Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Sentir raiva das pessoas sem motivo é normal?

Feita por >Carol em 27 Nov 2015 Psicologia clínica

Sou mulher, tenho 19 anos. O fato é que eu tenho um bom relacionamento interpessoal, é muito raro eu não me dar bem com alguém, gosto de fazer amizades, apesar de que tenho poucos amigos e gosto muito de servir as pessoas. O problema é que eu passo um determinado tempo gostando muito da pessoa (normalmente uns 9 a 15 dias) e depois sem motivos, ou por motivos bem pequenos que sei que foram criados em minha mente, eu fico com raiva da pessoas não suportando nem ao menos ouvir sua voz e querendo ficar longe dela. O bom é que eu consigo controlar, passando apenas uma imagem de mau humor. Isso seria normal?

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta

Ana , bom dia

Busque ajuda de um profissional , percebo que isto está te trazendo um incomodo e precisa ser investigado. As relações humanas não é só feita de relacionamentos interpessoal . Acredito que você precisa praticar o relacionamento intrapessoal , ou seja olhar para dentro de você , buscar o autoconhecimento para entender esse seu comportamento em relação ao outro.

Busque um profissional o processo terapêutico vai te ajudar nesta caminhada .

Martha Severo Lopes da Silva Psicólogo em Recife

18 respostas

3677 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Bom dia. Vc já buscou ajuda profissional? Vc percebe q vc é assim irritada em todos aspectos ou só c essa pessoa? Vc percebe muitos altos e baixos?
Vc percebeu se tem haver com seu periodo hormonal?
Tem pessoas q ficam mais agitadas na fase da tpm...
Pode ser varias coisas mas precisa analisar.

Psicóloga Monica Mesquita Psicólogo em Rio de Janeiro

43 respostas

13 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Acho q vc deveria buscar uma ajuda profissional, pois essa alteração de humor constante não é normal.

Psicóloga Monica Mesquita Psicólogo em Rio de Janeiro

43 respostas

13 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Não, não é normal sentir raiva das outras pessoas, se não fizeram nada para ti. Mas demonstra um problema que tens e precisa descobrir. Procure discutir este sentimento de raiva com alguém da tua confiança....

Geime Rozanski Psicólogo em Brasília

209 respostas

94 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Sentir raiva das pessoas sem motivo de fato não é normal, você ja se questionou se não existe algo no seu subconsciente que esteja bloqueando essas sua amizades interpessoal, você ja passou em Psicoterapia para colocar em debate o que vem ocorrendo com você?

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Ana,
A frustração é um sentimento de impotência, uma resposta emocional que emerge quando certos desejos e expectativas não podem ser cumpridos.A tolerância à frustração é uma virtude que precisa de desenvolvimento e paciência.
Aconselho psicoterapia.

Marci Kraft

Marci Kraft Psicólogo em Joinville

190 respostas

12988 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Ana,procura descobrir se realmente tem raiva mesmo. Comece a se observar e tenta descobrir onde falta em você mais controle de confiança.Faça uma lista dos pontos negativos e positivos de você. Ai tenta melhorar. Se não conseguir me procure se quiser. Abço Psicologa Maria Jose P. Silotti

Psicologia Silotti Psicólogo em Belo Horizonte

30 respostas

7122 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Carol,
Vou entender que sua pergunta seja se isto e saudável ou nao.
Tudo que lhe trouxer prejuízo ou angustia, nao é saudável. Seria interessante atraves da psicoterapia voce encontrar o motivos desses desafetos. Parece que voce esta buscando algo nas pessoas que nao encontra e por isso as rejeita.
Existe uma razao para voce estar sentindo isso e o terapeuta podera te ajudar.
Márcia Alflen

Márcia Alflen Chirinea Psicólogo em São Paulo

35 respostas

1312 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá Carol,


Percebo que esse sentimento vem te incomodando. O conceito de normal ou patológico é tênue, e varia. Se há perdas ou prejuízos, indicaria a você procurar ajuda para saber de onde provém estes pensamentos, podendo assim mante-los afastados de sua mente.

Espero ter ajudado.

Elisa Lengler
Terapeuta de Familia

Elisa Canellãs Lengler Psicólogo em Florianópolis

453 respostas

14129 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Carol,
Nesta questão, seria interessante compreender o que essa raiva toda que você diz sentir pelas pessoas significa para você. Essa raiva, incômodo, irritabilidade podem falar sobre você também. O que desse outro que eu percebo, que fala sobre mim também, mas que eu não suporto? Pensar sobre como está a sua satisfação com a sua vida, com as suas escolhas, pois essa irritabilidade, essa agressividade está destacada na sua fala e isso causa um desconforto significativo em você. Então quando nos sentimos extremamente irritados, sensíveis a tudo e a todos, pode ser que questões com a nossa própria satisfação esteja comprometida. Um acompanhamento terapêutico pode ajudá-la neste processo de autoconhecimento, de reconhecimento e validações das suas emoções. Elaborar esse sofrimento que estas sensações e comportamentos estão causando em você. Nossos pensamentos podem ser grandes aliados, mas também podem ser fonte de angústia se produzirem conteúdos desta natureza como menciona. Seria importante trabalhar as suas demandas. Busque ajuda profissional de um psicólogo.
Um abraço!

Psicóloga Giselle Melo Psicólogo em Manaus

52 respostas

7599 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá, Carol.
O conceito de normalidade vai variar de indivíduo para indivíduo. Acredito que seria necessário investigar quais são suas crenças, no que cresces-te acreditando, para compreender melhor o motivo que faz sentir-se assim. Procure auxílio com um profissional especializado.

Abraços
Psicóloga Narita Rodrigues

Psicóloga Narita Rodrigues Psicólogo em São Paulo

19 respostas

2184 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Todos têm potencial inexplorado!

Atendimento e acompanhamento psicológico. Destinado a todo aquele que:
* necessita de diagnóstico quanto ao nível de alterações no comportamento, na personalidade e na cognição, bem como o nível de gravidade de determinadas lesões cerebrais e transtornos de aprendizagem; 

* deseja identificar potencialidades e dificuldades cognitivas;

* busque expressar seus conflitos e dificuldades, ultrapassar os obstáculos que o impedem de integrar-se e adaptar-se adequadamente ao meio social;

* busque otimizar desempenhos em concursos, provas e processos seletivos.


Atenciosamente,
Aline S. De Coster

Espaço Aline De Coster Psicólogo em Rio de Janeiro

575 respostas

22787 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá, Ana!
Quando você fala que tem como prática "servir as pessoas" esse comportamento pode vir carregado de intenções variadas tais como sentir-se amada, reconhecida, valorizada, útil ou simplesmente pode ser um ato altruísta. Avaliar o que te move é o que precisa ser investigado, entende? Imagina uma pessoa que serve, serve , ajuda... e não recebe aquilo que espera receber??! Isso gera sentimentos fortes, desagradáveis que vão influenciar sua forma de funcionar diante da vida e abalar seus relacionamentos. Se isso for um comportamento constante, sugiro que busque um profissional que possa auxiliá-la com essas questões, que sozinha, você não consegue compreender.
Espero tê-la ajudado.
Forte abraço.

Fátima Cardoso Peluso Psicólogo em Rio de Janeiro

10 respostas

2469 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Podemos mudar de opinião sobre o que pensamos e sentimos sobre as outras pessoas. Mas é importante saber o porque da mudança de opinião. Se os motivos são criados na sua cabeça e a pessoa não tem uma responsabilidade, clara, nessa raiva que surge é preciso que você localize quais são os sentimentos que vem antes da raiva aparecer e que identifique o porque essas pessoas passam a lhe incomodar de um momento para o outro. Esse é um processo de autoconhecimento, se você entender melhor todo este processo poderá lhe trazer benefícios como se cobrar menos e ter de servir menos às pessoas.

Patrícia Martins Psicólogo em Belo Horizonte

312 respostas

14751 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

vc precisa descobrir a origem desta raiva e deste desdem para com as pessoas. recomendo que procure um psicologo.sou psicologa e hipnologa. trabalho em sao jose do rio preto,s.p.

Sandra Elena Carosio Psicólogo em São José do Rio Preto

480 respostas

21551 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá Ana. É comum que as pessoas não nos agradem o tempo todo, e que não as agrademos o tempo todo, essa é a nossa condição humana. Porém, não é comum deixar de gostar das pessoas após determinado tempo sem nenhum motivo aparente. Se esses sentimentos estiverem causando sofrimento e prejuízo nas relações interpessoais, sugiro que procure ajuda profissional para ajudá-la a entender o porque desses sentimentos. Contudo, o seu controle desses sentimentos é muito benéfico, pois evita transtornos maiores. Qualquer dúvida estou a disposição. Um abraço

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá, Ana!
Você questiona se sentir raiva sem motivo é normal, mas também aparece uma questão importante quando cita "gosto muito de servir as pessoas". Talvez sua raiva esteja relacionada com este servir, por mais que digamos que servimos aos outros por gosto, em algum momento esperamos reconhecimento e será que isso acontece? Há quanto tempo isso pode estar sendo acumulado? Quando questionamos nossos sentimentos há muito para ser refletido, um profissional pode auxiliá-la a organizar os questionamentos que surgirão ao tentar responder esta questão, procure ajuda e não passe por isso sozinha. Abç, Adriana

Adriana Barreto Psicólogo em Ribeirão Pires

51 respostas

3745 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Motivo sempre há, mas pode ser que esta pessoa não te dê motivo aparente e neste caso podemos chamar de uma transferência de sentimentos, ou seja, o que você sente provavelmente deveria ter sido direcionado à outra pessoa ou situação. Geralmente estão ligados à infância e que deve ter si tornado inconsciente. Desta forma você não vai levar nenhum relacionamento adiante e um profissional experiente pode te ajudar a se livrar desta dificuldade. Boa sorte.

José Carlos Bastos Psicólogo em Rio das Ostras

132 respostas

11305 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Oi Ana. Uma resposta direta a sua pergunta seria, a princípio: não. Não é comum sentir raiva de pessoas sem motivos aparente. Entretanto, os motivos para nossos sentimentos, nem sempre, são revelados a todo momento. Algo que me chamou muita atenção no seu relato foi o fato de você dizer que consegue controlar esta raiva. O controle dos nosso sentimentos é importante quando evita que cometamos comportamentos de forma impulsiva e agressiva. Contudo, esses sentimentos precisam ser compreendidos e externalizados de alguma forma. Agressividade reprimida e contida acaba levando as pessoas a "estourarem" em algum momento e, normalmente, com reações desproporcionais aos motivos que desencadeiam. Seriam situações iguais aquele velho ditado "foi a gota d'água". Acredito que você precisa começar a escutar mais seus sentimentos. Em quais situações sente raiva, por quais motivos e o que tem feito com esses sentimentos. Comece a observar mais seus próprios sentimentos e a dar importância para eles, escolhendo a forma de externalizar sem agredir aos outros, mas colocando para fora seus sentimentos e respeitando a si mesma. Caso não consiga lidar sozinha com esta situação, sugiro que procure um profissional que possa ajudá-la a compreender seus sentimentos e a auxiliá-la na melhor forma de se colocar no mundo. Boa sorte!

Thayane Salgado Psicólogo em Salvador

21 respostas

3609 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá, Ana. O que é normal ou anormal vai variar de pessoa para pessoa. A minha resposta é simples: Se está te incomodando, te fazendo sofrer e aborrecendo, procure ajuda. Um profissional de psicologia vai poder investigar, junto com você, a origem destes seus pensamentos e, juntos, vocês poderão traçar um estratégia para reverter este seu comportamento e diminuir o seu sofrimento. Espero ter ajudado, ao menos um pouco. Um abraço.

Edith V. C. Andrade Psicólogo em Nova Iguaçu

79 respostas

6801 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Psicologia clínica

Ver mais psicólogos especializados em Psicologia clínica

Outras perguntas sobre Psicologia clínica

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 6350 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 10150

Psicólogos

perguntas 6350

perguntas

respostas 27650

respostas