MundoPsicologos.com
MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

6 sinais que podem indicar que você está sendo traído

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Ninguém gosta da ideia de ser traído. Daí a importância de estar atento aos possíveis sinais de infidelidade no relacionamento, para reagir e enfrentar o problema junto com o seu parceiro/a.

24 Jan 2019 · Leitura: min.
6 sinais que podem indicar que você está sendo traído

Vivemos em uma sociedade que, quando se fala em relacionamento de casal, ainda está baseada no modelo monogâmico, ao menos na teoria. A fidelidade sempre aparece na lista das características indispensáveis para uma pessoa se sentir feliz e realizada num relacionamento. Entretanto, os casos de traição são mais comuns do que nos sentimos confortáveis em afirmar.

Viver obcecado, desconfiando do seu companheiro/a o tempo todo, não é nada saudável. Porém, fechar os olhos às evidências e negar o óbvio, também não é. Nesse sentido, é importante estar atenta/o aos sinais que podem indicar uma possível traição.

1) Repentina preocupação com a aparência

Mudanças bruscas de comportamento, aumentando a prática de atividade física, optando por uma alimentação mais saudável, fazendo dietas e demonstrando uma preocupação acentuada por sua estética e aparência pode ser indício de uma aventura ou o desejo de ter uma, especialmente se não é algo que te envolva, ou seja, que se consolida como um projeto individual e não numa vontade dar um “up” no casal.

2) Mudanças radicais nos horários

Se o seu companheiro/a começa a trabalhar mais horas que o habitual e a fazer viagens de trabalho que antes não existiam, pode ser simplesmente indício de progressão no trabalho. Mas se o ramal nunca atende depois do expediente e, durante as viagens, o celular está sempre desligado, é importante desconfiar.

3) Mais tempo dedicado ao celular e ao computador

Pessoas que estão mantendo uma aventura normalmente utilizam em excesso o celular e o computador. Começam a levar os aparatos para momentos e lugares em que não estavam presentes anteriormente, a colocar senhas de bloqueio que antes não existiam, a deletar o histórico de navegação… Também trocam horas de sono por ficar acordados, sempre com o dispositivo eletrônico à mão.

shutterstock-692056993.jpg

4) Reações negativas a demonstrações de afeto

Se seu companheiro/a reage de forma inesperada a surpresas românticas, declarações de amor e gestos de carinho, especialmente com respostas negativas ou de tristeza, é importante falar sobre isso. Normalmente, uma das “justificativas” para a traição é o fato de o relacionamento estar num péssimo momento. As demonstrações de afeto colocam em cheque esse tipo de argumento.

5) Hostilidade e falta de paciência

A maioria das pessoas que são infiéis tem a necessidade de racionalizar esse comportamento, e a forma que encontram de fazê-lo é culpando o outro por sua “fraqueza”. O outro já não é o que era, não se comporta como antes, nem na vida social nem na intimidade do casal. Os momentos de intolerância e hostilidade passam a ser mais frequentes, porque é a forma mais óbvia de extravasar essa culpa que ele/a considera que é do outro.

6) Mudanças na rotina sexual

Tanto um aumento como uma diminuição acentuada na atividade sexual do casal pode ser indício de infidelidade. No primeiro caso, seria um esforço para aparentar normalidade e evitar suspeitas; no segundo, uma conexão emocional e sexual com outra pessoa, que está afetando o relacionamento.

____________________________

O diálogo franco e aberto com o companheiro/a sempre é a atitude mais recomendada pelos especialistas em dinâmica de casal, não somente diante de suspeitas de infidelidade como para enfrentar quaisquer diferenças na convivência. Sempre que necessário, você pode pedir ajuda a um psicólogo especializado em terapia de casal.

Fotos: MundoPsicologos.com

psicólogos
Escrito por

MundoPsicologos.com

Deixe seu comentário