Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

É normal um menino de sete anos dizer às vezes que quer ser uma menina?

Feita por >Jéssica Silva · 21 mai 2015 Orientação sexual

Tenho um filho que acabou de completar sete anos é muito ativo e carinhoso, a cerca de uns seis meses começou a falar que gostaria de ser uma menina, a dançar balé pela casa, a imitar o modo de falar das meninas e esses dias ficou chateado porque eu não comprei uma blusa para ele poque era feminina. Estou confusa poque na escola a professora não notou nada e disse que ele interage bem com os meninos e com as meninas, quando os amiguinhos estão em casa ele não demostra esse comportamento, ele gosta de ir a escolinha de futebol e de jogar videogame e não quer nem saber dos brinquedos dito de meninas ao mesmo tempo se eu deixar ele escolher ele passa a semana inteira vestido de homem aranha ele também quer ser os personagens femininos dos desenhos. Como devo agir?

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta 22 MAI 2015

Com naturalidade, Jéssica. Acredito que seu filho esteja descobrindo a sexualidade, e às vezes as crianças mesclam os interesses, entre o feminino e o masculino. Mas pelo seu relato, não percebi nada de muito extremo, pois você mesma relatou comportamentos tidos como "normais" para um menino de 7 anos. Acredito que você possa, nos momentos em que ele diga que quer ser menina, conversar francamente com seu filho, sem ameaçar, e questioná-lo o motivo dele estar dizendo isso, para minimamente entender como está o pensamento dele. Em contra partida, cabe também a você observar ao redor do seu filho, para observar se algo no cotidiano dele possa leva-lo a pensar dessa forma, como por exemplo chegada de novos integrantes na família (nascimento de alguma menina que esteja recebendo a atenção das pessoas que ele ama), alguma coisa que possa ter ocorrido na escola (brigas e conversas acerca da sexualidade, que nessa idade começam a ser frequentes). Acredito que de inicio seja apenas algo de "fase", e que deva ser tratado com observação e diálogo. Espero ter ajudado.

Ticiana Araújo Carnaúba Psicólogo em Salvador

40 respostas

3945 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

18 JUN 2015

Olá Jéssica, como está seu filho?
Alguma mudança depois das respostas dos colegas?
Entendo que a fase do desenvolvimento dele com aproximadamente 7 aninhos é de descobertas mesmo. Ele pode estar pensando e com certa dúvida, como será ser menina? E ele tem atitudes no grupo escolar que são diferentes em casa - será que aconteceu algo em casa como uma gravidez sua, ou o nascimento de uma irmãzinha?
Isto é muito melhor explorada no consultório psicológico, mas fique tranquila pois não é determinante de patologia ou opção sexual !!!
Seria produtivo conversar com ele, ouvi-lo, dar atenção, carinho e apoio, aliás sempre! E se possível, busque uma psicóloga, recomendo!

Simone Abramoff Santos Psicólogo em Osasco

9 respostas

919 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

29 MAI 2015

Oi Jéssica! Para analisar o contexto dessa situação primeiramente é fundamental entender várias etapas da vida dessa criança. Por exemplo, como são os pais, como se comporta a família perante ele, com quem ele permanece na maioria de seu tempo, que desenhos mais gosta, quem dá as ordens em casa, para quem é direcionada a atenção em casa. Ele está na fase de construção, deve ter bastante orientação e afeto. Atenciosamente, Psicóloga Celeste.

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

26 MAI 2015

Jéssica, sei que é difícil pra você essa situação, em relação ao comportamento de seu filho, 7 anos é uma fase de transformação e construção da personalidade, muitas dúvidas, perguntas e comportamentos podem surgir,
procure conversar com seu filho, e se for necessário contratre um psicólogo para te orientar e te deixar mais tranquila.

Psicóloga Luzinete Vasconcelos Psicólogo em João Pessoa

70 respostas

3652 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

26 MAI 2015

Segundo Freud nessa faixa etária a criança está em formação da personalidade, o que pode gerar conflitos internos. A posição dos pais deve ser sempre de naturalidade, não reprimindo qualquer comportamento, mas procurando conversar e se precisar de orientação busque ajuda profissional.

Consultório De Psicologia Kátia Arruda Psicólogo em Recife

1 resposta

657 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

26 MAI 2015

Boa noite,
Pode não ser normal... Mas é comum. Já tive um menino de 5 anos com o mesmo problema, que foi solucionado. Mas não é simples de responder por e-mail, precisa de tempo e de ajuda dos pais.
Qualquer coisa estarei à disposição.
Forte abraço, Rosangela

CID Espaço Terapêutico Psicólogo em Rio de Janeiro

1 resposta

678 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

26 MAI 2015

Antes de reponder completamente esta questão seria necessário conhecer o contexto desta criança. Talvez ele tenha notado que a mãe dá maior atenção as meninas e ele encontrou uma forma de chamar atenção, ou tenha ouvido de algum amiginho se comportar assim com o propósito de conseguir algo. Acho que nunca é demais estabelecer uma boa e simples conversa para ver as preocupações do seu filho. Mas se mesmo asim acha insuficiente aconselho a passar uma consulta onde será realizada uma avaliação mais profunda da situação. Espero ter ajudado a esclarecer suas dúvidas.

Yolanda Minguez de Juan Psicólogo em Barueri

5 respostas

765 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

25 MAI 2015

Olá Jessica,
Isso é caso normal de descoberta da sexualidade, vejo um quadro natural e percebo que tem uma situação de vivência particular entre vocês dois.
Um grande abraço.

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

25 MAI 2015

Ele é muito novo para pontuar uma afirmação. A observação do comportamento dele é importante de agora em diante. haja como se nada estivesse acontecendo. Pois só tempo nos dirá algo. Procure um profissional para lhe orientar.

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

25 MAI 2015

Bom dia, Jéssica. A melhor forma de você entender o que está se passando com seu filho nesse momento é buscar a orientação de um profissional qualificado que possa esclarecer suas dúvidas. Pois ele se encontra numa fase em que se inicia o processo de identificação com a figura do adulto que exerce um papel importante em sua vida. Um abraço. Rosí Valle.

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

22 MAI 2015

Olá Jéssica, agir com naturalidade diante dessa situação é uma boa conduta para auxiliar o seu filho a lidar com esse comportamento, procure conversar com ele sem dar ênfase no comportamento feminino em que ele está assumindo em casa, tenta investigar o que ele pode estar buscando descobrir, como ele está se sentindo emocionalmente ou até mesmo do que ele está sentindo falta. A sexualidade nessa fase de idade pode causar um pouco de confusão de papeis de gêneros, é a fase que se inicia de muitas curiosidades e descobertas, leve em conta também que esse é um assunto em evidência na mídia e está sendo muito debatido por quase todos os ambientes sociais, ele pode ter tido acesso. A observação é importante nesse momento e pode ser só algo temporário. Se sentir muitas dificuldades busca ajuda de um profissional psicólogo para alguma consultas presenciais.

Liane Doria Rabelo Psicólogo em Aracaju

8 respostas

1143 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

22 MAI 2015

Olá Jéssica!
Na dúvida, a melhor atitude é sempre a naturalidade, pois permite-nos observar a situação para uma intervenção posterior, se for indicado. Pelo sua breve descrição fica impossível, para qualquer profissional, avaliar adequadamente, como o faria em uma consulta. Mas, aparentemente, o seu relato sugere que pode tratar-se de curiosidade natural da idade, talvez, estimulada por algo que viu na tv, em casa de amiguinhos ou mesmo em sua própria casa. Seria interessante continuar observando e se acontecer novamente, questioná-lo simplesmente o por quê gostaria de ser menina, sem demonstrar preocupação ou crítica.
Mais dúvidas, é só contactar-nos. Boa sorte!

Cristina Santos Psicólogo em Recife

40 respostas

3763 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

22 MAI 2015

Olá, Jessica, se ele não está refletindo este comportamento em outros lugares, pode estar sinalizando algo que foi dito ou visto em casa. Talvez o desejo da mãe de querer ter uma menina ou alguém ter demonstrado a preferência por filhas meninas, etc. Procure conversar com ele para descobrir onde e quando surgiu este desejo, se ele ouviu algo de alguém ou viu em algum programa de tv que ele está acostumado a ver, às vezes as crianças se modelam nesses personagens.

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

22 MAI 2015

Boa noite Jéssica!
Seria muito inconsequente, falar algo da sexualidade de seu filho, apenas por um sumário relato.
Sua preocupação procede, entretanto pode se tratar apenas do desabrochar da sexualidade, com toda curiosidade aflorando e/ou talvez, algum outro tipo de influência.
Sugiro a você, assistir um filme antigo, achará no youtube: "Minha vida em cor de rosa", creio que alivie sua angústia e ainda lhe dará inspiração para abordar com ele o assunto.
Atenciosamente.

Marta Lúcia Vieira Truguilho Psicólogo em Niterói

2 respostas

828 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Orientação sexual

Ver mais psicólogos especializados em Orientação sexual

Outras perguntas sobre Orientação sexual

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 8650 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 10750

Psicólogos

perguntas 8650

perguntas

respostas 30050

respostas