Desculpas para não fazer terapia

Algumas pessoas adiam muito suas necessidades, e só correm atrás de tratamento quando não tem mais para onde correr, será que você é uma delas? Descubra nesse artigo

30 DEZ 2019 · Leitura: min.
Desculpas para não fazer terapia

"Eu até faria terapia, mas não tenho tempo..."

Nunca foi tão verdade o que o ditado diz "o tempo é você quem faz". Todos nós temos exatamente as mesmas horas, minutos, segundos e miléssimos. O importante é como usamos esse tempo, e no que damos importância nesse tempo, o que é a nossa prioridade, ou seja, o que é importante ser feito primeiro. E a nossa prioridade, em alguns casos, a mais importante pode ser nossa saúde, tanto física como mental. Então separe um tempo para cuidar de você

"Eu até faria terapia, mas é muito caro..."

Infelizmente o CRP (Conselho Regional de Psicologia) proíbe os psicólogos de divulgarem os preços de suas consultas. Mas há variados terapeutas espalhados aí pela sua cidade, com variados preços, e eles ainda podem fazer negociações com você. Mas se pergunte uma coisa, quanto custa você não ter mais depressão? Ser menos ansioso? Diminuir sintomas psicológicos que te atrapalham durante seu dia, e talvez até durante sua noite? Pense menos no preço e mais nos benefícios que a terapia pode lhe dar

"Eu até faria terapia, mas talvez nem funcione pro meu caso..."

O objetivo principal da terapia, e também do terapeuta, é ajudar o paciente a andar com as próprias pernas, isso se chama "empoderamento", ou seja, a pessoa pode se virar para enfrentar sua vida sozinha.

A pessoa depois que estiver equilibrada com ela mesma, emocionalmente falando, e sair da terapia, vai continuar tendo os problemas como qualquer outra pessoa, mas poderá ver as mesmas situações com outros olhos, pois provavelmente, durante o processo da terapia, a pessoa já modificou muita coisa em sua mente, e isso é muito bom.

Penso que um termo de "cura" na terapia é quando não há mais nenhuma angústia ou problema emocional que atrapalhe (ou atrapalhe o mínimo possível) a pessoa de viver e desenvolver sua vida onde quiser. Imagine uma torneira que começa a gotejar, aí você descobre que tem um problema no encanamento, e por isso é que ela está gotejando. Então consertar o encanamento da torneira vai "cura-la", pois não há mais vazamento e ela pode pode seguir lavando as louças. O mesmo acontece com as pessoas, depois de "curadas" elas podem seguir suas vidas, mas sem problemas de "encanamento".

Escrito por

Murilo Vital Psicólogo

Ver perfil
Deixe seu comentário