MundoPsicologos.com
MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Anorexia: entenda esse distúrbio psiquiátrico

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Apesar da aceitação de alguns traços distintos de personalidade que tornam algumas pessoas mais vulneráveis à anorexia, não há explicação para a causa em si.

12 Mar 2014 · Leitura: min.
Anorexia: entenda esse distúrbio psiquiátrico

A mais aceita e divulgada atualmente é que a anorexia é derivativa de alterações neuroquímicas cerebrais, sendo então um distúrbio psiquiátrico. É constatado também que tal doença tem seu aparecimento mais comumente nas mulheres, mas não desfaz a possibilidade de que ocorra em homens e que, também, está muito ligada em questões estéticas.

Pelas últimas pesquisas realizadas, diz ser mais comum que apareça por volta dos 15 anos, porém alguns especialistas também tem observado a apresentação da doença a partir dos 9 anos.

Como fatores, tem-se conhecimento que é uma união entre ambientais e biológicos, sendo este último coincidente com o início da puberdade intrinsecamente (normalmente com funções hormonais irregulares e as deficiências nutricionais) ligado ao ambiente cultural que expõe como beleza a questão da magreza, o que faz com que o indivíduo passe a entrar em dietas constantes e restrições alimentares.

O grande problema é que a pessoa que é anoréxica não consegue perceber isso como um problema. A visão de si é distorcida, fazendo que o controle alimentar seja cada vez mais rígido, e na maior parte das vezes, se recusa a procurar um especialista para avaliação.

Por falta de informação, grande parte das vezes os familiares acabam por não detectar a pessoa com anorexia, chegando comumente aos consultórios já desnutrido e, no caso das mulheres, com a interrupção da menstruação. E o que mais contribui também para que haja a permanência de tal doença, é a negação da família que se trate de um problema psiquiátrico.

Um dos principais sintomas de pessoas com anorexia é a perda de peso de forma deliberada (excetuando-se aqueles que participaram de processos médicos para tal fim). O medo de ganhar qualquer percentual de peso é tão grande que as pessoas passam a não comer dentro da normalidade. Uma pessoa pode ser anoréxica e se utilizar de técnicas bulímicas para que sem mantenha no peso e até mesmo emagreça, como por exemplo, provocar vômitos logo após as refeições, tomar laxantes e diuréticos.

Hoje, ainda não temos estatísticas sobre a incidência dessa doença no Brasil, mas pesquisas realizadas internacionalmente demonstram que ela pode afetar cerca de 20% dos adolescentes, independente de raça ou classe social. Nos Estados Unidos, a anorexia é a doença mental que mais causa mortes entre mulheres com idades entre 15 e 24 anos.

Portanto, se você ou sua família desconfiar de quaisquer sintomas de anorexia, deve procurar ajuda o mais rápido possível para não haver sequelas e, em 10% dos casos, a morte. O tratamento e a recuperação nem sempre são simples e, além dos medicamentos adequados, requer a força de vontade do paciente e exacerbado apoio familiar.

Escrito por

Pokk Clínica De Psicologia

Deixe seu comentário