sente aquela palpitação sem parar
  • pensamentos negativos em relação ao futuro: a pessoa pode pensar que num futuro próximo ou distante tudo pode dar errado
  • falta de concentração: a pessoa pode esquecer de coisas simples, esquecer de nomes de pessoas próximas, e até esquecer de coisas que ela faz todo dia
  • não conseguir parar de pensar: a cabeça da pessoa fica a milhão de tanta coisa que passa nela
  • evita situações que deixam ela ansiosa: não vai a lugares onde pode pensar que possa virar o centro das atenções ou ser notada. Ela faz isso pra evitar vergonha ou humilhação que pensa que poderá passar
  • suor em excesso e calafrios: pode estar o mais frio que for, a pessoa quando está ansiosa pode pingar litros de suor e até tremer.
  • se preocupar com coisas simples: simples mesmo, como achar que não vai dar tempo de ir ao mercado, acordar pra ir a algum lugar, e até mesmo não dar tempo de escovar os dentes
  • sentir a boca muito seca: a pessoa tem a sensação que engoliu areia e parece que não bebeu nenhum gole de água no dia
  • roer unhas até a carne viva: a pessoa roe a unha até chegar ao dedo mesmo. A cutícula, que é a pelezinha próximo da unha também.
  • sentir preocupação sem motivos: pode não estar acontecendo nada, mesmo assim a pessoa pode sentir todos esses sintomas

Dicas para combater a ansiedade

  • respiração: respire e inspire lentamente por 60 segundos. Preste atenção na sua respiração
  • beba água: é incrível como o poder da água tem para controlar a nossa ansiedade
  • pratique exercícios físicos: quando pensamos em exercícios logo pensamos em academia ou caminhada, mas tem muito mais coisas além desses dois, por exemplo, pilates, CrossFit, natação, bicicleta, funcional, zumba, aulas de circo, aulas de dança, tem coisa pra caramba
  • use seu bom humor: converse, de preferência pessoalmente, com uma pessoa engraçada, que te faz rir e esquecer por um momento desses sentimentos e sensações
  • veja filmes, séries ou vídeos engraçados: você também pode ver vídeos na internet. Um programa interessante e muito engraçado

E se por acaso a ansiedade estiver te incomodando muito, procure ajuda profissional.

Escrito por

Murilo Vital Psicólogo

Ver perfil
Deixe seu comentário
1 Comentários
  • Bianca Cristina

    A ansiedade me perturba todos os dias , é angustiante essa dor no peito ,esses pensamentos horríveis MDS

últimos artigos sobre ansiedade