MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Intimidade, masturbação e problemas sexuais

Feita por >Duarte Fonseca>. 10 Jan 2019 3 respostas  · Terapia sexual

Tenho 36 anos, casado a 3 anos. Desde que casei não tive relações sexais com a minha esposa, apenas leves amassos, toques. Minha esposa não tem a minima vontade de contato intimo e sexual. Estou a 3 anos me masturbando e isso tem me deixado frustrado, fiquei ansioso, com depressão. Comecei uma terapia, estou me sentindo melhor, mas sinto desejos sexuais pela minha terapeuta. Fico excitado na presença dela, fico me masturbando pensando nela.

Acho (ou talvez esteja) que posso estar transferindo para ela a falta de intimidade e sexualidade do meu casamento.

Eu devo falar para ela desses desejos? Minha vontade é me masturbar na frente dela, nas sessões fico disperso pensando nisso e querendo fazer isso.

Durante as sessões eu posso falar disso? Me manisfestar? Me masturbar na frente dela? Não quero ter relações sexuais com ela, nem que isso seja o foco da terapia, mas sinto que isso está me travando em continuar a terapia.

O que eu faço?!

A melhor resposta

Olá Duarte!
É importante você falar à sua psicóloga sobre o que está acontecendo, para ela conduzir a melhor forma de lidar com seus sentimentos transferenciais.
Além disso, é importante você e sua esposa realizarem psicoterapia de casal.
Conte comigo!
Psicóloga Jaqueline Elisa

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

Ola Duarte, creio que esse desejo seja sua carência sexual que vem tendo com a sua esposa, porém creio que deve abrir sim essa questão com ela e o melhor a fazer é talvez mudar de terapeuta, talvez com um psicologo homem para que você se sinta mais a vontade e não tenha essa transferência de desejos para com o profissional.

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

15 JAN 2019

Logo Psicóloga Natalia Martins Psicóloga Natalia Martins

160 respostas

5048 pontuações positivas

Olá Duarte!

O papel da terapeuta é criar um ambiente de confiança, onde você se sinta seguro em trazer seus sentimentos. Trazer o que você sente é seu papel, e não há restrições a isso.

O sentimento de desejo por sua terapeuta, não significa que você quer ter relações com ela e, na minha opinião, deve ser expresso.

Como profissional, ela deve saber disso. se ela não der conta por motivos pessoais, (isso é um direito de qualquer terapeuta) caberá a ela resolver, pois isso é dela e não seu.

A terapia é uma relação aberta, onde um profissional deve estar preparado para ouvir o que o cliente quiser trazer.

Não significa que o cliente pode fazer o que quiser em terapia, mas falar o que quiser, o que sentir, o que o incomoda ou não, ele pode.

Desejo o melhor a você.

Jean.

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

14 JAN 2019

Logo Way Psicologia Way Psicologia

29 respostas

12 pontuações positivas

Perguntas similares

Ver todas as perguntas
Tenho depressão bipolar?

1 resposta, última resposta em 30 Outubro 2017

Como tratar de ejaculação precoce

7 respostas, última resposta em 07 Dezembro 2016

Estou há mais de um ano sem sexo, mas tenho sonhos eróticos diários

3 respostas, última resposta em 26 Novembro 2018

Carência afetiva e sexual depois o fim. O que fazer?

3 respostas, última resposta em 28 Janeiro 2017

Companheira sem libido sexual por mim...

8 respostas, última resposta em 09 Agosto 2016