Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Sinto uma angústia repentina muito grande, o que há comigo?

Feita por >Tina_Cris · 7 mai 2020 Angústia

mudo de humor do nada . Hoje eu estava feliz , rindo e fazendo palhaçadas e me veio uma angústia muito grande , tristeza e ódio de pessoas que me decepcionaram . Com a quarentena piora tudo, me sinto inútil , sozinha , e sempre vem nos meus pensamentos que a minha tá tudo ferrado , que meu futuro tá no lixo , que o tempo tá passando . Perdi minha fé , minha alegria e não tenho sonhos ou planos pro futuro . Não me interesso por nada e também perdi interesse em muitas coisas e tenho ansiedade, é muito bom poder desabafar. Obrigada.

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta 8 MAI 2020

Olá Tina
Você diz que tem mudado de humor e que perdeu a fé, a alegria e os sonhos.
O que você gosta de fazer?
Você tem feito as coisas que gosta, ou apenas coisas que não gosta?
Com o que você está gastando sua energia?
Quais as coisas que tem feito que lhe dá prazer?
Você tem atendido as suas necessidades?
Quanto tempo do seu dia você se dedica a agradecer, elogiar e pensar em coisas positivas?
Quais coisas você começa e termina?
Você tem paciência para esperar o tempo que algo aconteça, ou desiste nomeio do Caminho? Lembre-se que as plantas, assim como as metas, tem um tempo para crescer e dar frutos.
Pense nisso.
Jane Assunção.

Jane Assunção Psicóloga Psicólogo em São Paulo

90 respostas

143 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

16 MAI 2020

Olá Tina!
Pelo seu pequeno relato você apresenta traços de um quadro de depressão. Essa oscilação repentina de humor se chama labilidade emocional. Sintoma característico de quadros de transtorno de humor.
É indicado que inicie a psicoterapia para que através do processo de autoconhecimento possa compreender melhor todas essas perdas que mencionou e o que pode ter contribuído para o possível desenvolvimento do quadro e avaliar a necessidade de tratamento multidisciplinar com acompanhamento psiquiátrico.

Fico a disposição.

Abraços,

Maitê Hammoud

Maitê Hammoud Psicólogo em São Paulo

1449 respostas

39270 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

8 MAI 2020

Olá Tina_Cris, tudo bem?

Olha, as vezes nosso humor e pensamentos oscilam mesmo, e agora nesse quarentena isso pode vir com mais frequência, ou talvez a frequência sempre foi a mesma, mas agora estamos mais atentos a isso
E o que você disse " é muito bom poder desabafar ", você está certíssima. As vezes tudo o que está dentro de nós parece confuso e totalmente sem sentido, mas quando expomos tudo isso parece que as coisas começam a fazer mais sentido, e podemos ter até a sensação de tiramos um fardo de dentro de nós mesmos
Então lhe proponho a você fazer um exercicio:
Quando estiver angustiada, ou com alguns pensamentos bem confusos, procure alguém de confiança para poder desabafar. Agora se ninguém estiver disponível, ou se você não conhecer ninguém que tenha tal confiança, escreva. A escrita também pode ser um desabafo, pois você está jogando no papel algo que está em seu interior

Abraços
Murilo Vital

Murilo Vital Psicólogo Psicólogo em Limeira

68 respostas

28 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

8 MAI 2020

Tina_Cris, Voce está fora de si mesma. Significa que está cumprindo uma agenda que não é sua e isto causa crises, porque está caminhando por um caminho que outros indicaram para você.
Precisa retomar O SEU CAMINHO e não o caminho que outros querem para você.
Só um processo psicoterapêutico vai te auxiliar a retomar o seu caminho.

Geime Rozanski Psicólogo em Brasília

652 respostas

347 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

8 MAI 2020

Oi, Tina! A angústia é um processo extremamente humano. É nosso organismo nos comunicando algo. Surge geralmente quando nos colocamos diante da consciência que temos sobre nós próprios, sobre nossas escolhas e sobre o tempo (e o que fizemos com o nosso tempo). Ao mesmo tempo, a angústia nos movimenta também e nos impulsiona a fazer algo. O fato de você ter vindo aqui e escrito está mensagem diz muito sobre isso, né?
Fiquei inclusive com a sensação de que você se observa bastante, que reflete sobre as suas próprias questões. Este período de quarentena tem nós colocado em contato direto com nossas emoções e é comum as pessoas relatarem os fluxos entre alegria e tristeza, raiva e amor, etc. Eu sugiro a você iniciar um processo psicoterápico. Por meio dele você passa a ter um espaço para dar palavras a essa angústia diante das questões da vida. Como você mesma disse "é muito bom poder desabafar". Com uma psicóloga ou Psicológo, mas do que desabafar você vai poder ser acompanhada na sua experiência interna e compreendida naquilo que é mais singular e seu. É um espaço para elaboração de sentidos, para elucidação dos seus sentimentos e para clareamentos de alguns pontos. Acredito que isso te ajudaria muito!

E, não esqueça: seus sentimentos são uma parte sua e quando se revelam estão comunicando alguma coisa a você. Considero a psicoterapia um espaço muito enriquecedor para se perguntar sobre o que é que estes sentimentos estão dizendo.

Espero tê-ja ajudado. Um abraço!

Mário Silveira Psicólogo em João Pessoa

8 respostas

3 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

8 MAI 2020

Olá! Grato por participar. Em ciência, incluindo a Psicologia, não há "do nada". Alguma razão há. Vamos tentar abstrair do seu texto indícios para desenvolvimento: o riso e a palhaçada envolvem contrapartidas, não podemos estar rindo e fazendo palhaçada o tempo todo, assim, é preciso história para gerar o riso. Ao entrar em contato com as contradições e incompletudes da vida, é preciso conter o riso, para poder tentar melhorar as incompletudes. Como a "minha tá tudo ferrado", se eu ria e fazia palhaçada; palhaçada e riso, são partes boas da vida. "Meu futuro tá no lixo". De fato não há "pais ou mães de santo"; ninguém prevê o futuro, a não ser com bases científicas e imprecisões. No entanto, pessoas que ficam sem ação, pensando negativo sobre o futuro, acabam por seu submetidas a planos de outros e surpresas, para as quais não estão preparadas. Vamos falar sério agora, de forma construtiva, antes falamos de ponderações sobre as incoerências para as conclusões. Algumas reflexões construtivas: cada ser humano é único, altamente complexo, rico de potencialidades e possibilidades. Estando conectado com a harmonia interna, com os valores sociais elevados, preservando hábitos saudáveis e valores sociais, ao tentar realizar objetivos, metas e descobertas, verá que pode muita coisa boa e construtiva que ainda não havia tentado. As pessoas podem decepcionar a mim, mas minha maior inteireza, faz com que eu mantenha a retidão. Como desconheço o futuro, faço planos realista para que ele aconteça da melhor forma possível, ainda que se saiba que não há perfeição. Experimente, tente, persista em realizar coisas construtivas, seja forte diante de algumas frustrações, certamente você fará prevalecer energias boas. Abraços virtuais (em tempos de pandemia, saia de casa, somente para o que for necessário, com máscara, higiene e distanciamento físico: uma morte a mais evitada, será toda uma vida a mais preservada!). Ary Donizete Machado - psicólogo clínico.

Ary Donizete Machado Psicólogo em Limeira

1308 respostas

636 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

8 MAI 2020

Oi tina. Que bom que só de você conseguir desabafar já serviu de grande ajuda. Como você disse, a quarentena tem esse poder de aflorar sentimentos que muitas vezes nós nem imaginávamos que teríamos. Então é como se tivéssemos passando por um misto de sensações e sentimentos. Em um dia acordamos bem e no outro temos que nos esforçar para fazer algo simples, como tomar banho. Acho que talvez, seria um momento para refletir melhor como esses sentimentos ocorrem né? E quem sabe pedir ajuda profissional.
Espero ter te ajudado, um forte abraço!

Arianne F. B. Gonçalves Psicóloga Psicólogo em Campinas

10 respostas

10 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Angústia

Ver mais psicólogos especializados em Angústia

Outras perguntas sobre Angústia

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 8650 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 10750

Psicólogos

perguntas 8650

perguntas

respostas 30100

respostas