Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Ando sem motivação para nada e me sentindo mal. O que fazer?

Feita por >Renata Zago · 11 ago 2016 Depressão

Olá! Não sei mais o que fazer da minha vida. Preciso de ajuda porque o pensamento de me matar vai e vem da minha cabeça e eu estou me sentindo muito mal com isso. Não consigo fazer nada. Faz dois dias que estou deitada na cama sem tomar banho, sem escovar os dentes. Não sei mais o que fazer, pois não tenho animo pra nada. Os remédios nunca ajudaram. Estou quase implorando a minha família pra me internarem. Preciso muito de uma ajuda. Obrigada.

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta

Olá Renata.

Você está passando por um quadro de depressão com ideações suicidas. É urgente que você procure um psiquiatra que faça um diagnóstico mais apurado e te medique e ao mesmo tempo procure um acompanhamento psicológico que te ajude a elaborar todas as questões que estão te causando esse mal estar.

Um abraço.

Maria José

Maria José Machado Jorge Psicólogo em Ribeirão Preto

44 respostas

3631 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá Renata. Seu quadro é de depressão, mas você já sabe disso. Além da medicação, experimente o levedo de cerveja, que tras ânimo e força, mas será necessário exercícios, uma companhia poderá ajudá-la. Psicoterapia será essencial e te recomendo uma terapia corporal, que te faça respirar e expressar seus sentimentos. Há a terapia corporal reichiana (Wilhelm Reich), a Bionergética (A. Lowen), a Biodança e outras. Boa sorte

José Carlos Bastos Psicólogo em Rio das Ostras

132 respostas

11330 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Primeiro, meus parabéns por ter tido o ÂNIMO de levantar-se da cama e escrever seu pedido de ajuda. Isto já é um indicativo de que há uma "chama" acesa em você. Mas da onde vem a palavra "ânimo", "desânimo", "inanimado"?
Vem do Latim ANIMUS, “alma, coragem, desejo...”, relacionado a ANIMA, “ser vivo, espírito, coragem, disposição”, derivado do Indo-Europeu ANE-, “assoprar, respirar”.
Imagine então uma bexiga se esvaziando, perdendo o que lhe preenche... A princípio eu descartaria diagnóstico que apontasse para problemas funcionais de neurotransmissores (cerebrais), o que levaria a depressão orgânica. Minha hipótese diagnóstica iria no sentido de que a etiologia de seus sintomas é psíquico. Assumindo que ANIMUS refere-se a "sopro, respiração", posso lhe indicar uma técnica que se utiliza de HIPERVENTILAÇÃO no tratamento de sua queixa clínica, como por exemplo, o RENASCIMENTO (Rebirthing). Se estiver em SP posso lhe indicar local. Abraço e boa sorte!
Toni Grangeiro, psicólogo psicodramatista.

Antonio Grangeiro Psicólogo em São Paulo

7 respostas

118 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Todos têm potencial inexplorado!

Atendimento e acompanhamento psicológico.
Destinado a todo aquele que:
* necessita de diagnóstico quanto ao nível de alterações no comportamento, na personalidade e na cognição, bem como o nível de gravidade de determinadas lesões cerebrais e transtornos de aprendizagem; 

* deseja identificar potencialidade e dificuldades cognitivas;

* busque expressar seus conflitos e dificuldades, ultrapassar os obstáculos que o impedem de integrar-se e adaptar-se adequadamente ao meio social;

* busque otimizar desempenhos em concursos, provas e processos seletivos.

As sessões podem ser em grupo ou individuais. 

Atenciosamente,
Aline M. S. De Coster

Espaço Aline De Coster Psicólogo em Rio de Janeiro

575 respostas

22812 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Concordo com a colega,Renata, busque ajuda urgente. Seus sintomas são de depressão, uma doença séria e perigosa. Após ser medicada, vá fazendo também um acompanhamento com um bom e experiente psicólogo.
Atenciosamente,
Maria Márcia Verona

Maria Márcia Verona Psicólogo em Belo Horizonte

24 respostas

1531 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá Renata!

Os sintomas que citou apontam para um quadro de Depressão.

Neste momento, sua percepção e interpretação dos fatos e da vida estão confusos e distorcidos.

Assim, é muito importante que busque ajuda de um profissional psiquiatra (avaliação e prescrição de medicamento para contribuir do ponto de vista fisiológico) e de um profissional psicólogo (que lhe ajudará do ponto de vista do comportamento).

Tenho certeza que se sentirá bem melhor depois dessa aliança terapêutica.

Vamos em frente!

Kelly Marques

Kelly Marques Psicologia Psicólogo em Maceió

8 respostas

268 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Renata, em alguns momentos a vida pode nos parecer muito pesada. Esteja certa de que, mais do que real, esse sentimento é uma sensação que carregamos em função de experiências negativas de nosso passado mais longínquo. Como você deixa claro que esse momento te está sendo muito pesado, é necessária uma medicação psiquiátrica adequada, e essa medicação existe. Ao mesmo tempo busque um psicólogo que utilize uma técnica mais direta para alcançar teus sentimentos e desatar os nós que estão te oprimindo. Abraço.

Consultório de Psicoterapia Regressiva Pedro do Nascimento Psicólogo em Curitiba

54 respostas

1030 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Ola Renata,
Você em está com depressão. Peça ajuda a sua família para que procurem marcar consulta com um médico, mas procure também um psicólogo. Quando a pessoa está em crise precisa de medicamento, porque existe um desequilíbrio hormonal ,mas somente a psicoterapia vai ajudá-la a entender o que está levando você a esse estado . Boa sorte.

Maria da Conceição Vasconcelos Gioia Psicólogo em Rio de Janeiro

463 respostas

8155 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá Renata!
As vezes nossos sofrimentos são tão intensos que morrer parece a única forma de cessá-los.
Sei que sente-se frustrada com o tratamento medicamentoso que faz mas procure agendar o quanto antes com o psiquiatra que a acompanha para rever esta medicação, buscando alternativas medicamentosas ou de dosagens.
Não deixe de procurar ajuda de um psicólogo, os medicamentos fornecem um suporte inicial para que não se sinta tão letárgica obtendo tantos prejuízos em sua vida, mas é fundamental cuidar da parte emocional que está motivando este sofrimento.
Se sente-se impossibilitada de fazer o agendamento com o psiquiatra e o psicólogo, verbalize para um de seus familiares sua dificuldade, para que faça o contato, a acompanhe na consulta... não deixe de procurar ajuda.

Fico a disposição,

Maitê Hammoud

Maitê Hammoud Psicólogo em São Paulo

1303 respostas

39150 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá Renata!
Talvez não seja necessária uma internação, mas você precisa sim de um tratamento medicamentoso com acompanhamento de um psiquiatra para eliminar todos estes sintomas (desanimo, desejo de morte, angustia, etc). E precisa de psicoterapia para identificar o que está lhe causando isso, podendo assim identificar e modificar comportamentos e atitudes em sua vida, tornando-a prazerosa de se viver.
Como você disse que pede para sua família e não há sucesso, você mesma pode procurar um posto de saúde, ou se tiver convenio e agendar um psiquiatra. E logo em seguida tambem o inicio da psicoterapia.
Estimo melhoras!

Ana Paula Souza - Psicologa Clinica

Psicóloga Ana Paula Souza Psicólogo em Guarulhos

117 respostas

12258 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Depressão

Ver mais psicólogos especializados em Depressão

Outras perguntas sobre Depressão

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 7700 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 10600

Psicólogos

perguntas 7700

perguntas

respostas 28950

respostas