MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Como acabar com a insônia em 7 passos

Quem tem insônia não consegue ter uma noite de sono satisfatória. O resultado imediato é falta de energia e disposição. Porém, se não tratada, a insônia pode terminar até em depressão.

14 Fev 2019 Dicas de psicologia - Leitura: min.

psicólogos

A insônia é um dos distúrbios do sono mais recorrentes. Quem tem o problema, além de não conseguir dormir de forma continuada, é incapaz de manter a qualidade do sono durante as horas reservadas ao descanso. Quando recorrente, pode provocar uma série de respostas físicas e psicológicas:

  • irritabilidade e agitação
  • dificuldade para se concentrar
  • mudanças repentinas de humor
  • cansaço acentuado
  • tensão muscular, dentre outras.

Além disso, quem tem insônia está mais propenso a desenvolver transtornos ansiosos. O stress aumenta quando se aproxima a hora de dormir. O cansaço se intensifica com o passar do tempo, bem como a intensidade dos sintomas. Daí a importância de tratar o distúrbio.

A terapia cognitiva-comportamental é reconhecida como um recurso bastante eficaz para lidar com esses casos. Dependendo da gravidade, pode ser necessário o uso de medicamentos para atenuar determinados sintomas. Se quem tem insônia não busca os recursos necessários para tratar as causas do problema, o mal-estar se cronifica e pode terminar, inclusive com um caso de depressão.

shutterstock-373370530.jpg

De acordo com os especialistas, outro elemento importante para combater a insônia é adotar uma rotina que propicie um descanso adequado. Estas são algumas atitudes vitais para ganhar a guerra contra este distúrbio do sono:

1) Visualize uma boa noite de sono

Se você se dedica a pensar no quão cansado estará depois de mais uma péssima noite de sono, sua percepção acabará sendo pior do que a realidade. É importante que você visualize uma noite tranquila e prazerosa, suficiente para descansar seu corpo e mente. Além de melhorar sua disposição, contribuirá para manter a ansiedade antes de ir para a cama controlada.

2) Evite estímulos antes de dormir

Celulares, televisão e outras “distrações” são o grande inimigo de quem tem insônia. Nesses casos, o melhor é preparar o ambiente do quarto para que seja suficientemente escuro, tranquilo e silencio. A cama não deve servir para outra coisa que dormir e descansar.

3) Crie uma rotina (e respeite-a)

Todos os especialistas coincidem na importância de criar o hábito de ir dormir e de levantar na mesma hora. É um que ajuda o corpo a entender e criar um ritmo de sono adequado para o descanso.

4) Faça exercícios físicos

Caminhar, nadar, correr, praticar algum esporte de forma regular é extremamente recomendável para ajudar a combater a insônia e outros distúrbios do sono. Os exercícios físicos produzem serotonina, uma substância que atua como neurotransmissor e ajuda a melhorar a qualidade do sono.

5) Use tranquilizantes naturais

Calmantes e outros tipos de remédio somente devem ser utilizados com prescrição médica. Porém, você pode e deve lançar mão de todos os tranquilizantes naturais que tiver ao seu alcance, incluindo-os na sua alimentação regular: suco de maracujá, chá de camomila, valeriana, erva cidreira, etc.

6) Pratique meditação

Não há dúvidas que a meditação e outras técnicas de relaxamento trazem inúmeros benefícios para quem tem insônia. O fato de liberar a mente das preocupações do dia a dia, das tensões acumuladas, ajuda a preparar o corpo para que o momento de adormecer seja pleno.

7) Evite os maus hábitos alimentares

São muitos os alimentos que contribuem para que o sono seja intranquilo, já que supõem uma digestão pesada. Prefira uma refeição leve antes de dormir, rica em vitaminas e magnésio. Também é importante evitar estimulantes como o café, as bebidas alcoólicas e o tabaco.

Fotos: MundoPsicologos.com

0 Curtir

Deixe seu comentário

INFORMAÇÃO BÁSICA SOBRE PROTEÇÃO DE DADOS
Responsável: Verticales Intercom, S.L.
Finalidades:
a) Envio de solicitação ao cliente anunciante.
b) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços próprios.
c) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços de terceiros de diferentes setores de atividade, podendo implicar repasse dos dados pessoais a esses terceiros.
d) Segmentação e elaboração de perfis para fins publicitários e para prospecção comercial.
e) Gestão dos serviços e aplicativos oferecidos pelo Site ao Usuário.
Legitimação: Consentimento do interessado.
Destinatários: Está previsto o repasse dos dados aos clientes anunciantes para atender suas solicitações de informação sobre os serviços anunciados.
Direitos: Tem o direito a acessar, retificar e eliminar os dados ou se opor ao tratamento dos mesmos ou a alguma das finalidades, bem como outros direitos, como se explica na informação adicional.
Informação adicional: É possível consultar a informação adicional e detalhada sobre Proteção de Dados em br.mundopsicologos.com/proteccion_datos

Você não pode deixar de ler...