Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Meu marido não dá importância alguma ao sexo

Feita por >Monique · 10 fev 2019 Terapia sexual

Bom dia. Preciso de ajuda em relação ao meu marido. Somos casados há 5 anos (temos 31 anos) e o sexo desde o início sempre foi morno. Ele em 5 anos fez sexo oral em mim 2 vezes e sempre que toco no assunto ele desconversa. Na verdade o sexo é sempre uma iniciativa minha, e durante ele fica de olhos fechados e parado enquanto faço tudo por ele. Sempre foi assim. Como se fosse um bloqueio. Vejo que ele está gostando mas sente vergonha ou não se solta. Não sabe o que fazer. Sempre que tentei tocar no assunto ele trava e fica irritado dizendo que para ele está tudo ótimo e que eu que tenho expectativa demais. Em todos os aspectos somos muito parceiros, financeiro, intelectual e temos uma vida harmônica mas o sexo é raro ou quase inexistente. Uma vez ao mês quando eu insisto. Ele vem de família do interior, com muitas regras e sempre foi muito solitário. Não sei como resolver este problema se ele não está disposto a fazer terapia e nem falar sobre o assunto. Tenho medo de ter que abdicar de um aspecto tão importante para mim para poder ser feliz. Sinto que isso nunca irá mudar e sempre terei que me satisfazer sozinha.

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta 11 FEV 2019

Olá Monique!
Que pena que ele resiste em fazer terapia de casal! Mas de qualquer modo, deixar claro a ele como você se sente e o quanto é importante para você poderá fazer a diferença. A psicoterapia poderá lhe ajudar a desenvolver estratégias em relação a como lidar com a situação.
Abraço e conte comigo!
Jaqueline Elisa Psicóloga

Jaqueline Elisa Psicóloga Psicólogo em Jaraguá do Sul

63 respostas

131 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

24 MAI 2019

Ja buscou ajuda de um Psicologo para fazer terapia de casal

Wenderson Psicólogo em São Paulo

403 respostas

169 pontuações positivas

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

15 FEV 2019

Boa noite. Há, pelo que você relata, uma grande quantidade de aspectos, na vida dele, que estão prioritários, antes da poder viver a plenitude sexual a dois. Isso precisa ser trabalhado, respeitando a ordem mental dele. Também é preciso levantar outros aspectos da história individual, com relação a rotina, acontecimentos, nutrição e variação de motivadores e ocupações
Grato - Ary Donizete Machado.

Ary Donizete Machado Psicólogo em Limeira

1348 respostas

658 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

14 FEV 2019

Bom ter o seu contato Monique>

Li o seu relato e o fato de que quando você toca no assunto ele trava, e o também dele ficar irritado e dizer que para está tudo ótimo, e ainda, alegar que tu tens expectativa demais, realmente demonstra que se faz necessário uma avaliação criteriosa a fim de de possa chegar a um diagnóstico do porquê deste comportamento.

Sugiro , se for do seu interesse, procurar um(a) profissional da área da psicologia, a fim de que junto(a)s possam encontrar uma maneira de fazer os ajustes que se façam necessários, visando trabalhar os aspectos que possam favorecer-lhe uma melhora na qualidade de vida referente a esta queixa.

Atenciosamente.

Carlos César Petruy Psicólogo em Curitiba

283 respostas

9789 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

11 FEV 2019

Boa tarde, Monique!
Quando você escreve que não sabe “como resolver este problema se ele não está disposto a fazer terapia”, em que posição você se coloca nesta situação? Já pensou que, se de repente você própria fazer terapia, algo começará a mudar gradativamente? Possivelmente a psicoterapia poderá te ajudar a encontrar maneiras de como saber lidar com essa questão, como também outras questões que podem está atreladas a esta.
Psicólogo Welio Pedrosa.

Welio Pedrosa Psicólogo em Jaboatão dos Guararapes

5 respostas

9 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

11 FEV 2019

Olá, oriento que busque você acompanhamento psicológico, considerando que a falta de sexo é um incomodo para você e não ao seu marido.
Conforme seu relato, aparentemente sempre foi como é e possívelmente essa questão não a incomodava e algo a manteve ou mantém nesta relação.
Desta maneira você poderá compreender suas questões.

Estou à disposição.

Jessica Moreira Carvalho Psicólogo em Londrina

170 respostas

8394 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Terapia sexual

Ver mais psicólogos especializados em Terapia sexual

Outras perguntas sobre Terapia sexual

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 8700 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 10750

Psicólogos

perguntas 8700

perguntas

respostas 30250

respostas