Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Sou lésbica e minha mãe não aceita. Não sei o que fazer

Feita por >Ivon · 17 mar 2016 Homossexual

Minha mãe não me aceita o fato de eu ser lésbica. Quando a gente não fala sobre o assunto, fica tudo bem. Mas quando minha mãe me vê com minha namorada, se transforma. Fica irritada, não deixa eu sair. Não consigo falar com ela, estou magoada. Não sei o que fazer.

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta 17 MAR 2016

Ivon, bom dia! Primeiramente fico feliz por ter se aberto por aqui, pelo menos ter falado um pouco sobre como você se sente com todos esses acontecimentos. Não há uma solução ou uma resposta imediata que podemos lhe oferecer, apenas lhe indicar que se for possível, e do seu interesse, buscar um processo terapêutico na sua cidade. A psicoterapia é um processo único e individual que se desenvolve através de uma relação terapêutica entre paciente e psicoterapeuta e que possibilita transformação e consciência acerca de sua vida, suas relações, seu jeito de ser! Caso haja interesse e disponibilidade vocês podem procurar também uma terapia de família, até para entender e dar apoio neste novo contexto familiar. Não há nada de errado fazer uma escolha de vida diferente do padrão da sociedade. Contudo, em alguns casos, há um processo de assimilação, entendimento e aceitação que a família passa quando encara uma opção sexual diferente das expectativas familiar e da sociedade. Relacionamento precisa de muita conversa e negociação. Espero ter lhe ajudado! Abraços, Danielle Almeida

Danielle de Almeida Psicólogo em Rio de Janeiro

353 respostas

15361 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

7 JUN 2016

Olá, Ivon.

Quando se tem um filho, desde a gravidez, ou até mesmo antes, há muita expectativa quanto a essa criança e, quando essas expectativas são frustradas, é muito difícil lidar com isso. Pelo que li, isto é o que acontece com sua mãe. Aconselho que busque o diálogo sempre, tentando entender a frustração dela, mas mostrando o seu ponto de vista também. O ideal seria que as duas procurassem uma terapia, ela para lidar com a frustração e você para lidar com a situação. Garanto que o processo será de grande valia para as duas.

Espero ter ajudado.

Amanda Salomão Psicólogo em Fortaleza

9 respostas

1274 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

24 MAR 2016

Ivon, sendo bem franca com você, quem tem um "problema" é sua mãe. Ela que tem questões mal resolvidas e não consegue aceitar você integralmente. A dificuldade nisso é que apesar das questões serem da sua mãe, você quem tem que "pagar o pato". Minha dica é que você busque um psicólogo(a) para conversar sobre isso e fazer com que se torne mais fácil conviver com sua mãe. O ideal seria que ela buscasse ajuda ou que vocês fizessem terapia juntas, mas se ela é muito taxativa sobre suas escolhas, talvez seja mais fácil que você mesma busque ajuda do que ficar esperando por ela. Caso você não tenha condições para pagar sugiro que busque o posto de saúde do seu bairro ou, caso tenha faculdade na sua cidade, o curso de psicologia costuma oferecer atendimento gratuito para comunidade. Um abraço e força!

Consultório Eduarda Padoin Psicólogo em Brusque

7 respostas

375 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

22 MAR 2016

Olá Ivon.
A cultura clássica ainda "impõe" que o "normal" do ser humano é casar, ter filhos, família e etc. Sua mãe criou expectativas sobre você, na qual a frustração veio junto ao saber da sua escolha sexual. será interessante fazer uma terapia com a mãe e você, na qual ambas pudessem entender os sentimentos uma da outra e falar as sensações que sentem de acordo com suas expectativas. Esse processo de assimilação será de suma importância para que a relação de vocês seja mais eficiente. Tanto da mãe assimilar a sua escolha sexual, como você assimilar as expectativas que a mãe tem sobre você.
Boa sorte e conte conosco!

Camilla Hoffmann Psicólogo em São José

14 respostas

3310 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

21 MAR 2016

Ivon, há ainda um grande preconceito em relação a relações homoafetivas. Quando se tem um filho, uma filha, é colocado sobre ele/ela uma montanha de expectativas.Minha sugestão seria um processo de terapia familiar aonde voces poderiam falar e escutar o outro sobre seus valores e expectativas . Espero ter ajudado.
Um abraço

Léa Maria

Lea Maria Vicari Psicólogo em São Paulo

51 respostas

4230 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

21 MAR 2016

ola ivon.!!!! saudaçoes!!!! procure um psicologa urgente!!!! vai te ajudar á lidar com esta situaçao,ok? sou sandra elena carosio-psicologa-sexologa-hipnologa

Sandra Elena Carosio Psicólogo em São José do Rio Preto

480 respostas

21599 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

21 MAR 2016

Prezada Ivon,
Compreendo que esse momento está sendo difícil para que a relação possa ser mais amistosa. O fato de sua mãe, num primeiro momento, não aceitar a sua escolha lhe traz diversos sentimentos como a mágoa, conforme relatou. Sugiro que procure um psicólogo lhe auxiliar a ressignificar essa experiência e possibilitar alcançar uma abertura de diálogo entre você e sua mãe.

Att,
Vanessa de Almeida
Psicóloga clínica
Pós-graduanda em Psicologia Hospitalar

Psicóloga Vanessa Almeida Psicólogo em Belo Horizonte

102 respostas

4225 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

18 MAR 2016

Infelizmente, a homossexualidade ainda é uma questão pouco aceita pela sociedade, ainda mais por pessoas mais velhas, de outra educação e cultura. A tendência ainda é tratar deste assunto como um problema ou uma "doença" a ser "curada", o que não é verdade. Sugiro que procures um psicólogo para que possas iniciar um tratamento psicoterápico, poder falar das tuas questões e aceitar a si mesma. No momento em que se aceitar definitivamente como és, verás que tudo passa a se tornar um pouco menos complicado, a começar pelas relações familiares.

Tamires Passos Decimo Psicólogo em Passo Fundo

114 respostas

9737 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

18 MAR 2016

Ola Ivon
Entendo a sua angústia em não ser compreendida na sua orientação sexual por sua mãe, porém deve-se entender que sua mãe vem de uma cultura construída com base religiosa e sociais em que uma pessoa deve namorar e construir família com pessoas de sexo diferente do seu, e que mudar conceitos edificado por uma sociedade preconceituosa não é fácil, por isso, tenha paciência com ela e procure uma ajuda psicológica para lhe orientar melhor.
Atenciosamente a Psicóloga Ussénade

Ussénade Maria de Oliveira Psicólogo em Recife

700 respostas

27114 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

18 MAR 2016

Bom dia Ivon, essa é uma questão complexa para lhe dar uma única solução e fechada. Primeiramente, tente se colocar no lugar de sua mãe e como ela foi educada, cultura em que cresceu. Algumas pessoas aceitam essa informação de forma natural, outras é incomcebível. Haja, com calma, pacienciência e procure não entrar em conflito. Demonstre maturidade e decidida em suas escolhas, sem forçar ou impor que sua mão ou outras pessoas aceitem. O ideal é você fazer um acompanhamento com psicólogo, em sua cidade, para que tenha segurança e confiança emocional, para que as opiniões dos outros não te afete tanto. Desde já, agradeço pela confiança em expor seu caso, e desejo felicidade. Grande abraço.

Consultório de Psicologia VitaleSer Psicólogo em Brasília

4 respostas

386 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Homossexual

Ver mais psicólogos especializados em Homossexual

Outras perguntas sobre Homossexual

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 9300 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 10800

Psicólogos

perguntas 9300

perguntas

respostas 31300

respostas