MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Qual a diferença entre teoria cognitiva e comportamental?

Feita por >Priscila Nunes>. 21 Abr 2015 2 respostas  · Terapia cognitivo-comportamental

A melhor resposta

A teoria comportamental, tendo como pilares a análise experimental do comportamento e o behaviorismo radical, se diferencia da terapia cognitivo-comportamental por seus pressupostos teóricos e práticos, pois sua compreensão do problema psicológico se baseia no selecionismo, ou seja, todo comportamento independentemente de ser classificado como normal ou patológico por manuais é selecionado e mantido pelas consequências que produz no ambiente, o nome dessa relação entre comportamento e ambiente damos o nome de Contingência de Reforçamento. É sobre as Contingências de Reforçamento que o terapeuta comportamental, também chamado de Analista do Comportamento, dentre outras denominações, vai agir para enfraquecer excessos comportamentais que estão produzindo sofrimento na vida do cliente e ou socialmente, ou instalar e fortalecer comportamentos que estão deficitários no repertório do cliente, para assim promover uma melhor adaptação ou mudança de seu contexto ambiental, melhorando assim sua qualidade de vida.

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

A terapia cognitiva comportamental e um dos pilares da psicologia, sua teoria tem como referencia o pensamento socrático dentre outros estudos. Cognição e a base para criar o conhecimento de si mesmo e do mundo. Precisamos usar a cognição para estruturar nossos pensamentos. A terapia cognitiva advém do Behaviorismo ( comportamento) , para que possamos comportar de forma funcional precisamos pensar assertivamente. Como dizia Decartes" Penso logo existo", não existe emoção ou comportamento sem que antes preceda um pensamento embora possamos criar pensamentos através do que estamos sentindo. O papel do terapeuta e levar o cliente organizar seus pensamentos automaticos( pensamentos que invadem nossa mente todo o tempo) para que possamos pensá-los e criarmos pensamentos criticos( questionar estes pensamentos) para que possamos mudar pensamentos e comportamentos e padronizados, lrepetitivos . Quebrando paradigmas, crenças limitadoras e inassertivas o que fazem com que nossas vidas se tornem disfuncionais é nosso cérebro e mente tornam se doentes. Desenvolve competências para que sejamos mais equilibrados e resilientes. O terapeuta interage diretamente com o cliente focando o presente o que torna o processo mais dinâmico e rápido. A diferença desta linha terapêutica mais marcante e a capacidade do profissional trabalhar mente e cérebro pois há uma ligação permanente entre os dois. O terapeuta cognitivo e preparado para diagnóstico e tratamento de transtornos o que evita que a terapia se torne ineficaz por problemas psiquiátricos ou neurológicos não tratados. O trabalho e multidisciplinar, sempre havendo necessidade busca parceria com um profissional adequado para ajudar no tratamento para melhorar a qualidade de vida do cliente. Para dinamizar o processo o cliente leva para casa tarefas que orienta-o e ajuda na mudança . O cliente se torna seu próprio terapeuta ao longo da terapia. Muda seu olhar diante dos fatos ficando mais focado e autêntico. Criando melhor habilidade para lidar com os fatos do mundo que o rodeia. Enfim a vida é o encontro do ser humano com o mundo, para que isto se torne algo sadio é preciso criar estratégias de enfrentamento e conhecimento , ia " ignorância" leva ao desequilíbrio , a neurotizacaoe adoecimento psíquicoemocional e do corpo. O terapeuta cognitivo não pode receitar remédios mas pode diagnosticar. Hoje na residência da psiquiatria estudam esta linha terapêutica.

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

22 ABR 2015

Logo Maria de Fátima Araújo Martins Maria de Fátima Araújo Martins

10 respostas

390 pontuações positivas

Perguntas similares

Ver todas as perguntas
Terapia cognitiva

5 respostas, última resposta em 26 Fevereiro 2015