Voltar com a ex esposa ou se render a um novo amor?

Feita por >Nando · 28 ago 2017 Separação

Fui casado por 11 anos, temos uma filha de 6. Cometi erros e traí minha ex esposa, que descobriu ano passado em abril. Desde então tivemos algumas tentativas de reconciliação em que eu sempre acabava desistindo novamente. Em dezembro nos separamos, aluguei um ape e fui morar só.

Um pouco antes da descoberta dela, estava me envolvendo com uma moça, que trabalha na mesma empresa que eu, de forma mais intensa. Resumindo, nós temos uma ligação muito grande, só de nos olharmos nos entendemos, uma sintonia de dar inveja eu diria.

O que acontece? Há um mês eu pedi pra voltar com a ex, acabei voltando pra casa e tentando reconstruir a familia. Mas eu não consigo parar de pensar na outra moça, ela diz q me ama, mas tem se afastado tb, pois sempre que tentei voltar com ex, dava um fora nela, acredito que tenha se cansado. A verdade é que estou num "lenga-lenga", hora com uma , hora com a outra, e não sei o que fazer.

Pois voltei pra casa, mas sinto falta da outra, cheguei a conclusão que a amo, pois nao me sai da cabeça. Já pela ex esposa eu não sei o que sinto, não sei se quis voltar apenas pela familia, por saudade da familia, por medo de sofrer pois no fim do ano elas (ex e filha) iriam retornar pra outro estado. Até durante o sexo penso na outra, estou em casa, mas a cabeça fora, a ex (atual) acaba percebendo que estou distante, pois nao consigo ficar aqui de corpo e alma. Não sinto muito desejo pela ex, ontem durante o ato, ela parou e perguntou o que está acontencendo, pq nao conseguia me excitar, fico com a sensação de que estou fazendo por obrigação.


Então é isso, essa situação é normal? Será que passa e esqueço a outra?

Sinto que estou empatando e prejudicando a vida de nós 4... muito triste com isso tudo.

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta 28 AGO 2017

Olá, Nando!
O ser humano pode ter sempre estes questionamentos que lhe permite instabilidade quanto aos seus sentimentos e emoção, bem como a sensação de se sentir perdido. Muitas pessoas entram em relações sérias com objetivos específicos: união, família, filhos, estabilidade para uma vida. E assim, as pessoas acabam se casando para estarem certas da presença do outro. Depois, acabam por ter que saber lidar com o fato de estarem presentes, mas não terem o amor e carinho, que precisa de demonstrações/ manifestações que o casamento nem sempre propicia.
Neste contexto que você apresentou, por termos processos químicos intrínsecos a nós que nos deixa mais propício à busca de aventuras/desafios (em algumas pessoas com maior intensidade, em outras menos), precisamos cuidar cada dia mais dos nossos sentimentos, sensações, emoções e razão em nosso modo de ser e agir. Permitindo-nos a cada dia conhecermos nós mesmos! Quando estamos apaixonados, as inconstâncias de nossos hormônios interferem em nossa capacidade reflexiva e, fatalmente, criamos mundos imaginários de ilusões e expectativas que, com o passar do tempo, e o contato com a realidade em si, se mostram diferente e geram frustração. Não porque a realidade em si seja ruim, mas talvez porque seja diferente do que imaginamos. E, assim, deixamos até de curtir momentos e pessoas que poderia ser interessante de vivenciar. Portanto, a vida que você talvez se imagine vivendo, pode ser que esteja somente na sua imaginação, a realidade pode ser bem diferente e você precisa perceber e se responsabilizar por tudo isso.
Relacionamento é sempre negociação e muita conversa, para lidar com todas as fronteiras de valor, de contato, de sentimentos... que impactam no nossa forma de se relacionar.
E para encontrar as suas respostas, seria importante você buscar um processo terapêutico até para entender se precisa realmente dessa vida nova ou se está apenas em uma fantasia, se ama ou não e, se quer reestruturar sua vida conjugal. Estou à sua disposição, caso precise de acompanhamento ou para maiores esclarecimentos. Abraços, Danielle Almeida

Danielle de Almeida Psicólogo em Rio de Janeiro

353 respostas

15367 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

29 AGO 2017

Nando,
você ainda não sabe o que quer. Procure um psicanalista em tua região e marque uma consulta que ele irá te ajudar a esclarecer as ideias e optar pela escolha que for melhor para você. Espero tê-lo ajudado.

Julio Cesar Spehar Psicólogo em Santo André

322 respostas

22436 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

28 AGO 2017

Olá Nando!
É indicado que você procure ajuda de um psicólogo para que através do processo de autoconhecimento e fortalecimento emocional seja possível organizar suas emoções e conflitos favorecendo a tomada de decisões com mais segurança.

Fico a disposição

Maitê Hammoud

Maitê Hammoud Psicólogo em São Paulo

1535 respostas

39406 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

28 AGO 2017

Boa tarde Nando,

Pelo seu relato me parece que você tem clareza do que está acontecendo. O que precisa é se fortalecer psicologicamente para tomar certas decisões, que envolveram perdas e ganhos secundários.

Estou a disposição

Elisa Lengler

Elisa Canellãs Lengler Psicólogo em Florianópolis

453 respostas

14211 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Separação

Ver mais psicólogos especializados em Separação

Outras perguntas sobre Separação

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 9650 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 10900

Psicólogos

perguntas 9650

perguntas

respostas 31950

respostas