MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Como se caracteriza um quadro de ludopatia?

Enfrentar uma dependência com o jogo não é fácil e demanda uma rede de apoio articulada. Veja os principais sintomas da ludopatia e entenda como reagir diante de um quadro assim.

20 Abr 2016 Problemas psicológicos - Leitura: min.

psicólogos

Quem tem uma relação de dependência com o jogo sofre de um quadro de ludopatia, marcado pela compulsão e pela falta de controle de impulsos. Como em qualquer caso de dependência, a pessoa assume um comportamento fora do normal, que acaba por controlar a sua vida e afastá-la de um convívio social saudável.

Neste artigo trataremos de desvendar os principais aspectos da ludopatia, suas causas e formas de enfrentá-la. Compartilhe suas dúvidas com a gente nos comentários e, caso necessite do suporte de um psicólogo especializado no tema, clique aqui.

Como nasce o vício pelo jogo?

O jogo compulsivo não deixa de ser uma mania, que está relacionada com fortes oscilações de humor. Parte dos especialistas atribui o surgimento deste vício a causas orgânicas, que se parecem às da dependência química. O ato de jogar desencadeia alívio e prazer ao afetar os níveis de produção de adrenalina e dopamina no cérebro.

O grande problema é que o jogador compulsivo não se satisfaz com as doses habituais e necessita jogar cada vez para ter as mesmas sensações que um jogador ocasional. Por isso, um jogador compulsivo tem episódios frequentes e constantes; sente uma agitação interna e insiste em manter o vício independente das consequências, que normalmente implicam desestruturação familiar, problemas no desenvolvimento pessoal e laboral, perda de interesse pelas "obrigações sociais" e insensibilidade em relação aos demais.

flickrdaquellamanera.jpg

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a pessoa com um quadro patológico apresenta pelo menos cinco dos sintomas a seguir:

  • necessidade de aumentar o risco e as apostas
  • está todo o tempo preocupada com o jogo
  • irritação e nervosismo se deixa de jogar
  • usa o jogo para escapar de problemas
  • mente para familiares e amigos para tentar esconder seu real envolvimento com o jogo
  • tenta se controlar e parar de jogar, mas não consegue
  • o jogo é uma ameaça para relacionamentos, oportunidades de trabalho e carreira

Como ficar livre do jogo patológico?

Ficar livre de um vício não é fácil, requer força de vontade e contar com uma boa rede de apoio, que inclui terapia, familiares e amigos. Não seria diferente com um quadro de ludopatia, especialmente porque ela pode estar associada a outros problemas, tais como alcoolismo e consumo de drogas ilícitas.

Por mais que os desencadeadores do jogo compulsivo possam ser químicos, as consequências do problema atingem vários níveis da vida da pessoa, que precisa entender seu processo de dependência e começar a construir suas próprias formas de superá-lo.

A psicoterapia ajuda a enfrentar o comportamento vicioso, podendo ser realizada de forma individual e/ou em grupo. Se você experimente um quadro similar ou precisa de apoio profissional para conseguir ajudar alguém, procure um psicólogo especializado em ludopatia.

Fotos (ordem de aparição): por celluloidpropaganda e Daquella manera (Flickr)

0 Curtir

Deixe seu comentário

INFORMAÇÃO BÁSICA SOBRE PROTEÇÃO DE DADOS
Responsável: Verticales Intercom, S.L.
Finalidades:
a) Envio de solicitação ao cliente anunciante.
b) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços próprios.
c) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços de terceiros de diferentes setores de atividade, podendo implicar repasse dos dados pessoais a esses terceiros.
d) Segmentação e elaboração de perfis para fins publicitários e para prospecção comercial.
e) Gestão dos serviços e aplicativos oferecidos pelo Site ao Usuário.
Legitimação: Consentimento do interessado.
Destinatários: Está previsto o repasse dos dados aos clientes anunciantes para atender suas solicitações de informação sobre os serviços anunciados.
Direitos: Tem o direito a acessar, retificar e eliminar os dados ou se opor ao tratamento dos mesmos ou a alguma das finalidades, bem como outros direitos, como se explica na informação adicional.
Informação adicional: É possível consultar a informação adicional e detalhada sobre Proteção de Dados em br.mundopsicologos.com/proteccion_datos

Você não pode deixar de ler...