Comportamento agressivo de criança de três anos

Feita por >Adriana · 7 jun 2017 Agressividade

Tenho um casal de gêmeos de três anos, de um mês para cá ambos estão tendo comportamento bem agressivo na escola com os professores e colegas, já estão em uma fase bem avançada do desfraldar, porém na escola ainda ocorrem os escapes, principalmente se tiverem muito irritados. Em casa dificilmente tem este tipo de comportamento e não estamos sabendo como lidar com este tipo de situação. Sempre estamos conversando com eles, porém como lidar com este comportamento se passam a maior parte do dia sobre os cuidados da escolinha.

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta 8 JUN 2017

Adriana,
Por volta dos 3 anos, geralmente começa uma fase de “enfrentamento” com pais. É o momento de começar o processo de disciplina. Muitos comportamentos e demonstrações de agressividade são reações da criança. Por isto é importante entender o que se passa, primeiro.

Marci Kraft

Marci Kraft Psicólogo em Joinville

190 respostas

13312 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

11 JUN 2017

Olá, Adriana,
Como você disse que o comportamento agressivo ocorre geralmente dentro das dependências da escola, você poderia pedir o apoio da escola (dos funcionários que lidam com seus filhos) para colher informações detalhadas sobre o comportamento deles. E a partir das informações que tiver procurar um profissional para orientá-la.

Valdete de Lima Ank Morais Psicólogo em Praia Grande

22 respostas

463 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

9 JUN 2017

Olá Adriana!
Por serem muito pequenos, a agressividade e manipulação do desfralde são os recursos que eles possuem neste momento para se expressar. Seja paciente e estimule outras formas de comunicação, tentando nomear para eles suas emoções, entender necessidades e se o fato de serem agressivos possa estar vinculada a fantasia da permanência prolongada na escola - explique sua rotina fundamentando que não se trata de abandono, etc.

Abraços

Maitê Hammoud

Maitê Hammoud Psicólogo em São Paulo

1699 respostas

40253 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

8 JUN 2017

Boa tarde Adriana, crianças pequenas tem a agressividade como uma forma de expressar que algo não está bem com ela, a pessoa ao seu redor devem ficar atentas para o que está ocorrendo de diferente e que não está sendo aceito. Mas leva tempo, muito tempo, paciência e perseverança dos adultos responsáveis pela criança, então, quando perceber que a criança está com raiva, nomeie o sentimento que a incomoda para que aprenda, dizendo-lhe abertamente que sabe que está com raiva e que pode ajudá-la a se sentir melhor. Use palavras claras e de fácil entendimento, sem grande argumentação. Reafirme sempre o amor que sente por ela, pois seu maior medo é perder o amor dos pais e das pessoas de quem depende e ama, busque sempre ficar na mesma altura da criança. Nesse momento que irá conversar com ela, leve-a para um ambiente seguro, que não lhe ofereça perigo algum. De preferência o seu próprio quarto, se tiver. Com a maturidade, estes comportamentos vão se rareando e tendem a desaparecer. Outra questão é como o ambiente familiar está sendo passado para ela, pois quando a criança vive em um lar onde acontecem muitas brigas, quando se é colocado para a criança uma recompensa pelo bom comportamento, a tendência é ela leva para escola o que vivencia em casa. Se a agressividade persistir, procure um psicólogo para uma investigação mais criteriosa. Fico a sua disposição.

Branca Marques Thome Psicólogo em Manaus

146 respostas

6161 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

8 JUN 2017

Olá Adriana, você percebe que o comportamento agressivo acontece com os dois e não com um só é porque essas crianças precisam está mais perto dos pais e não dos professores, eles precisam de vocês, eles estão gritando por atenção de vocês, estão se sentindo desamparados e por isso o comportamento agressivo.
Esta questão está mais voltada para o campo da família, isto está acontecendo porque está havendo um espaço de afeto dos pais que nem a escola e nem os professores podem preencher na vida dessas crianças e de todas que os pais colocam muito cedo na escola porque precisam de tempo longe deles para trabalharem, mas a criança não entende esta distância e nem ninguém substitui essa ausência. Eles se acostumaram, mas essa ausência é sentida e reflete na mudança de comportamento da criança. Criança precisa está perto dos pais principalmente nos primeiros anos de vida.
Se não conseguir lidar com essa situação seria bom procurar ajuda de um psicólogo. Espero ter ajudado.
Att.à Psicóloga Ussénade

Ussénade Maria de Oliveira Psicólogo em Recife

728 respostas

27644 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

8 JUN 2017

Olá Adriana:
Você relata em sua carta que seus filhos gêmeos de 3 anos estão agressivos na escola. Você já procurou saber se está ocorrendo algo na escola que os deixa irritados. Crianças pequenas tendem a ficar agressivos quando são contrariados. Será que seus filhos estão querendo mais atenção sua? Penso que essa mudança de comportamento sinaliza algo que está ocorrendo. Um acompanhamento psicológico irá amenizar essa agressividade na escola.
Abraços.

Gizeuda Motta Machado Psicólogo em Nova Iguaçu

50 respostas

3810 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

8 JUN 2017

Boa noite Adriana.
Seria interessante procurar acompanhamento psicológico para identificar o que tem levado a esse comportamento, e em parceria com a escola possiblitar mudanças promovendo o desenvolvimento e bem estar das crianças.
Espero ter ajudado, fico a disposição.

Psicóloga Karina Remisio de Oliveira Psicólogo em Joinville

260 respostas

3251 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

7 JUN 2017

Olá, Adriana

O ideal seria vocês fazerem um acompanhamento com algum profissional de psicologia em conjunto com a escola. Pela sua descrição, a mudança de ambiente é importante para a questão. E realmente é difícil trabalhar algo quando não estamos presenciando. Seria preciso investigar o que na escola tem causado a irritação nas crianças, para somente depois poder trabalhar o ambiente e a relação delas com ele.

Qualquer coisa, estou à disposição.

Edvaldo Colen Psicólogo em São Paulo

35 respostas

2467 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Agressividade

Ver mais psicólogos especializados em Agressividade

Outras perguntas sobre Agressividade

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 16200 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 12550

Psicólogos

perguntas 16200

perguntas

respostas 46350

respostas