Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Como saber se seu filho é um superdotado?

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Quem tem um filho que se destaca das demais crianças pela capacidade intelectual ou por desenvolver precocemente uma habilidade, normalmente tem dúvidas se é um caso de superdotação.

17 NOV 2015 · Leitura: min.
Como saber se seu filho é um superdotado?

Um superdotado é quem desenvolveu uma determinada habilidade em um grau superior, se comparado à população em geral. A superdotação não está relacionada apenas ao excelente desempenho escolar, mas também ao destaque na realização de atividades ligadas à arte, ao esporte, à comunicação e à ciência.

É importante que a superdotação seja identificada precocemente, pois, juntamente com benefícios de destacar-se em certa área, o Portador de Altas Habilidades (PAH) pode enfrentar diversos problemas. Se você tem dúvidas se seu filho é um superdotado, leia este artigo. Explicamos as principais características da superdotação e como identificá-la.

O que é ser uma pessoa superdotada?

Para ser considerada superdotada, a pessoa deve apresentar 3 características fundamentais: habilidade acima da média em uma certa área, motivação e comprometimento no desenvolvimento dessa atividade e criatividade para gerar ideias relacionadas à habilidade.

A superdotação intelectual conta com 3 classificações:

  • precocidade: desenvolvimento prematuro de uma determinada habilidade
  • prodígio: desenvolvimento de uma habilidade especial ou rara, fora do comum para outras crianças da mesma idade
  • genialidade: quando a habilidade desenvolvida contribui de forma extraordinária para a humanidade

Como identificar um superdotado?

Apesar de reagirem de forma distinta à superdotação e aos estímulos gerados em casa ou na escola, crianças PAH têm alguns aspectos em comum. Normalmente, elas aprendem rápido com um mínimo de instruções, desenvolvem precocemente algumas habilidades físicas (como andar e falar), fazem perguntas mais elaboradas e insistem em obter uma resposta.

Uma criança superdotada geralmente tem muita energia e essa característica pode levar ao diagnóstico equivocado de hiperatividade. Por isso, é importante não se basear apenas nos sintomas e buscar a orientação de um profissional especializado.

Para um correto diagnóstico, podem ser aplicados testes de inteligência formados por tarefas, problemas e questões de raciocínio lógico. A soma dos acertos indicará se a criança possui um quociente de inteligente (Q.I.) acima da média, que é em torno de 100 pontos.

Os especialistas explicam que existem casos de crianças com habilidades muitos especiais e que não tem um Q.I. acima da média. Para uma avaliação mais completa, é indicado consultar um psicólogo especializado em superdotação para analisar o comportamento da criança e suas condições de desenvolvimento cognitivo e psíquico.

Em casos de superdotação, o profissional está preparado para acompanhar a evolução da criança, oferecendo ainda orientação aos pais para que o desenvolvimento da habilidade não traga prejuízos ao filho.

Foto: por TORIMBC (Flickr)

psicólogos
Linkedin
Escrito por

MundoPsicologos.com

Deixe seu comentário