Meus pais nao aceitam meu namoro e agora?

Feita por >Lilyyss · 25 mar 2023 Terapia familiar

Olá!
Há um ano atrás conheci um rapaz no trabalho, quatro anos mais velho que eu, e depois de alguns meses começamos a namorar. Desde o início eu sabia que ele tinha uma filha pequena. No começo foi difícil para meus pais aceitarem isso, principalmente minha mãe, mas no fim deu tudo certo!
Conforme o tempo foi passando, nós dois começamos a sair juntos fora do trabalho, pouquíssimas vezes sozinhos, desde que meus pais estavam sempre em cima de nós dois em absolutamente tudo que fazíamos, por isso quando finalmente nos deixaram sair sozinhos, meio desesperada, sei lá, fui lá e convidei ele pra "fazer" pela primeira vez. Eu me sentia muito inciumada da ex dele que era mãe da sua menina. Eu me sentia uma criança ao lado dele sabendo que ele já havia feito outra coisa com outra mulher, mesmo que hoje em dia ela já esteja casada e tenha outra filha. Então fui lá e agarrei a oportunidade na primeira vez. Eu gostei, não me arrependo.

Usamos proteção e resolvi não contar nada para meus pais. Eles sempre foram muito protetores e sempre tive medo que proibissem esse namoro...

Logo no próximo mês minha mãe disse que não queria mais me deixar namorando na rua e pediu pra mim chama-lo para vir aqui em casa, e foi isso que eu fiz. Dessa forma, todo fim de semana eu tava chamando ele pra vir aqui em casa. "Fizemos" mais algumas vezes desde aquele dia, aprendi coisas novas e queria tentar mais, e era assim que as coisas estavam indo. Ninguém sabia de nada ainda, pois resolvi não falar nada pra ninguém.

Algumas vezes ele trazia sua filha junto e ela com meus pais se apegaram muito. Eles estavam se sentindo verdadeiros avós! Mimavam e compravam de tudo pra ela, levaram ela para conhecer toda minha família!

Houve alguns problemas com a família dele e sabendo disso, sem eu saber de nada antes, meus pais convidaram ele e a bebê para morar com a gente! Do nada!!!

Claro que eu fiquei feliz, já ele ficou com o pé meio atrás, envergonhado de estar passando por essa situação, mas aceitou.

Assim as coisas estavam indo, nós dois passávamos mais tempo juntos, eu ajudava ele a cuidar da bebê e de vez em quando rolava alguma coisinha a noite, sem a consciência de ninguém.

Eu fiquei esse tempo todo pensando que meus pais não poderiam ser tão ingênuos para achar que nós dois não havíamos feito nada esse tempo todo juntos, então resolvi não tomar iniciativa de contar nada.

Esse último mês eu comecei a tomar remédio controlado de contracepção, além da camisinha, mas aconteceu de nós fazermos sem a camisinha outra vez, mas ele gozar dentro e no outro dia ter que comprar uma pílula do dia seguinte, pois talvez o remédio controlado não fizesse tanto efeito no primeiro mês...

Isso aconteceu umas três vezes depois daquele dia e as três vezes foi comprada a pílula do dia seguinte. Foi um erro nosso, eu reconheço.

Foi num desses erros que eu deixei amassada uma das caixinhas da pílula na minha bolsa e minha mãe encontrou. Ela foi no meu quarto assim que fui trabalhar a noite e revirou tudo em busca de alguma coisa, com a desculpa de estar "arrumando", sendo que eu e ele havíamos arrumado meu quarto no dia anterior!!! Por isso, eu sabia que ela estava atrás de algo. Com certeza!

No dia seguinte, quando eu cheguei do trabalho, ela me chamou pra uma conversa... Ela nao sabe conversar, ela nao me deu opcao de melhora, só soube me chingar, ela viu a caixinha do remedio e disse que iria me expulsar de casa se acontecesse algo comigo.

Meu pai culpa essas brigas dela comigo por conta dela ter largado o cigarro recentemente, mas eu conheço ela.

To me sentindo exausta nao sei mais o que fazer

Nao posso mais ficar sozinha com ele, nem assistir um filme. Ta dificil. Eu entendo o lado dela, mas para mim ta realmente dificil...
Eu limpo a casa, cozinho, lavo a roupa e cuida da bebe mas mesmo isso nao é suficiente pra ela

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta 28 MAR 2023

Oi Lilys.
Quantos anos voce tem? Se tiver mais de 18 anos, teus pais não tem mais poderes sobre voce...
Alé do mais, é ingenuidade sua mãe pensar que não rolou sexo nesse tempo todo, e,
Qual o medo teu de contar que rolou sexo sim?
Então, voce precisa se posicionar, voce precisa ousar enfrentar teus pais e assumir esta relação.
Voce precisa se responsabilizar por suas escolhas e decisões.
O que sonham? O que querem realizar? Como querem prosseguir juntos?
O que voces querem na vida?
Enquanto voces não decidirem, seus pais estão corretos em ficarem vigiando voces.
Abraços.

Geime Rozanski Psicólogo em Brasília

6064 respostas

11674 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

28 MAR 2023

Olá! Você estar precisando de ajuda? Então é só marcar a sua sessão comigo que irei lhe responder o mais rapido possível

Rafaela de Arruda Custódio Psicólogo em Belém

2407 respostas

558 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

27 MAR 2023

Se você já é adulta e trabalha, por que se submete a passar por essas coisas como se fosse errado, até para fazer sexo, tem que ser escondido como algo errado. Eles são apenas seus pais, te deram a vida, e você só pode agradecer, no mais, já que ela não te ensinou a seguir para a vida, autorize-se. O cara se muda para tua casa onde mora com teus pais e ainda leva a filha dele, teus pais veem como se todos vocês fossem crianças (você, seu namorado, a filhinha), e aí vocês realmente assumem esse lugar. Tenha coragem, liberte-se dessa prisão emocional, vá viver uma vida incrível com esse cara, sem medos nem culpas. Seja corajosa pra bancar uma vida adulta, não se fixe nesse lugar aí de eterna pedinte da mãe pra fazer tudo, isso não é dinâmica saudável ! Entre em contato comigo que te ajudo a mudar sua realidade e a ter coragem pra viver, cortando esse cordão umbilical, saia dessa dependência emocional ou esse cara uma hora se cansa disso aí.
Steffany Alves
CRP 22/01308

Steffany Emanuelle Alves Psicólogo em São Luís

470 respostas

255 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

26 MAR 2023

Olá Llyyss! Obrigado por escrever. Os pais contam com sabedoria de vida e querem o bem de seus filhos. Isso não pode ser perdido de vista. Pelo relatado, tanto você como seus pais, segundo a direção que seu texto indica, são pessoas de poucas trocas sociais mais abertas. Embora os pais tenham experiência e gostem dos seus filhos, o momento da juventude dos filhos, são diferentes, contam com modificações da cultura, dos costumes, das comunicações, das tecnologias. A sociedade é muito complexa. Assim sendo, te passarei, em termos gerais, alguns organizadores de amadurecimento para que possa construir situação madura de namoro, primeiro consigo mesma, depois, com outro. Atingimos, em média, amadurecimento razoável, lá pelos vinte e oito anos, para definir evolução de namoro com outa pessoa. Sempre é importante ponderar: não se pode ter namoro pleno com outra pessoa, sem namorar consigo mesma. Antes de amadurecer namoro é preciso contar com estudos sérios e consistentes, com trabalho e/ ou preparação séria para o trabalho, é preciso construir turmas de colegas e conhecidos éticos e saudáveis com formação de vínculo significativo; é importante praticar esportes coletivos de contato, vivenciar grupo de teatro, grupo de serviços, assimilar e ver artes, literatura, dança, música,
excursões.
O namoro com outra pessoa, é experiência para amadurecer e se conhecer melhor. Na maior parte das vezes, deve terminar. Enquanto não estiver organizada a autoestima, o trabalho próprio, a turma de colegas e conhecidos, o trabalho consistente, não será possível namorar outra pessoa com maturidade e consequência.
Vamos aprofundar reflexão?
Abraços! A Covid e a Dengue estão vigentes: seja cuidadoso. A maior parte dos políticos não são confiáveis, a imensa maioria dos líderes endinheirados das religiões, são desonestos, tendo o deus dinheiro e não a ajuda aos mais pobres como intenção. Fazem teatro para enganar os descuidados. Os meios de comunicação não são neutros, mas aqueles que apresentam tradição de muitos anos ou recebem o selo educativo/cultural, e não estão a serviço de alguma seita religiosa, são razoáveis. Tenha sabedoria para filtrar. A Ciência não é perfeita, mas como fez o avião, a geladeira, o rádio, o celular, faz as vacinas. Confie na Ciência! Vacine-se, vacina as crianças.
Ary Donizete Machado - psicólogo clínico e orientador ocupacional.

Ary Donizete Machado Psicólogo em Limeira

8950 respostas

9347 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Terapia familiar

Ver mais psicólogos especializados em Terapia familiar

Outras perguntas sobre Terapia familiar

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 19850 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 21150

Psicólogos

perguntas 19850

perguntas

respostas 69150

respostas