MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Onde estão os limites da ansiedade?

A ansiedade é uma resposta natural frente a situações de excitação ou medo. Porém, vira um transtorno quando a pessoa perde o controle. Você sabe onde estão os limites da normalidade?

14 Jul 2016 Dicas de psicologia - Leitura: min.

psicólogos

Todos nós já nos sentimos ansiosos alguma vez, seja na véspera de uma prova importante, no primeiro dia do novo trabalho, antes de sair com aquela pessoa que você gosta, na hora de tomar uma decisão importante… É uma resposta psíquica natural, que cumpre determinadas funções cognitivas e emocionais.

Porém, o excesso de ansiedade é um problema e não traz nada de positivo para o dia a dia da pessoa. Por isso, é importante saber onde estão os limites da ansiedade, aquela que é considerada "normal". Veja a seguir como reconhecer quando sua ansiedade está ultrapassando os limites da moderação.

Entendendo a ansiedade

Um dos primeiros sintomas da ansiedade é o coração disparado, as mãos frias e suadas e a respiração acelerada. Faz parte de um sistema de defesa natural, que trata de garantir a sobrevivência individual.

Outros sinais possíveis são inquietação, tensão muscular e dificuldade de concentração. Em níveis moderados, a ansiedade não provoca muito mais que esse tipo de reação. Isso porque a "ameaça" é passageira e não há motivo para seguir em alerta. Mas, quando se converte em ansiedade patológica, acaba dominando o sujeito, que já não consegue mais desconectar o sistema de "alerta".

Quem tem que lidar com um quadro assim, vive numa realidade onde tudo é arriscado. Em decorrência, podem surgir ainda medos irracionais, fobias e manias, outros complicadores na hora de manter uma vida equilibrada.

flickrdracirr.jpg

Entendendo e respeitando os limites

Quando você notar (ou alguém vier dizer) que está tendo reações desproporcionais ao que pede a situação, pare e preocupe-se. É fácil ultrapassar limite e se deixar levar por um medo imaginado. Nesse sentido o melhor é tentar identificar se, em algum momento, você teve dificuldade de controlar a ansiedade. Se a resposta for sim, tentar calcular a frequência com que isso ocorre.

Um dos pontos comuns a todos os que sofrem com o transtorno de ansiedade é justamente essa sensação de "estar constantemente ansioso". Tomar decisões é dificílimo. Não deixa de ser uma postura extremamente defensiva, esperando sempre o pior.

Como controlar a ansiedade?

A ansiedade só é positiva quando controlada e utilizada para o nosso crescimento pessoal. Para conseguir utilizar melhor essa energia, é importante incluir técnicas de relaxamento no seu dia dia, além de trabalhar para descobrir o significado desta ansiedade. Saber por que se manifesta é a forma mais eficaz de estabelecer formas de controle.

Muitas vezes, porém, é impossível conseguir enfrentar um quadro assim sozinho. Se esse for o seu caso, não tenha medo de pedir ajuda. Há inúmeros psicólogos especializados em controle da ansiedade, que podem lhe ajudar a entender e enfrentar uma situação assim.

Fotos: por MirkoOlandese e DracirR (Flickr)

1 Curtir

Deixe seu comentário

INFORMAÇÃO BÁSICA SOBRE PROTEÇÃO DE DADOS
Responsável: Verticales Intercom, S.L.
Finalidades:
a) Envio de solicitação ao cliente anunciante.
b) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços próprios.
c) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços de terceiros de diferentes setores de atividade, podendo implicar repasse dos dados pessoais a esses terceiros.
d) Segmentação e elaboração de perfis para fins publicitários e para prospecção comercial.
e) Gestão dos serviços e aplicativos oferecidos pelo Site ao Usuário.
Legitimação: Consentimento do interessado.
Destinatários: Está previsto o repasse dos dados aos clientes anunciantes para atender suas solicitações de informação sobre os serviços anunciados.
Direitos: Tem o direito a acessar, retificar e eliminar os dados ou se opor ao tratamento dos mesmos ou a alguma das finalidades, bem como outros direitos, como se explica na informação adicional.
Informação adicional: É possível consultar a informação adicional e detalhada sobre Proteção de Dados em br.mundopsicologos.com/proteccion_datos

Comentários (2)

Você não pode deixar de ler...