MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Uma disfunção erétil pode ser psicológica?

Muitos homens ainda consideram a disfunção erétil um tabu. Para cada caso existe um tratamento adequado e é preciso investigar as causas do problema, que podem não ser físicas.

9 Nov 2015 Sexualidade - Leitura: min.

psicólogos

Os homens estão sujeitos a enfrentar problemas de ereção em qualquer fase da vida, seja por cansaço, stress ou abuso de álcool. No entanto, quando a incapacidade de iniciar ou manter uma ereção persiste em mais da metade das tentativas, é preciso ficar atento para um possível quadro de disfunção erétil.

O problema de ereção pode estar relacionado a diferentes fatores, inclusive a doenças hormonais, neurológicas e vasculares. Por isso, o diagnóstico de um urologista é fundamental para detectar um caso de disfunção erétil física.

Descartada essa possibilidade, o problema pode ter origem psicológica e um tratamento adequado é imprescindível para que o homem possa recuperar sua autoestima e desfrutar das relações sexuais de forma mais completa.

Quando a disfunção erétil é um problema psicológico?

Quando, pela primeira vez, o homem não consegue ter ou manter uma ereção durante uma relação sexual, é comum que esse episódio fique marcado como uma decepção. Na próxima tentativa, a possibilidade de não conseguir uma ereção gera grande ansiedade, preocupação e tensão, o que dificulta ainda mais o desempenho sexual.

Além da ansiedade, a disfunção erétil também pode ser provocada por stress no trabalho, problemas de relacionamento, baixa autoestima, trauma e depressão. Ou seja, pode ser uma consequência de um problema de ordem emocional e psicológica.

No entanto, especialistas esclarecem que, ainda que a disfunção seja diagnosticada como física, a interferência psicológica pode existir. Nesse caso, um acompanhamento multidisciplinar seria recomendado para sanar tanto a causa orgânica como a emocional.

A importância do tratamento da disfunção erétil

Como este tema ainda é um tabu para muitos, é comum que alguns homens convivam com a disfunção erétil por anos. Se não for tratada de forma adequada, a disfunção pode trazer diversos prejuízos ao indivíduo. As principais consequências são o agravamento do quadro, o desenvolvimento de problemas psicológicos e ainda a tendência de evitar relações sexuais pelo medo de não conseguir uma ereção ou de não satisfazer a parceira.

Por meio de uma terapia sexual é possível identificar as causas da disfunção e trabalhar esses conflitos com as técnicas mais adequadas, considerando cada caso de forma particular.

Foto: por tamaralvarez (Flickr)

0 Curtir

Deixe seu comentário

INFORMAÇÃO BÁSICA SOBRE PROTEÇÃO DE DADOS
Responsável: Verticales Intercom, S.L.
Finalidades:
a) Envio de solicitação ao cliente anunciante.
b) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços próprios.
c) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços de terceiros de diferentes setores de atividade, podendo implicar repasse dos dados pessoais a esses terceiros.
d) Segmentação e elaboração de perfis para fins publicitários e para prospecção comercial.
e) Gestão dos serviços e aplicativos oferecidos pelo Site ao Usuário.
Legitimação: Consentimento do interessado.
Destinatários: Está previsto o repasse dos dados aos clientes anunciantes para atender suas solicitações de informação sobre os serviços anunciados.
Direitos: Tem o direito a acessar, retificar e eliminar os dados ou se opor ao tratamento dos mesmos ou a alguma das finalidades, bem como outros direitos, como se explica na informação adicional.
Informação adicional: É possível consultar a informação adicional e detalhada sobre Proteção de Dados em br.mundopsicologos.com/proteccion_datos

Comentários (2)

Você não pode deixar de ler...